Google premia 15 projetos brasileiros com bolsas de pesquisa

7ª edição do Google LARA aconteceu na última terça-feira (19), em Belo Horizonte

Foto: Caio Carvalho/PCWorld Brasil
http://pcworld.com.br/google-premia-15-projetos-brasileiros-com-bolsas-de-pesquisa/
Clique para copiar

O Google acredita que ciência da computação é um dos principais pilares no desenvolvimento de uma sociedade cada vez mais conectada e acessível para todos. Partindo desse princípio, a companhai realizou na última terça-feira (19) um evento em Belo Horizonte (MG) para anunciar os vencedores da sétima edição do Latin American Research Awards, o LARA, que premia estudantes de toda a América Latina que apresentam projetos baseados em soluções tecnológicas para problemas reais do nosso dia a dia.

Neste ano, foram recebidas 679 inscrições, das quais foram selecionados 25 projetos de cinco países do continente. Todos os ganhadores receberão uma bolsa de pesquisa pelos próximos 12 meses, dividindo o valor de R$ 2 milhões que Google destinou às iniciativas vencedoras. Entre as propostas escolhidas, 15 são do Brasil, 5 da Colômbia, 2 da Argentina, 2 do Chile e 1 do Peru. Segundo o Google, desde o lançamento do LARA em 2013, foram destinados US$ 3 milhões a mais de 120 projetos de universidades de toda a região.

Os projetos, que usam ciência da computação para resolver problemas de interesse social, incluem pesquisas sobre o avanço do câncer de pele, como lidar como pragas nas lavouras, detecção automática de áreas de reprodução do mosquito Aedes Aegypti usando drones, tecnologias para detectar sinais de autismo em crianças e até um algoritmo para combater fake news.

De acordo com Berthier Ribeiro-Neto, diretor de engenharia do Google na América Latina, a gigante das buscas quer incentivar a pesquisa em diversas áreas de interesse, mas principalmente buscar projetos que sejam relevantes aqui no continente latino-americano. Para o executivo, é preciso fortalecer a pesquisa científica com a economia e a sociedade em geral, aumentando o acesso e a circulação do conhecimento. “Estamos muito felizes com os projetos selecionados este ano. Todos eles têm grande potencial para gerar impacto real na vida das pessoas”, completou.

Conheça abaixo os vencedores da 7ª edição do Google LARA.

Argentina

  1. Projeto: Problemas de roteamento sob congestionamento: algoritmos, implementações eficientes e dados reais. Ganhadores: Francisco Soulignac, Gonzalo Lera-Romero
  2. Projeto: Aprendendo modelos causais com a mídia digital. Ganhadores: Ana Gabriela Maguitman, Mariano Maisonnave

Brasil

  1. Projeto: Detecção de eventos adversos em registros eletrônicos de saúde: incidentes de queda e erros de medicação. Ganhadores: Renata Vieira, Henrique Santos
  2. Projeto: Classificação automática e interpretável do eletrocardiograma de 12 derivações . Ganhadores: Wagner Meira Junior, Derick Oliveira. Projeto: Melhorando a classificação do câncer de pele com redes adversariais generativas. Ganhadores: Sandra Avila, Alceu Bissoto
  3. Projeto: MedSimples: uma ferramenta de simplificação automática para maior acessibilidade na comunicação na saúde. Ganhadores: Maria José Finatto, Liana Paraguassu
  4. Projeto: Redução da latência de serviço pelo emprego de veículos aéreos não tripulados como fog nodes. Ganhadores: Nelson Luis Saldanha da Fonseca, Rodrigo Cardoso da Silva
  5. Projeto: Explicações visuais para dados de neuroimagem fMRI. Ganhadores: Felipe Meneguzzi, Laura Tomaz da Silva
  6. Projeto: Detecção automática de áreas de reprodução de Aedes aegypti usando visão computacional e aprendizado de máquina. Ganhadores: Eduardo da Silva, Wesley Passos
  7. Projeto: Redes de árvores distribuídas com auto-ajuste simultâneo. Ganhadores: Olga Goussevskaia, Otavio Augusto Souza
  8. Projeto: Projetando transformações de espaço do Kernel a partir de dados supervisionados. Ganhadores: Rodrigo Mello, Daniel Cestari
  9. Projeto: Combate a notícias falsas por meio da atribuição de autoria e análise de filogenia. Ganhadores: Anderson Rocha, Antonio Theophilo
  10. Projeto: Algoritmos heurísticos para distribuição justa da terra e problemas de distrito. Ganhadores: Marcus Ritt, Alex Gliesch
  11. Projeto: Melhorando a localização da patologia nas radiografias de tórax com supervisão limitada via aprendizado de múltiplas instâncias semi-supervisionado. Ganhadores: Rodrigo Barros, Eduardo Pooch
  12. Projeto: Abordagens de aprendizado de máquina para identificação de vírus em mosquitos Aedes usando pequenos RNAs. Ganhadores: João Trindade Marques, João Paulo Almeida
  13. Projeto: Detecção de pragas por meio de uma rede sem fio de armadilha inteligente. Ganhadores: Paulo Roberto Ferreira Jr., Jean Roberto Antunes
  14. Projeto: Em direção à interpretação e interação de sistemas de policiamento preditivo baseados em aprendizado de máquina. Ganhadores: Nélio Cacho, Adelson Araujo Jr.

Chile

  1. Projeto: Aproveitar dados textuais de espaço-temporais com modelos de redes neurais. Ganhadores: Barbara Poblete, Juglar Diaz
  2. Projeto: Índices práticos e flexíveis em coleções de cadeias repetitivas. Ganhadores: Gonzalo Navarro, Dustin Cobas

Colômbia

  1. Projeto: Modelo de Aprendizado Computacional para a Análise do Fundo Ocular para Apoio ao Diagnóstico Médico. Ganhadores: Fabio Gonzalez, Santiago Toledo-Cortês
  2. Projeto: Modelos computacionais de cooperação em comunidades desfavorecidas Parte 2. Ganhadores: Luis Felipe Giraldo Trujillo, Gilberto Jose Diaz Garcia
  3. Projeto: Detecção de nódulos pulmonares e previsão de malignidade usando redes neurais multimodais. Ganhadores: Pablo Arbelaez, Laura Daza
  4. Projeto: Habilitando tarefas de engenharia de software automatizadas para aplicativos móveis de fonte fechada. Ganhadores: Mario Linares-Vásquez, Camilo Escobar-Velásquez
  5. Projeto: Em direção a uma auscultação inteligente e assistida por computador em larga escala para instalações remotas de atenção primária (extensão do projeto de doutorado no 3º ano). Ganhadores: Winston Percybrooks, Pedro Narvaez

Peru

  1. Projeto: Uma abordagem econômica para o diagnóstico de autismo em crianças em ambientes com poucos recursos, combinando preferência de olhar, pupilometria e reconhecimento de gestos emocionais, realizada em um dispositivo de computação portátil usando aprendizado de máquina/visão computacional. Ganhadores: Mirko Zimic, Macarena Vittet

Caio Carvalho viajou para Belo Horizonte a convite do Google Brasil.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site