Falsa loja da Xiaomi no Brasil engana clientes e prejuízo pode chegar a R$ 1 milhão

Cerca de mil clientes disseram não ter recebido produtos e não conseguem reaver o dinheiro

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/falsa-loja-da-xiaomi-no-brasil-engana-clientes-e-prejuizo-pode-chegar-a-r-1-milhao/
Clique para copiar

Consumidores, usuários e fãs dos celulares da Xiaomi foram pegos de surpresa nas últimas semanas desde que a loja online Mi Store Brasil foi tirada do ar. Acontece que o site não tem nenhuma relação com a Xiaomi, que inaugurou recentemente duas lojas físicas no Brasil e seu marketplace oficial, mas mesmo assim centenas de pessoas adquiriram produtos por meio desse serviço. E o pior: estão sem receber produtos, não conseguem atendimento e podem perder o dinheiro investido nesses aparelhos.

Apesar de ter um nome verídico, a Mi Store Brasil não era um canal de vendas oficial da Xiaomi. No entanto, o número de acessos teria aumentado consideravelmente após a chegada da Xiaomi no país, uma vez que a loja era o primeiro resultado nas buscas do Google. A fabricante chinesa teria tentado derrubar a falsa versão de sua loja online, mas sem sucesso.

De acordo com o site Mobizoo, as reclamações contra a loja eram constantes, mas tiveram um salto logo após o período da Black Friday. No Reclame Aqui, por exemplo, vários consumidores relataram não ter recebido a mercadoria, nem um suporte da Mi Store Brasil quanto ao fato dos produtos não terem sido entregues. Para complicar ainda mais a situação, o domínio usado pela loja era certificado como seguro pela TrustVox, plataforma do Reclame Aqui que reúne análises e experiências de compra.

Um grupo de consumidores lesados foi criado no Telegram, onde eles compartilham o perrengue enfrentado por causa da falsa Mi Store. Eles dizem que o site da loja está fora do ar há semanas e que todos os dados das compras e dos próprios clientes desapareceram. Alguns tentaram fazer um boletim de ocorrência, mas a polícia declarou que seria difícil avançar com as investigações justamente pela remoção de dados.

Além disso, aqueles que efetuaram o pagamento dos produtos por boleto bancário podem não conseguir reaver o dinheiro, gerando um prejuízo médio de R$ 1,2 mil por cliente. Cerca de mil pessoas teriam sido vítimas do golpe, que pode passar a marca de R$ 1,2 milhão. Quem pagou pelo MercadoPago ou Pag Seguro, a situação pode ser um pouco diferente: consumidores que utilizaram esses serviços disseram ter conseguido o dinheiro de volta.

Mi Note 10

Quem controlava a loja?

As próprias vítimas coletaram informações sobre a Mi Store Brasil. Segundo a investigação, ela pertencia à empresa ACTION SALES COMPANHIA DIGITAL LTDA, inscrita no CNPJ 29.497.760/0001-38. Contudo, na fatura do cartão de muitos clientes era exibido o nome JCell, e não Action Sales. Pelo boleto, alguns clientes também notaram que o beneficiário era a PAD Eletrônicos.

A JCell é proprietária de um quiosque com o mesmo nome (Mi Store Brasil) em um shopping de Blumenau, em Santa Catarina. A companhia diz que não possui nenhum vínculo com a Action Sales.

Já a PAD Eletrônicos é proprietária da loja online Huawei Store Brasil, que também é falsa e não possui nenhum vínculo com a Huawei. O detalhe curioso é que, ao acessar o link “sobre nós” dessa loja, aparecia a mensagem “A PAD Eletrônicos é uma das empresas do GRUPO ACTION que também é a gestora da conceituada loja www.mistorebrasil.com”. E ao abrir a Mi Store Brasil, era exibida a mesma mensagem puxando para o site da Huawei Store Brasil.

Ambos os sites estão fora do ar. Atualizaremos a notícia assim que surgirem novas informações, mas se você é um dos consumidores afetados por uma dessas falsas lojas, conte sua experiência na caixa de comentários ao final deste artigo.

Fonte: Mobizoo

Relacionadas

Xiaomi lança comparador próprio de preços de smartphones

Por enquanto, disponível apenas no Oriente

Xiaomi é a marca de smartphones mais buscada por brasileiros

Entre as quatro maiores fabricantes de smartphones do mundo, uma chinesa é a mais buscada

Xiaomi lança programa de empréstimo de dinheiro na Índia

O Mi Credit é a nova aposta no setor financeiro

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site