Fim do suporte ao Windows 7: como atualizar seu PC para o Windows 10

Suporte ao Windows 7 se encerra oficialmente nesta terça-feira (14). Sistema não receberá mais nenhuma atualização de segurança

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/fim-do-suporte-ao-windows-7-como-atualizar-seu-pc-para-o-windows-10/
Clique para copiar

Se você é usuário do Windows 7, saiba que há uma contagem regressiva quase chegando ao fim: o sistema deixará de receber suporte oficial da Microsoft a partir desta terça-feira (14). Por isso, o mais recomendado é atualizar sua máquina para o Windows 10.

Entenda como “fim do suporte” o fato que o Windows 7 ou Office 2010 não receberão mais atualizações, incluindo updates de segurança. Se você é consumidor, não há realmente outra opção a não ser atualizar para o Windows 10. E o mesmo vale para a versão corporativa da plataforma: se o seu PC faz parte de uma licença em grupo do Windows 10 Professional ou Enterprise, associada a um domínio, sua empresa pode estar disposta a pagar à Microsoft um dispositivo por dispositivo taxa para manter o suporte para 2020. Mas essa é uma opção apenas para dispositivos comerciais, não para usuários comuns.

O que fazer quando o suporte ao Windows 7 terminar

Neste ponto, você tem várias opções:

  1. Ignore o prazo, incluindo os avisos pop-up que você provavelmente já recebeu;
  2. Compre uma nova cópia do Windows 10 pelo site da Microsoft;
  3. Espere que ainda haja novas atualizações gratuitas (spoiler: não haverá);
  4. Compre um novo PC com Windows 10 e migre os arquivos existentes para a nova máquina.

Observe que essas opções também se aplicam ao Windows 8.1, cujo suporte termina em 2023.

Opção 1: arrisque a segurança do seu PC

Não recomendamos a primeira opção: ignorar completamente o prazo para o fim do suporte. Essencialmente, pelo menos no que diz respeito à Microsoft, seu PC simplesmente deixará de existir. Software de antivírus, aplicativos, utilitários, jogos e outros softwares de terceiros ainda funcionarão. Mas a Microsoft não atualiza nenhum software de navegador e, se uma vulnerabilidade for descoberta para o Windows 7, ela não será corrigida. Não haverá suporte técnico para o Windows 7. Você está por sua conta.

Uma exceção? O Office. Se você se inscrever no Office 365 e executar o Windows 7, ainda receberá atualizações de segurança do Office 365 pelos próximos três anos, até janeiro de 2023. Mas você não receberá nenhum novo recurso do Office 365, que é um dos motivos para a compra do pacote de aplicativos. O Office 2010 e os novos pacotes autônomos do Office também serão “suportados”, mas apenas se o problema for específico do Office e não com a interação entre o Office e o Windows 7. Nesse caso, não tem muito o que fazer a não ser se atualizar.

Opção 2: comprar uma nova licença do Windows 10

Segundo, você pode atualizar seu PC existente com uma nova licença do Windows 10.

Em um ponto, a atualização para o Windows 10 era tão simples quanto clicar em um botão e se inscrever para a atualização gratuita. Infelizmente, essa janela foi fechada. Isso significa pagar R$ 1.099 pelo Windows 10 Pro ou 330 pelo Windows 10 Home. Isso comprará uma chave USB com o software Windows 10 instalado, que você poderá inserir no seu PC e executar a atualização necessária.

Opção 3: atualize para o Windows 10 gratuitamente

Pode haver uma terceira opção. A Microsoft deu aos usuários do Windows 7 e Windows 8.1 um ano inteiro após o lançamento do Windows 10 (até 31 de julho de 2016) para atualizar para o Windows 10 gratuitamente e, até o final de 2017, para usar uma brecha de assistência para obter acesso. No entanto, a Microsoft aparentemente nunca desligou os servidores de atualização do Windows 10. Portanto, você pode acabar tendo sorte: você pode atualizar do Windows 7 para o Windows 10 gratuitamente.

