O que é, como criar, editar, hospedar e publicar um podcast

Fernando Petracioli, especial para PC WORLD*
09/04/2008 - 08h30 - Atualizada em 09/04/2008 - 18h48
Aprenda a produzir, você mesmo, sua 'rádio' pela internet e veja dicas para publicar seus arquivos de áudio para outros internautas.

podcast_comofazerNa esteira do fortalecimento e – há quem aposte – possível prevalência da web 2.0 como forma de produção de conteúdo, destacam-se os chamados podcasts.

A internet 2.0, como se sabe, é o modelo no qual a informação não provém mais somente dos grandes meios de comunicação, de forma unilateral e unidirecional, para os leitores. A produção editorial também é feita no eixo leitor-leitor, ou seja, a audiência é colaborativa.

Assim são os blogs, flogs, vlogs, assim é o YouTube, assim são os sites wiki, apenas para ficar em alguns exemplos. Entram nessa categoria, também, os podcasts. Nesse clima colaborativo, se quiser saber como a comunidade trata o tema, basta uma visitinha rápida na Wikipédia.

Outros destaques da PC World:
> Confira o teste com 5 modelos de impressoras laser monocromáticos
> Saiba qual é o melhor utilitário de compressão de dados
> PC lento? Descubra as causas e resolva
> Abandone o mouse e faça mais com seu teclado

Um podcast é como um programa de rádio, com a diferença de que não é ao vivo, mas pode ser ouvido a hora que se quiser, pois ele é um arquivo de áudio que se baixa no computador e é rodado a qualquer hora (não confundir com os webcasts, cujo princípio é o mesmo, porém com arquivos multimídia, ainda não são muito populares).

Os arquivos de áudio podem ser usados para variar a linguagem de um blog, por exemplo, conferindo-lhe caráter multimídia, humanizando a comunicação web, já que se escuta a voz do interlocutor, indo-se além das simples letrinhas na tela do PC.

Como fazer
E você sabe como montar o seu próprio podcast? Antes de qualquer outra coisa, você precisa de um software para gravar a sua narração, entrevista ou o que quiser colocar no seu podcast (nem é necessário dizer que será preciso também um microfone, certo?).


podcast_comofazerVocê pode usar esses programas também para editar aquilo que você gravou: cortar os erros, adicionar efeitos sonoros, colar uma trilha sonora de fundo, um clipe de abertura, por exemplo. O próprio Gravador de Som do Windows (Iniciar, Programas, Acessórios) pode servir; ele só não será muito eficiente para editar.

Aqui no site da PC World você encontra dois utilitários que além de gravar, vão dar uma boa ajuda na edição do conteúdo:

> Audacity - Disponível para Windows, Linux e Mac OS, o aplicativo em código aberto prima pela simplicidade: a interface traz a representação gráfica dos dois canais gravados e permite as mesmas edições de copiar & colar presentes em tantos outros softwares.

> mpTrim 2.13 - este levíssimo aplicativo oferecido pela empresa homônima (incríveis 214 kb) explica tanta simplicidade na interface, que junta botões e caixas com texto para edição sonora. De tão simples, o mpTrim se torna restritivo. Mas funciona muito bem para edições pontuais e na hora de selecionar trechos de uma canção que você quer usar para abrir sua narração no podcast.

Dica: Faça um roteiro do seu podcast e o tenha em mãos para não se perder na hora de gravar. Cada software tem sua maneira de funcionar, mas em geral, os comandos para iniciar a gravação são bastante simples e intuitivos.

Uma das opções ao gravar, dependendo do software que estiver usando, pode ser a qualidade da gravação.

Lembre-se: é claro que um material com qualidade de 128k será melhor, mas você também deve pensar no tamanho do arquivo que vai gerar e na facilidade dos ouvintes em baixarem o podcast.


podcast_comofazerDepois de gravado e eventualmente editado, você deve salvar o arquivo – na maioria dos casos, o documento é criado no formato MP3, ou em outro formato como WMA e WAV.

O formato MP3, por ser mais compacto e quase todo mundo poder rodá-lo com mais facilidade, é o mais indicado. Procure dar um nome sugestivo ao arquivo, de maneira que ele seja identificável para a pessoa que for baixá-lo. Vai produzir uma série? Por que não nomear seus podcasts de modo a informar isso ao ouvinte?

