Apple pode ter vendido 3 milhões de unidades de AirPods na Black Friday

É pra compensar a queda nas vendas de iPhones ao redor do mundo

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/apple-pode-ter-vendido-3-milhoes-de-unidades-de-airpods-na-black-friday/
Clique para copiar

Analistas de tecnologia mensuram que a Apple vendeu cerca de 3 milhões de AirPods entre os dias 29 de novembro e 02 de dezembro, que marca a Black Friday e a Cyber Monday, outro evento de promoções, este focado em vendas online.

“Com base nas verificações das lojas da Apple, nos níveis de estoque/escassez em vários varejistas e nos preços reduzidos para os AirPods 2, acreditamos que [a empresa de] Cupertino poderia vender mais de 3 milhões dessas unidades na Black Friday/Cyber Monday”, opinaram os analistas Daniel Ives e Strecker Backe em um relatório da Wedbush Securities, empresa estadunidense de investimentos.

Além dos 3 milhões em apenas quatro dias, os especialistas acreditam que a Apple venderá 15 milhões de AirPods só no mês de dezembro. Segundo Ives e Backe, os fones sem fio da Apple são “claramente estrelas da Black Friday”.

Ainda de acordo com o relatório da Wedbush, a demanda tem crescido principalmente para o modelo Pro, que custa US$ 250 (R$ 2.250 na Apple Store do Brasil), possui cancelamento ativo de ruído, resistência à água e novo design com borrachas auriculares de diferentes tamanhos. Inclusive, a demanda é tão grande que pode haver escassez do produto durante o período das festas de fim de ano.

Não à toa, o jornal japonês Nikkei Asian Review informou, em novembro, que a Apple está dobrando a produção de AirPods Pro para 2 milhões de unidades por mês. Enquanto isso, o total de vendas de AirPods para 2019 deve somar 65 milhões de unidades e, para 2020, o número é ainda mais impressionante, já que são estimados 90 milhões de AirPods vendidos de janeiro a dezembro do ano que vem.

A popularidade dos AirPods e Apple Watches é uma conquista para a Apple, que vem buscando compensar a diminuição das vendas de seu carro-chefe, o iPhone, ao aumentar a aderência dos consumidores a outras categorias de produtos. Se a receita de iPhones caiu 9% em relação ao ano anterior, as compras de AirPods, Apple Watches e artigos da Beats cresceu mais de 50% no mesmo período.

Fonte: Business Insider

Relacionadas

AirPods Pro: me deixa ficar no meu mundinho! [hands-on]

Fáceis de usar e "sem esforço"

Apple revela AirPods Pro com cancelamento ativo de ruído por R$ 2.250

Acessório já aparece no site brasileiro da Apple, porém ainda não está disponível para compra

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site