Com Snapdragon, Montblanc alia tecnologia a design em smartwatches

Summit 2 é o novo relógio inteligente da marca de luxo, trazendo uma tela pequena e bateria com autonomia de até uma semana

Foto: Montblanc/Divulgação
http://pcworld.com.br/com-snapdragon-montblanc-alia-tecnologia-a-design-em-smartwatches/
Clique para copiar

Tradicional marca de luxo, a Montblanc é famosa por seus relógios e canetas. Em 2017, a marca ingressou no mundo dos smartwatches e lançou seus primeiros relógios inteligentes para um público de gosto refinado – e caro. No ano passado, foi a vez de a Qualcomm levar seu processador Snapdragon 3100 para os relógios da versão Summit 2, a preços que variam no Brasil de R$ 4.365 e R$ 5.4 mil, aliando, assim, alta tecnologia com o design sofisticado da empresa alemã.

No Mobile World Congress (MWC), que acontece nesta semana em Barcelona, Pankaj Kedia, diretor sênior e líder de negócios da área de Smart Wearables na Qualcomm, contou que três elementos balizaram o desenvolvimento dos relógios de última geração: design moderno e atraente, autonomia de bateria e atualização constante de funcionalidades por meio do software.

Segundo Kedia, o Snapdragon 3100 foi pensado do zero para resolver um dos principais problemas de smartwatches em busca de uma experiência positiva: uma tela pequena.

No quesito bateria, por exemplo, o Summit 2 conta com um modo apenas relógio acionado automaticamente quando a bateria atinge nível crítico. Com essa funcionalidade, o smartwatch ganha autonomia extra de até uma semana.

Quando o tema é atualização de software, Kedia relatou que há constantes novidades, que permitem uma vida longa ao relógio. Além de diferentes visuais que já vêm de ‘fábrica’, é possível baixar novos visuais em apps de terceiros.

“Relógios expressam a personalidade das pessoas e a tecnologia está agregada a isso. Quando estabelecemos parceria com a Qualcomm buscávamos a fusão desses dois elementos”, contou Felix Obschonka, diretor de novas tecnologias da Montblanc. “Queremos que as pessoas apreciem a beleza de relógios tradicionais. Agora, elas têm uma opção”, completou.

*A jornalista viajou a Barcelona a convite da Huawei

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site