China terá câmera de 500 MP para reconhecer usuários em multidões

Reconhecimento facial a serviço do governo

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/china-tera-camera-de-500-mp-para-reconhecer-usuarios-em-multidoes/
Clique para copiar

Sistemas de reconhecimento facial são comuns na China, embora sejam considerados mecanismos invasivos à privacidade dos cidadãos do país. Só que o governo quer ir além e registrar os rostos de seus habitantes na mais alta definição possível. Para isso, pesquisadores locais desenvolveram uma câmera de reconhecimento facial com incríveis 500 megapixels de resolução.

De acordo com a equipe responsável, o aparelho é tão potente que pode capturar “milhares de faces em um estádio em perfeito detalhe e gerar dados para a nuvem, ao mesmo tempo em que localiza um alvo específico em apenas um instante”. A super câmera também tem a habilidade de tirar fotos panorâmicas preservando o mesmo nível de detalhe nos rostos dos cidadãos.

O equipamento foi criado a partir de uma parceria entre a Fudan University, em Shanghai, e o Instituto Changchun de Óptica, Mecânica de Precisão e Física da Academia Chinesa de Ciências em Changchun, captial da província de Jilin, no Noroeste da China.

Segundo informações do governo chinês, o sistema de reconhecimento facial foi planejado para fins de “defesa nacional, militar e segurança pública”. Ele poderia ser usado como forma de vigiar “bases militares, bases de lançamento de satélites e fronteiras nacionais para impedir que pessoas e objetos suspeitos entrem ou saiam” do país.

Apesar de vários países já utilizarem sistemas de reconhecimento facial em seus governos, a China é uma das nações mais rígidas no que diz respeito à vigilância dos cidadãos. As cidades chinesas são as mais monitoradas do mundo, com uma estimativa de 200 milhões de câmeras espalhadas pelos municípios locais – o número deve subir 213% até 2020, quando deve ser registrado um total de 626 milhões de aparelhos.

Fonte: The Next Web

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site