Site terá dados sobre violações de direitos de pessoas com HIV/Aids

Por Redação do IDG Now!*
26/01/2007 - 15h10 - Atualizada em 05/02/2007 - 15h59
Dados estarão disponíveis para consulta, que poderá ser feita por quantidade de casos, tipo e local de ocorrência

Dados estarão disponíveis para consulta, que poderá ser feita por quantidade de casos, tipo e local de ocorrência

O Ministério da Saúde lançou na quinta-feira (25/01) o "Banco de dados de violações de direitos humanos e HIV/Aids", durante o Seminário Nacional de Direitos Humanos e HIV/Aids, que termina nesta sexta-feira, em Brasília (DF).

O sistema permitirá o cadastro de denúncias sobre violação de direitos de pessoas que vivem com HIV ou Aids e será realizado por instituições que acompanham os casos, sendo garantido o anonimato das vítimas.

O banco de dados servirá como instrumento de planejamento das ações do Programa Nacional de DST e Aids relacionadas aos direitos humanos. O intuito é contribuir para a estruturação de políticas públicas de combate à violação de direitos, violência, estigma, discriminação e preconceito vinculados à epidemia.

Os dados estarão disponíveis para consulta, que poderá ser feita por quantidade de casos, tipo e local de ocorrência. Instituições que desenvolvem projetos de assessoria jurídica, Fóruns de ONG/Aids e movimento sociais nacionais que são parceiras do Ministério da saúde na iniciativa.

O lançamento do banco de dados faz parte de uma das dez prioridades do Programa Nacional de DST e Aids para 2007, que é a promoção dos direitos humanos de populações vulneráveis, o combate à homofobia e outras formas de discriminação por orientação sexual e identidade de gênero.

Em 2006, o Ministério da Saúde investiu 1,3 milhão de reais em projetos de assessoria jurídica voltados para pessoas que vivem com HIV/Aids. Foram aprovadas 48 propostas de todas as regiões do Brasil.

*Com informações do Ministério da Saúde.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado