Malwares para Mac OS estão em alta, aponta pesquisa

Aumento de ataques desmascara ainda mais o mito de que Macs são imunes

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/malwares-para-mac-os-estao-em-alta-aponta-pesquisa/
Clique para copiar

É comum ouvirmos dizer que dispositivos da Apple são imunes à vírus, mas esse mito já caiu por terra há um bom tempo. No entanto, um novo dado está aí para corroborar ainda mais este fato: duas variantes de malwares aparecem na lista da WatchGuard Top 10 Malwares do primeiro trimestre de 2019.

O Internet Security Report da WatchGuard ajuda a fornecer as melhores práticas de inteligência de ameaças, e a informação do relatório reforça a importância da proteção contra ameaças também para os sistemas da Maçã, uma vez que muitos usuários sentem-se seguros demais com o Mac OS e deixam medidas básicas de segurança de lado.

Além dos dados sobre dispositivos da Apple, a pesquisa também apontou outras descobertas para o primeiro trimestre do ano. Dentre elas, estão o crescimento significativo de web applications exploits; aumento do malware fileless; e disparo de 73% do malware Mimikatz, que continua a ser a ameaça número um, representando 20,6% de todos os malwares encontrados no trimestre.

“As principais descobertas deste último relatório ilustram a importância das proteções de segurança em camadas, considerando o cenário atual de ameaças avançadas”, diz Corey Nachreiner, CTO – Chief Technology Officer da WatchGuard Technologies. “Seja a filtragem nível de DNS para bloquear conexões com sites maliciosos e tentativas de phishing, serviços de prevenção à intrusão para afastar ataques de aplicativos Web ou autenticação de multifator para evitar ataques que usam credenciais comprometidas”.

O Internet Security Report da WatchGuard se baseia nos dados coletados no Firebox Feed de um subconjunto de appliances ativos do WatchGuard UTM, cujos proprietários optaram pelo compartilhamento de dados para apoiar nos esforços de pesquisa do laboratório de ameaças.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site