Se você possui um PC com Windows 7, basta visitar a página de download do Windows 10 e baixar a ferramenta de atualização para o seu PC (você precisará aceitar os termos da licença). O Windows 7 Starter, Home Basic e Home Premium serão atualizados para o Windows 10 Home, enquanto as outras edições do Windows 7 Professional e Ultimate serão substituídas pelo Windows 10 Pro.

Você pode executar uma atualização no local para atualizar para o Windows 10 diretamente no PC ou fazer o download da ferramenta em uma chave USB separada (com pelo menos 8 GB de espaço livre) ou em um CD-R ou DVD regravável. A última opção permitirá que você atualize vários PCs.

Observe que você ainda precisará de uma licença válida do Windows 7 para que a ferramenta funcione. Se por algum motivo o Windows não detectar a licença na máquina, pode ser necessário inseri-la manualmente e desenterrar a chave de licença antiga do Windows 7. Você também pode ter a chave de licença escondida em um adesivo no laptop ou na área de trabalho. A chave do produto deve conter cinco conjuntos de letras e números, formatados da seguinte forma: xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx.

Certifique-se de fazer backup de tudo que você não gostaria de perder: documentos e fotos, no mínimo. Isso significa copiar esses arquivos para um disco rígido de backup, DVD ou nuvem. Este é um cenário “melhor prevenir do que remediar”, já que, por padrão, o Windows preservará os aplicativos, configurações e arquivos quando atualizar seu sistema para o Windows 10. Você também pode fazer backup de seus arquivos no Windows 7 e restaurá-los posteriormente em Windows 10.

Não podemos dizer quanto tempo o processo levará. Do download da ferramenta e dos arquivos necessários, da atualização, e possivelmente do download de outros patches, é uma boa ideia reservar pelo menos uma hora ao processo, ou talvez mais. O processo também será complicado pela rapidez com que a sua conexão de banda larga é realizada e se o seu PC usa um disco rígido comum ou SSD.

Após a conclusão do processo, é hora de verificar o status dos seus arquivos: suas fotos foram preservadas? E seus documentos? Nesse ponto, convém copiar os arquivos dos quais você fez backup, se eles não estiverem lá. Verifique os aplicativos, incluindo programas antivírus, para garantir que as chaves de licença ainda estejam intactas. Também é um bom momento para se familiarizar com a configuração de um novo computador com Windows 10 e como personalizar o seu PC, apenas para ter certeza de que você está aproveitando ao máximo o Windows 10.

Se você estiver atualizando em hardware mais antigo, o Windows 10 poderá ser executado mais lentamente que o Windows 7, apenas devido ao aumento da carga no processador e no disco rígido. Redefinir seu PC pode ajudar: Clique na caixa de pesquisa na barra de tarefas na parte inferior da tela e digite redefinir ou redefinir meu PC. Isso levará você ao menu Recuperação, nas Configurações, onde você poderá reinstalar o Windows novamente. Isso pode ajudar a melhorar o desempenho, mas também levará ainda mais tempo para ser concluído.

Opção quatro: compre um novo PC

A quarta opção é simplesmente comprar um novo PC, com hardware totalmente atualizado. Provavelmente, você estará comprando uma CPU muito mais rápida, um processador gráfico melhor e uma unidade de armazenamento SSD extremamente rápida.

Se nenhuma das opções acima for do seu agrado, quando o Windows 7 sair oficialmente do suporte em 14 de janeiro de 2020, sua máquina estará em risco de ataques de malware que a Microsoft simplesmente não corrigirá. A atitude da companhia em relação à transição variou de lembretes gentis a avisos mais assustadores. No entanto, com o tempo livre que esperamos que você tenha durante as férias e com o prazo final, a hora de migrar do Windows 7 para o Windows 10 é agora.

Relacionadas

Microsoft vai encerrar suporte ao Office 2010. O que fazer?

Veja o que fazer antes do fim do suporte à suite, que se encerra em outubro de 2020

O Windows 10 Mobile morreu: saiba como transferir seus dados para um aparelho Android

Tem um aparelho com o sistema móvel da Microsoft? Então veja como migrar seus arquivos para um aparelho Android

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site