Facebook pode ser obrigado a remover conteúdos difamatórios do mundo inteiro

A decisão foi realizada pelo Tribunal de Justiça da União Europeia

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/facebook-pode-ser-obrigado-a-remover-conteudos-difamatorios-do-mundo-inteiro/
Clique para copiar

De acordo com novas decisões do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE), o Facebook pode, em breve, precisar remover todo o conteúdo ilegal que está dentro da plataforma. Outra obrigação da companhia seria policiar esse tipo de conteúdo para, assim, evitar que eles retornem à rede social.

A decisão começou depois que uma política da Europa foi insultada por um usuário da rede. A companhia precisará remover qualquer conteúdo difamatório, inclusive aqueles que não estão na Europa. A empresa não precisará policiar todos os conteúdos da plataforma, porém, aqueles que foram denunciados como ofensivos devem ser excluídos.

A política citada é Eva Glawischnig-Piesczek, presidente do partido Greens, e, após receber diversas ofensas, enviou uma carta ao Facebook requisitando a retirada das publicações. Na época, o Facebook recusou, por isso Eva foi aos tribunais e, agora, conseguiu o que desejava desde o início.

Antes da decisão, o Facebook estava negociando para não precisar excluir conteúdos em outros países, por conta das diferentes leis de liberdade de expressão, porém, a corte europeia decidiu que a companhia precisará remover conteúdos difamatórios ao redor de todo o mundo.

Como o TJUE é a principal autoridade judicial da União Europeia, a companhia não pode recorrer. O Facebook ainda não divulgou nenhum comunicado oficial sobre o caso.

Fonte: CNET

Relacionadas

Áudios vazados de reuniões internas do Facebook expõem Zuckerberg

Governo, concorrentes e liderança autocrática são alguns dos temas abordados

Facebook bloqueia publicações com links do Pirate Bay

Uma mensagem de erro aparece para os usuários

Depois do Instagram, Facebook também começa a esconder curtidas

Testes começaram na Austrália e podem chegar a outros países

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site