Mais destaques da PC World:
> Baixe e converta vídeos do Youtube facilmente
> O que fazer ser o PC não consegue 'enxergar' toda memória RAM
> Mantenha os alertas de sergurança do Vista sob controle

Da mesma forma, é interessante editar a TAG do MP3 criado. Clique com o botão direito sobre o documento e vá em Propriedades, Resumo, Avançado. Nesse campo digite informações que você julgar importantes sobre o podcast. Acredite: esse pequeno detalhe vai ajudará seu programa a ficar mais ‘achável’ por quem fizer uma busca com esses detalhamentos.

Fique conhecido ou seja encontrado
Ok. Seu podcast está editado e pronto para ser distribuído. Mas onde? Tornar seu trabalho público, ou seja, disponibilizá-lo na internet, é fundamental para que ele possa ser ouvido pelo maior número de pessoas.

Via de regra, os podcasts são conteúdos complementares, linkados em sites de notícias, blogs, páginas pessoais de sites de relacionamentos e redes sociais. Quando se tem algum veículo como esse, é mais fácil fazer com que o público dessas mídias consigam chegar até o podcast.

Além disso, esses sites servem como um suporte para comentários, discussões e repercussões sobre o próprio programa escutado. Ou seja, não se esqueça dos fundamentos do conceito 2.0 - colaboração e interatividade.

Muitos serviços de blogs oferecem até espaço de armazenamento e ferramentas para você fazer upload do arquivo em MP3. Assim, você disponibiliza o podcast em um link, como se fosse um post, e deixa que as pessoas comentem o que acharam.


podcast_comofazerCaso você não tenha um blog ou alguma outra página pessoal para divulgar seu podcast, pode hospedá-lo em sites de armazenamento comuns, como o RapidShare ou o FileFactory. Depois de fazer o upload, é só mandar o link ou publicá-lo em seu blog para quem quiser escutar seu programa.

Há também sites especializados em publicação de podcasts, onde você pode deixar o seu. Experimente, por exemplo, o www.ipodder.org, o www.podcast411.com, ou o www.feedzie.com.

Divulgação
Depois de pronto e hospedado, você pode adotar estratégias de divulgação de seu podcast. Um método bastante freqüente têm sido os feeds de RSS, principalmente quando se trata de blogs. Os assinantes do feed do seu blog são alertados sempre que há atualização - podcasts inclusive.

Para quem não sabe criar o vínculo de RSS manualmente, existe uma boa ferramenta, o FeedBurner. É só digitar o endereço do seu site na caixa de endereço e dar um nome a esse feed.

Alternativamente, existem serviços online de divulgação para podcasts, como o PodCastingNews, em inglês, e os brasileiros www.brasilpodcast.com.br,  www.eupodo.com.br, em português.

Neles, você se cadastra e informa do que se trata o seu podcast. Esses serviços são eficientes, pois são freqüentados por diversos outros produtores e ouvintes desses programas.

* Colaborou Cauã Taborda

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Sua TI está preparada para o próximo desastre?

Garantir a segurança e proteger os recursos de TI, assegurar alta disponibilidade dos dados e ter um plano para retomar as operações rapidamente no caso de desastres inesperados são prioridades para líderes de TI de empresas que pensam no futuro. Acesse este white paper e entenda como é possível evitar tempo de inatividade e garantir disponibilidade à sua empresa com DRaaS.

Uma Nova Geração do BI: confira análises self-service que seu time de negócio e de TI vão amar

Este white paper mostra como o BI Self-Service deve funcionar e os benefícios desta nova geração de BI - uma geração que oferece um ambiente abrangente e análises sofisticadas o suficiente para satisfazer seus cientistas de dados, sendo fácil de usar e acessível para usuários de negócios.

A Próxima Era da Inteligência Analítica: A Inteligência Artificial

Apresentando sete artigos, esse relatório mostra o quão diferente pode ser o uso de IA por indústrias visando atingir uma vantagem competitiva e adequar-se melhor aos seus objetivos e aos seus clientes. Acesse este relatório e confira o que a IA pode significar para os negócios e como a IA pode agregar valor para a inteligência analítica.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado