Como instalar, configurar e usar o Modo XP no Windows 7

Michael Scalisi, da PC World/EUA
20/10/2009 - 12h33 - Atualizada em 20/10/2009 - 12h44
Novo sistema operacional traz uma valiosa ferramenta para rodar aplicações antigas. Tutorial mostra como fazer uso dela.

win7-to-xp-150.jpgQuem adquirir uma licença do Windows 7 das versões Professional ou Ultimate ganha um “bônus” da Microsoft chamado Modo XP. Trata-se de um recurso só disponível nestas versões do software e que permite rodar, em uma máquina virtual Windows XP (dentro do Windows 7), aplicativos que ou não rodariam no novo sistema operacional ou que apresentam problemas de compatibilidade.

Para as empresas que possuem aplicativos legados, o Modo XP é um recurso muito bem-vindo é que pode ser determinante na decisão de migrar (e quando) para o Windows 7. Mas ela também pode ser muito útil para o usuário final que tenha algum software que se recuse a rodar no novo ambiente.

Leia também:
> Veja como simplificar e agilizar a instalação do Windows 7
> Hasta la vista, Vista! Cinco coisas dele que ninguém sentirá falta
> Quem usa o XP, agora vai 'pagar caro' para migrar para o Windows 7

Instalar e usar o Modo XP, contudo, exige alguns truques. O primeiro passo é descobrir se o hardware é compatível com máquinas virtuais e o processador precisa oferecer suporta a isso e ter a virtualização habilitada. Para verificar se a CPU instalada permite isso, procure no site do fabricante por tal informação como as oferecidas pela Intel e pela AMD.

Caso o processador seja compatível com a tecnologia, pode ser necessário habilitar o recurso por meio da BIOS. Para acessá-la, ligue o PC e durante o boot verifique qual tecla deve ser pressionada para ter acesso à BIOS (em geral F2 ou Del). Localize a opção de virtualização e a habilite

telabios.jpg

BIOS: virtualização deve estar habilitada nas CPUs compatíveis


Também é possível baixar e rodar o aplicativo SecurAble que, dentre outras funções, indica se o processador usado permite virtualização ou não.

SecurAble_tela.jpg

Apenas de o recurso de virtualização estar disponíveis das duas versões mais completas do Windows 7, ele não faz parte do DVD de instalação e o usuário que desejar terá de baixá-lo do site da Microsoft. Antes de instalá-lo, assegure-se de ter também o Virtual PC já instalado em sua máquina. Ambas as instalações são simples e as configurações padrões serão suficientes para a maioria das situações.

Ao executar o Modo XP será preciso fornecer uma senha para o usuário local e também decidir se deseja ou não as atualizações automáticas para que a instalação finalmente seja completada.

Uma vez instalado, ao ser carregado no Windows 7, ele é executado no chamado modo Desktop e proporciona acesso a um ambiente completo de Windows XP. O modo Desktop é útil quando você quiser usar um ambiente de desktop completamente separado do Windows 7. Note que, por padrão, teclas de atalho só são passados para o XP no modo Desktop quando ele é executado em tela cheia. Além disso, não se pode usar o recurso de arrastar e soltar (qualquer coisa) entre os sistemas operacionais, mas é possível compartilhar o sistema de arquivos dentro do modo Desktop.

Virtualização das aplicações
O recurso mais notável do Modo XP é o modo Seamless. Com ele, o usuário pode executar aplicativos XP diretamente a partir dos menus do Windows 7. Para ter acesso a essa funcionalidade, deve-se instalar o aplicativo desejado no modo Desktop e fechar a máquina virtual. O aplicativo instalado poderá então ser localizado no menu Incial em Todos os Programas, Windows Virtual PC, Aplicativos do Modo XP. Se você achar que o local padrão do aplicativo não é conveniente, pode mover o atalho para qualquer local que desejar.

modoxp_01.jpg

Ao ser iniciado dessa maneira a partir do Windows 7, o Modo XP roda em segundo plano e o aplicativo em questão roda como se estivesse nativamente no ambiente do novo sistema operacional. Nesta situação, eles são chamados de aplicativos virtuais.

Caso o aplicativo instalado não crie um atalho no menu Iniciar do Windows 7, como descrito acima, ou se já existir um aplicativo com o mesmo nome (mas este pertencente ao novo sistema operacional), pode-se criá-lo no Modo Desktop em C: \ Documents and Settings\All Users\Menu Iniciar e o programa irá aparecer no menu Iniciar, na pasta aplicativos do Modo XP.

modoxp_02.jpg

Limitações
O modo Seamless tem dois problemas. Quem utiliza mais de um monitor de vídeo em um mesmo PC, a aplicação virtual só é executada no monitor primário. Além disso, os aplicativos virtuais não se ajustam na tela com o recurso automático do Windows 7: você precisará redimensioná-las manualmente. E o Desktop virtual e modo Seamless não podem ser utilizados simultaneamente.

Finalmente, você precisa ter em mente que para executar um aplicativo virtual, será necessário primeiro carregar o modo XP que não deixa de ser um núcleo de outro sistema operacional. Portanto, a primeira vez que executar a aplicação virtual, haverá certa demora para carregá-la. Apesar dessas limitações, o modo XP é viável para rodar aplicações antigas no novo sistema operacional.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Maximize seu Investimento em O365 com Forcepoint

A Transformação Digital no Trabalho

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado