Fake News | 82% dos brasileiros acreditam que notícias falsas influenciaram eleições

Estudo revela que brasileiros consideram o Congresso entre as instituições mais corruptas do país

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/fake-news-82-dos-brasileiros-acreditam-que-noticias-falsas-influenciaram-eleicoes/
Clique para copiar

Uma pesquisa feita pela Transparência Internacional e pelo Instituto Ipsos, que entrevistou mil pessoas entre fevereiro e abril deste ano, apontou que 82% da população brasileira acredita que houve um cenário de “informações falsas ou notícias falsas sendo disseminadas para influenciar os resultados das votações”, no caso as que elegeram o presidente Jair Bolsonaro.

Os resultados foram divulgados na última segunda-feira (23) e fazem parte do Barômetro Global da Corrupção: América Latina e Caribe, que registrou a opinião de diversos países, como Bahamas, que teve 85% de respostas positivas para o mesmo quesito; Argentina, com 81%; e Venezuela, com 80%. Com a margem de erro de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos, os quatro países ficaram empatados. Em contrapartida, Costa Rica (52%) e Chile (59%) apresentam os índices mais baixos.

“Nesta pergunta sobre fake news, o Brasil tem, de fato, um resultado assustador. As pessoas falam com que frequência a notícia falsa é utilizada para influenciar os resultados políticos do país. Isso sem dúvida se deve a esse momento durante as eleições de 2018 em que fake news foram muito disseminadas”, explicou Guilherme France, coordenador da pesquisa no Brasil.

Houve ainda outra pergunta, dessa vez quanto às instituições que os participantes consideram mais corruptas. O Congresso é o líder deste quesito, com 63% das pessoas considerando-o desonesto, seguido pelos representantes governamentais locais (62%) e pelo presidente da República (57%) – todos também empatados tecnicamente. Em seguida, 36% dos entrevistados acreditam que há corrupção em ONGs e 23% consideram que jornalistas são corruptos.

“Com relação a esse dado de imprensa, a pesquisa mostra que a mídia é uma das instituições que a população vê como menos corrupta se comparada com as outras instituições avaliadas. Mas esse número reflete também a campanha que existe em determinados setores da sociedade, não só contra a imprensa, mas também contra a sociedade civil”, disse France.

Fonte: UOL

Relacionadas

Congresso derruba veto de Bolsonaro e agora fake news pode dar cadeia no Brasil

Alguns deputados acusam o presidente de usar a lei em benefício próprio

Instagram revela programa contra fake news

Usuários podem reportar conteúdo suspeito

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site