HBO Max ganha direitos para transmitir animações do Studio Ghibli

É a primeira vez que o estúdio japonês disponibiliza seus títulos para uma plataforma de streaming

Foto: Divulgação
http://pcworld.com.br/hbo-max-ganha-direitos-para-transmitir-animacoes-do-studio-ghibli/
Clique para copiar

A partir de 2020, todo o catálogo de produções do prestigiado Studio Ghibli será transmitido exclusivamente no HBO Max, o serviço de streaming da Warner. Títulos como Meu Amigo Totoro, O Serviço de Entregas da Kiki e A Viagem de Chihiro estarão disponíveis desde a estreia da plataforma.

O anúncio acontece menos de uma semana após notícia veiculada pelo site Polygon, que informou que as animações do estúdio não seriam transmitidas em nenhum serviço de streaming, já que a GKids, empresa que distribui os filmes do Ghibli na América do Norte, afirmou que “não disponibiliza seus filmes digitalmente, seja para download ou streaming, em qualquer lugar do mundo”. Não à toa, a conquista da Warner é inédita.

Até então, para assistir aos longas de forma legal era necessário comprar em DVD/Blu-ray ou participar de sessões esporádicas promovidas por redes de cinema – mas isso mudou. Koji Hoshino, presidente do Studio Ghibli, disse em comunicado à imprensa que o HBO Max é uma “casa ideal para nossos filmes” porque visa disponibilizar apenas conteúdo premium.

Para garantir os direitos devidos, a WarnerMedia gastou uma quantia substancial: ser a única plataforma a transmitir alguns dos animes mais prestigiados de todos os tempos não é uma tarefa fácil. Além disso, outros títulos importantes, como Friends, The Big Bang Theory e The West Wing, também farão parte do catálogo.

A previsão é de que a plataforma seja lançada em abril de 2020, nos Estados Unidos, por cerca de US$ 16 (aproximadamente R$ 66). “Após o lançamento do serviço nesta primavera, os fãs do Ghibli poderão desfrutar de seus favoritos e se aprofundar na biblioteca, enquanto um público totalmente novo poderá descobrir nossos filmes pela primeira vez”, comemorou Hoshino.

Contudo, não se sabe quando o serviço chegará ao Brasil e quanto custará.

Fonte: The Verge

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site