Marcos Pontes tenta arrecadar R$ 332 milhões para pagar bolsas do CNPq

A investida do ministro é para não deixar que os bolsistas fiquem sem os valores em suas contas

Foto: Marcio Nascimento/MCTIC/Divulgação
http://pcworld.com.br/marcos-pontes-tenta-arrecadar-r-332-milhoes-para-pagar-bolsas-do-cnpq/
Clique para copiar

Desde o início do novo governo, foram revelados cortes em relação a instituições e programas educacionais. Por exemplo, as bolsas de pesquisas científicas estavam ameaçadas e, assim, os estudantes envolvidos não receberiam mais dinheiro para realizar pesquisas. Os valores originalmente seriam entregues apenas até setembro. Contudo, Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, revelou ter conseguido mais de R$ 82 milhões para aplicação nas bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Assim, o valor garantirá mais um mês de pesquisas.

O ministro ainda pretende arrecadar outros R$ 250 milhões para conseguir fechar o valor das bolsas até o fim do ano. Apesar disso, também é necessário que o Ministério da Economia aprove o valor para que as bolsas sejam liberadas aos bolsistas.

“O orçamento chegaria até setembro, e isso que exatamente aconteceu. Dia 5 pagamos a última parcela que temos aos nossos bolsistas, com quem temos contratos estabelecidos. Para o mês que vem a alternativa que estou tentando com a Economia é transferir R$ 83 milhões do fomento do CNPq para as bolsas do CNPq, o que conseguiria pagar o mês. Ainda faltam outros meses. Faltariam mais R$ 250 milhões”, disse Pontes.

De acordo com o ministro, há a possibilidade de arrecadar o dinheiro por meio de dividendos de bancos, uma alternativa estudada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Os outros R$ 250 milhões podem ser recursos da Lava-Jato, mas antes de tudo é necessário aguardar a aprovação do Ministério da Economia.

Outra notícia é que as bolsas do ano que vem já foram garantidas, pelo menos é o que o ministro afirmou. O Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) de 2019 inclui o valor das bolsas, diferente do ano passado, que não tinha a previsão completa.

Fonte: O Globo

Relacionadas

Verba para bolsas do CNPq acabará em setembro, diz Marcos Pontes

Ministro defende seu pleito como sendo um investimento para o Brasil

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site