FBI acredita que criptografia no Facebook será um prato cheio para pornografia infantil

Pedofilia e pornografia infantil são os maiores temores

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/fbi-acredita-que-criptografia-no-facebook-sera-um-prato-cheio-para-pornografia-infantil/
Clique para copiar

Em março deste ano, Mark Zuckerberg publicou suas intenções sobre criptografar de ponta-a-ponta as mensagens trocadas por meio do Facebook. Na época, a possibilidade chamou a atenção das autoridades dos Estados Unidos, que viram na atualização uma potencial brecha para que mais pedófilos fiquem impunes.

“Acredito que o futuro da comunicação irá mudar cada vez mais para serviços privados, criptografados, onde as pessoas possam estar confiantes de que o que elas contam está seguro e suas mensagens e seu conteúdo não ficarão lá para sempre”, afirmou Zuckerberg.

Agora, as mesmas autoridades estão pedindo – quase implorando – para que o Facebook não tome essa atitude. Christopher Wray, diretor do FBI, acredita que a criptografia vai fazer da plataforma um “sonho tornado realidade para predadores e pornógrafos infantis”.

Na última sexta-feira (04), Wray discursou para um grupo de agentes da lei e de proteção à criança e chamou o Facebook de “um espaço sem lei criado não pelo povo americano ou por seus representantes, mas pelos proprietários de uma grande empresa”.

Seguindo a mesma linha, Willian Barr, procurador-geral dos Estados Unidos, escreveu uma carta criticando as decisões da empresa. “Melhorias de segurança no mundo virtual não deveriam nos tornar mais vulneráveis no mundo físico. Empresas não devem criar deliberadamente seus sistemas para impedir qualquer forma de acesso a conteúdo, inclusive para prevenção e investigação de crimes sérios”, escreveu a Barr.

O procurador-geral adjunto Jeff Rosen ainda citou a Apple, que já usa criptografia de ponta-a-ponta no iMessage e recebeu apenas 43 denúncias de pedofilia no ano passado. Enquanto isso, o Facebook foi notificado por 16 milhões de ocorrências relacionadas a abusos infantis no mesmo período.

“Devemos assumir que a Apple executou magicamente plataformas livres de exploração infantil ou será que as empresas com criptografia de ponta-a-ponta não conseguem ver atividades ilícitas prejudiciais que estavam ocorrendo nessas plataformas e optam por desviar os olhos implantando a criptografia de ponta-a-ponta?”, questionou Rosen. As autoridades temem que o número de bfh caia cerca de 70% após a criptografia.

Enquanto Wray teme “perder a capacidade de encontrar as crianças que precisam ser resgatadas”, Zuckerberg disse estar otimista sobre as mesmas ferramentas utilizadas no período eleitoral, as quais ele acredita que possam combater, também, esse tipo de problema.

Fonte: Reuters

tags

Relacionadas

Facebook pode ser obrigado a remover conteúdos difamatórios do mundo inteiro

A decisão foi realizada pelo Tribunal de Justiça da União Europeia

Áudios vazados de reuniões internas do Facebook expõem Zuckerberg

Governo, concorrentes e liderança autocrática são alguns dos temas abordados

Facebook bloqueia publicações com links do Pirate Bay

Uma mensagem de erro aparece para os usuários

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site