Como fazer dual boot com Windows 7

Lincoln Spector, da PC World/EUA
28/12/2009 - 07h00 - Atualizada em 28/12/2009 - 17h08
Manter a versão atual do Windows garante que seus apicativos continarão funcionando.

vista_xp_boot_150Quem tem pelo mens 40GB de espaço disponível no disco rígido do seu PC (seja ele notebook ou desktop), pode ser uma boa ideia instalar o Windows 7 e manter a versão atual do sistema operacional instalada. A principal vantagem de se fazer isso é assegurar que as aplicações ja instaladas no PC irão continuar a funcionar, apesar de o Windows 7 oferecer o modo de compatibilidade.

O procedimento de instalação é relativamente simples e a maior dificuldade está em diminuir a partição do disco rígido para liberar espaço para o novo sistema operacional.

Antes de começar, é recomendado fazer um backup de seus dados ou mesmo criar uma imagem de seu sistema antigo. Isso é importante porque vamos alterar a estrutura de arquivos do disco rígido; caso aconteça algo errado, como acabar a energia elétrica durante o processo, os dados podem ficar seriamente comprometidos.

Leia também:
>> Como migrar para o Windows 7
>> Como instalar, configurar e usar o Modo XP no Windows 7

>> Como mover as mensagens do Outlook Express para um novo PC
>> Perguntas e respostas para quem está no XP e quer ir para o windows 7
>> Backup: cinco passos para cuidar dos seus dados adequadamente
>> Como instalar vários sistemas operacionais em seu PC

Um bom programa para criar uma imagem, com interface extremamente amigável, é o Macrium Reflect Free.

Backup feito, o próximo passo é buscar um programa para particionar o disco rígido. Sugerimos três opções, todas versáteis e que redimensionam partições sem apagar nada.

Programa de gerenciamento do computador: Se você utiliza o Windows Vista, já tem um. Para acessá-lo, clique em Iniciar e, em seguida, com o botão direito do mouse, clique em Computador. Agora escolha o item Gerenciar.

No painel esquerdo do programa, escolha o item Armazenamento. Agora clique em Gerenciamento de disco. No painel ao lado direito, estará a visualização do seu disco. Clique com o botão direito do mouse, como mostra a figura abaixo, e no menu que se abre, escolha a opção Diminuir volume.

particao_vista_580.jpg

Agora é com você: escolha o tamanho desejado para a partição do Windows 7. A dica é seguir o bom senso e deixar espaço suficiente para se trabalhar com os dois sistemas instalados.

EASEUS Partition Master: Muito fácil de usar, com interface gráfica intuitiva. Pode ser instalado tanto no Windows XP, quanto no Vista. Entretanto, a versão gratuita suporta apenas sistemas de 32 bits. Caso seu sistema seja de 64 bits, a edição Professional custa 32 dólares.

easeus_580.jpg

GParted Live: É um dos utilitários que vieram do código aberto do Linux e o download pode ser feito no site da Sourceforge. O arquivo está em formato ISO e é necessário gravar um CD para a instalação ser feita. Faça o download gratuito do ISO Recorder para montar o CD com o GParted Live.

Com o disco pronto, faça o boot com ele e sua execução será automática. Depois de carregado, basta redimensionar a partição.

Seja qual programa for utilizado, recomendamos diminuir a partição (do XP ou Vista) em, no mínimo,  40 GB. Isso será suficiente para instalar o Windows 7 e ter espaço para outros programas.

Feita a divisão das partições, basta iniciar o computador com o DVD do Windows 7 e começar a instalação na partição nova. Quando o sistema perguntar o tipo de instalação que você deseja, escolha Personalizar (avançado). Na tela em que aparece a pergunta Onde você deseja instalar o Windows?, selecione a opção Espaço não alocado.

O programa de instalação do Windows 7 irá criar automaticamente uma tela de dual boot. Ao ligar o computador, uma tela exibe os sistemas instalados para que o usuário escolha qual sistema deve ser carragado.

Qualquer que seja a versão do Windows escolhida, a outra partição será visível como outra unidade de disco. Isso significaque é possível acessar todos os seus arquivos em ambas versões do Windows.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado