Aprenda a fazer gráficos em formato Waterfall no Excel

Por Fábio Vianna, especial para a PC WORLD*
27/07/2007 - 15h09 - Atualizada em 08/08/2007 - 17h28
Estilo ajuda a exibir a porcentagem de impostos, custos, despesas e lucro dentro do total da receita de uma empresa

Notícias Relacionadas

Estilo ajuda a exibir a porcentagem de impostos, custos, despesas e lucro dentro do total da receita de uma empresa

waterfall150O gráfico de Waterfall (do inglês queda d’água) é uma ferramenta que facilita a demonstração de parcelas de um valor. Ele é muito utilizado na apresentação da divisão da receita e exibição do que resta de lucro, da entrada de caixa ao saldo final, mas pode-se utilizá-lo em qualquer situação em que seja necessário mostrar a “quebra” de um número.

Primeiramente, construa a tabela em uma planilha qualquer, demonstrando a transformação deste valor.

Veja o exemplo a seguir:


Nesta tabela, há um lucro de 1.250 reais a partir de uma receita inicial de 7 mil reais. Nosso gráfico irá demonstrar visualmente a transformação desta receita no lucro e para isso, criaremos duas colunas à direita: uma chamada Invisível e outra chamada Visível.

Na coluna “Visível”, você terá os mesmos valores da tabela original. Basta colocar na célula E8 a fórmula =B8 e depois copiar até o final (note que na tabela base os valores estão todos com final positivo — mesmo as despesas).

Depois disso, na coluna Invisível, você colocará na célula D9 a fórmula "=E10+D10" e copiará esta fórmula até a célula D12. As fórmulas ficarão assim:


Agora, vamos à construção do gráfico.

1)    Selecione as células de D7 até a E13.

2)    Em seguida, clique em Inserir, Gráfico. Na aba Padrão, selecione a categoria Colunas e o 2ª subtipo de gráfico. Veja:


3)    Clique em Avançar. Selecione a aba Série (em algumas versões ela se chama Seqüência). Como o Excel já selecionou as duas colunas, falta apenas adicionar no campo Rótulo do Eixo das categorias (X) o intervalo com a descrição dos itens (células A8 até A13). Ficará assim:


4)    Em seguida, clique em Concluir.

5)    Apague a legenda do gráfico.

Para configurar o restante, dê um duplo-clique qualquer em uma das colunas da receita (que devem estar na cor roxa). Na tela de propriedades que abrir, vá na aba Padrões, formate com cores que preferir e, na aba Rótulos de Dados, selecione a opção Valor (em algumas versões do Excel chama-se Mostrar Valor). Depois de configurar tudo, clique em OK. Veja nosso exemplo:


Obs.: Para deixar as colunas mais largas, dê um duplo-clique sobre a coluna verde (em nosso exemplo), e na aba Opções coloque no item Largura do espaçamento um valor menor:


6)    Agora, dê um duplo-clique sobre os valores e em suas propriedades altere:

•    Fonte: 


•    Alinhamento:


7)    Para desaparecer com a coluna base, dê um duplo-clique sobre ela (no nosso exemplo ela está na cor azul). Na aba Padrões, marque em Borda a opção Nenhuma e em Área a opção Nenhuma. Dê OK.

Isso fará com que aquela coluna fique invisível, dando o efeito desejado.

8)    Para finalizar, clique uma vez sobre a área de plotagem (o fundo cinza do gráfico) e clique em Del, para removê-la. Caso queira, faça o mesmo com as linhas de grade (horizontais). Veja nosso exemplo:


Este exemplo é bem simples e serve apenas em caso de lucro. Caso os valores que você tenha resultem em prejuízo, seria necessário fazer algumas adaptações. Brevemente retomaremos um exemplo mais sofisticado de gráficos de Waterfall.

*Fábio Vianna é consultor com mais de 10 anos de experiência em modelagem de planilhas. Sócio diretor do Centro de Excelência em Planilhas e idealizador do site Portal Do Excel.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado