Notebook Vaio VGN-NW250AF é voltado para desempenho e não para mobilidade

Modelo da Sony tem bom desempenho e vem recheado de softwares multimídia, mas faltou uma unidade de DVD e chip gráfico dedicado.

Foto:
http://pcworld.com.br/dados-review/notebook-vaio-vgn-nw250af-e-voltado-para-desempenho-e-nao-para-mobilidade/
Clique para copiar

Testamos mais um notebook da série Vaio, fabricado pela Sony. Trata-se do modelo VGN-NW250AF. Com processador de dois núcleos (Intel T6600, de 2,2 GHz) e 4 GB de memória,  é um notebook voltado para desempenho e não para mobilidade. Pois pesa 2,6 quilos e tem dimensões de 37 centímetros de largura, 24,9 cm de profundidade e 2,9 cm de espessura.

A tela widescreen tem 15,5 polegadas (aspecto 16:9), com resolução de 1366 por 768 pontos. Apesar dessa resolução permitir assistir filmes em alta definição, o NW250AF não vem com chip gráfico dedicado. Isso, com certeza, aumentaria seu poder de fogo para manipular imagens e vídeos.

> Veja a galeria de fotos com mais detalhes sobre esse modelo.

O disco rígido de 320 GB tem instalado o Windows 7 Home Premium, de 64 bits. Também vem recheado de softwares para manipulação de imagens e vídeos que a Sony costuma instalar em seus notebooks. O destaque fica para o Adobe Photoshop Elements, Adobe Premiere Elements e o Vaio Movie Story. A unidade óptica é um simples gravador de DVD. Uma máquina desse porte poderia vir com uma unidade de Blu-ray.

A webcam tem recurso para seguir o rosto, o que aumenta o campo focal e dá mais liberdade de movimentos à pessoa. Outro recurso é o sensor de movimentos. A câmera consegue detectar quem passa em frente e assim inicia a gravação. Outra característica de destaque é o o botão que leva o nome de web, localizado acima do teclado, na parte direita.

img01.jpg

Ao pressionar esse botão, com o Vaio desligado, a inicialização é feita em oito segundos, carregando apenas o navegador para ter acesso a internet. Na inicialização aparece uma tela para configurar a rede Wi-Fi ou cabeada. Basta digitar usuário e senha da rede em questão.

Em nossos testes, a bateria levou duas horas e 43 minutos para descarregar. A proteção de tela estava desligada, assim como a hibernação e o brilho da tela também foi deixado pela metade. Para testar, usamos softwares de escritório e acessamos internet via Wi-Fi.

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site