Apple | Três coisas que não devem aparecer no evento do iPhone na terça-feira (10)

Porque o segredo é não criar expectativas

Foto: Adam Patrick Murray/IDG
http://pcworld.com.br/apple-tres-coisas-que-nao-devem-aparecer-no-evento-do-iphone-na-terca-feira-10/
Clique para copiar

Bem-vindo à calma antes da tempestade. A Apple se prepara para mais um evento anual na próxima terça-feira (10), e os rumores começam a fazer cada vez mais sentido do que veremos por lá: novos iPhones, incluindo melhores recursos de câmera, novos materiais para pulseiras de Apple Watch e um concorrente da Tile que permitirá rastrear sua carteira, chaves e assim por diante.

Obviamente, há muitas coisas que não serão anunciadas neste evento em particular, porque elas não estão nem perto do envio e a Apple geralmente não fala sobre produtos quando não está pronta para lançá-los. E, no entanto, as pessoas ainda acessam a internet para registrar sua decepção e frustração de que todos os seus desejos não foram atendidos.

Com a esperança de impedir um pouco disso, veja três coisas que você realmente não deveria esperar ver no evento da Apple.

Nada de iPhone SE

Se há uma área em que a Apple claramente decidiu não gastar seu tempo e energia – pelo menos no momento – é construir um telefone menor. O falecido e lamentado iPhone SE parece ter sido o último de seu tipo. Então por que os relatórios recentes sugerem que a Apple está preparando um sucessor para o SE? Bem, não tenha muitas esperanças. Por um lado, se esse modelo acontecer, provavelmente não aparecerá até o próximo ano. Talvez em março, como o SE original fez em 2016?

Por outro lado, provavelmente não será o sucessor do iPhone SE pelo qual as pessoas estão clamando. Esse telefone provavelmente será construído no chassi do iPhone 8, que a Apple agora pode produzir de forma barata e em grandes volumes, graças ao fato de que permaneceu praticamente inalterado desde o iPhone 6. Essa é a mesma atitude que a empresa adotou com o iPhone SE, que foi baseado no mesmo design do iPhone 5 e 5s.

Mas talvez a demanda eventualmente leve a Apple a considerar não apenas continuar produzindo um telefone pequeno antigo, mas investir energia na criação de um novo iPhone baseado no design da série X, mas com uma pegada menor.

“ARMada” para a batalha

Que a Apple acabe por começar a colocar os próprios processadores nos desktops e laptops Mac ainda parece uma boa aposta, mas mesmo que isso esteja no roteiro da empresa, não sairemos da rampa de saída no evento de setembro. Lembre-se que é quando a Apple gosta de falar principalmente sobre o iPhone (e, em menor grau, o iPad e o Apple Watch, quando isso atende às necessidades da empresa).

Um novo Mac poderia aparecer na próxima semana? Certo. Os rumores de um MacBook de 16 polegadas estão ganhando força há um tempo, e parece provável que esse modelo esteja esperando nos bastidores. Mas, de qualquer forma, não espere que nenhum novo modelo seja a primeira vez que a Apple entra na corrida ARM: essa simplesmente não é a hora, o local ou o público para detalhes minuciosos, como transições de processador.

Não, se a Apple apresentar um argumento convincente sobre a eficiência e os benefícios da transição de sua arquitetura de processador, fará isso diante de uma multidão que se importa: sua Conferência Mundial de Desenvolvedores, em junho. Isso dará aos fabricantes de aplicativos tempo suficiente para fazer os ajustes necessários em seu software antes que os computadores com novos processadores cheguem às prateleiras.

Óculos de realidade aumentada

A Apple não para de falar em realidade aumentada, mas a tecnologia ainda não conquistou o público em geral. Meu argumento de longa data é que ainda não vimos uma maneira convincente de os consumidores realmente usarem a realidade aumentada.

Certamente, todos nós tivemos desenvolvedores dançando no palco em demos de Minecraft ou segurando seus iPads para espiar uma mesa cheia de objetos virtuais, e tudo é impressionante em termos de tecnologia. Mas segurar o iPhone ou iPad e mantê-lo apontado para algo por qualquer período de tempo é cansativo e não é muito envolvente. Fundamentalmente, uma tecnologia de software tão boa merece hardware projetado explicitamente para esse fim.

Houve rumores de que os óculos de realidade aumentada em que a Apple está trabalhando podem estar prontos mais cedo do que o esperado, mas eu suspeito fortemente que mesmo que “mais cedo do que o esperado” não seja um código para “este ano”.

Dito isto, não é impossível. Dificilmente seria a primeira vez que a Apple exibisse um produto novo e significativo antes de estar disponível, especialmente se quiser criar um burburinho: pense no iPhone original, por exemplo, ou, mais recentemente, no Apple Watch. Os óculos de realidade aumentada são adequados: algo que não apenas demonstra bem como também estabelece uma nova categoria de dispositivo para a qual a Apple precisa criar uma história que os clientes possam ter tempo para absorver.

Relacionadas

iPhone 11 | Todos os rumores sobre o próximo smartphone da Apple

O que será que vem por aí no evento da próxima terça-feira (10)?

iPhone 11 pode ter cor ‘Aura Glow’, ao estilo Galaxy Note 10

Novos aparelhos serão revelados nesta terça-feira (10)

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site