Intel completa desenvolvimento de versão de 64-Bit do Android para smartphones x86

Agam Shah
10/01/2014 - 14h00 - Atualizada em 10/01/2014 - 14h01
Agora fabricantes já podem instalar o sistema em seus aparelhos, e desenvolvedores começar a otimizar seus aplicativos.

A Intel anunciou que concluiu o desenvolvimento de uma versão de 64-Bit do sistema operacional Android para processadores x86. Com isso, o software está pronto para ser usado em smartphones baseados no processador Merrifield, um Atom de 64-Bit, que devem chegar ao mercado neste ano.

Mas a versão de 64-Bit do Android pode chegar antes aos tablets. Segundo a empresa aparelhos baseados em um processador Atom de codinome Bay Trail estarão disponíveis na primeira metade deste ano. A expectativa é de que os aparelhos custem, no exterior, a partir de US$ 150.

Com o desenvolvimento completo, os fabricantes podem começar a integrar suas próprias interfaces ao sistema e adaptá-lo aos seus aparelhos. A Intel espera que os desenvolvedores criem aplicativos otimizados para aparelhos com processadores Atom e um sistema de 64-Bit.

Mais detalhes sobre a versão de 64-Bit do Android e o processador Merrifield, que foi projetado para uso em smartphones topo de linha, devem ser divulgados pela Intel durante o Mobile World Congress em Barcelona, em Fevereiro. A empresa não falou sobre smartphones durante a CES, onde focou em tablets, híbridos e wearables, eletrônicos projetados para uso junto ao corpo.

Foi a Apple que iniciou a corrida pelos 64-Bit em smartphones com o lançamento do iPhone 5S e seu processador A7, um ARM baseado em um projeto próprio, em Setembro passado. A maioria dos smartphones e tablets no mercado usa processadores ARM de 32 Bits. Uma das vantagens da nova tecnologia é a capacidade de trabalhar com mais de 4 GB de RAM, algo desejável à medida em que os dispositivos móveis ocupam cada vez mais o papel dos PCs convencionais.

A Intel vem tentando abrir espaço no mercado de smartphones, e adotou o Android como o sistema operacional favorito para aparelhos baseados em seus chips,. Uma versão de 64-Bit pode lhe dar uma vantagem sobre rivais como a Qualcomm e STMicroElectronics, que já anunciaram processadores ARM de 64-Bit, e a Samsung, que não está muito longe disso. 

O processador Merrifield será produzido em um processo de 22 nanômetros. Em Novembro a Intel atualizou seu “roadmap” de futuros produtos e incluiu nele novos processadores para smartphones que devem chegar ao mercado na segunda metade deste ano.

Na CES a empresa disse que tablets baseados no processador Bay Trail rodando uma versão de 64-Bit do Windows 8.1, estarão disponíveis no primeiro trimestre deste ano. Já os tablets equipados com processadores da família Haswell rodam nativamente a mesma versão de 64-Bit do Windows usada em PCs desktop e notebooks.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

O Guia do Chief Digital Officer para a transformação digital

Neste guia confira importantes etapas para a transformação digital de sua empresa e o papel das APIs neste processo.

API360: O modelo completo de estratégia de API para empresas

APIs são componentes cruciais para impulsionar as iniciativas digitais de sua empresa. Acesse este material e veja como gerenciar e criar uma estratégia de API de sucesso.

Como viabilizar e proteger minha empresa na nova economia dos aplicativos?

Oferecer aplicações seguras, gerenciar o volume de informações, gerenciar a identidade de usuários e proteger dados confidenciais são desafios da economia dos aplicativos. Acesse este white paper e veja como impulsionar seus negócios nesta nova era.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado