Intel completa desenvolvimento de versão de 64-Bit do Android para smartphones x86

Agam Shah
10/01/2014 - 14h00 - Atualizada em 10/01/2014 - 14h01
Agora fabricantes já podem instalar o sistema em seus aparelhos, e desenvolvedores começar a otimizar seus aplicativos.

A Intel anunciou que concluiu o desenvolvimento de uma versão de 64-Bit do sistema operacional Android para processadores x86. Com isso, o software está pronto para ser usado em smartphones baseados no processador Merrifield, um Atom de 64-Bit, que devem chegar ao mercado neste ano.

Mas a versão de 64-Bit do Android pode chegar antes aos tablets. Segundo a empresa aparelhos baseados em um processador Atom de codinome Bay Trail estarão disponíveis na primeira metade deste ano. A expectativa é de que os aparelhos custem, no exterior, a partir de US$ 150.

Com o desenvolvimento completo, os fabricantes podem começar a integrar suas próprias interfaces ao sistema e adaptá-lo aos seus aparelhos. A Intel espera que os desenvolvedores criem aplicativos otimizados para aparelhos com processadores Atom e um sistema de 64-Bit.

Mais detalhes sobre a versão de 64-Bit do Android e o processador Merrifield, que foi projetado para uso em smartphones topo de linha, devem ser divulgados pela Intel durante o Mobile World Congress em Barcelona, em Fevereiro. A empresa não falou sobre smartphones durante a CES, onde focou em tablets, híbridos e wearables, eletrônicos projetados para uso junto ao corpo.

Foi a Apple que iniciou a corrida pelos 64-Bit em smartphones com o lançamento do iPhone 5S e seu processador A7, um ARM baseado em um projeto próprio, em Setembro passado. A maioria dos smartphones e tablets no mercado usa processadores ARM de 32 Bits. Uma das vantagens da nova tecnologia é a capacidade de trabalhar com mais de 4 GB de RAM, algo desejável à medida em que os dispositivos móveis ocupam cada vez mais o papel dos PCs convencionais.

A Intel vem tentando abrir espaço no mercado de smartphones, e adotou o Android como o sistema operacional favorito para aparelhos baseados em seus chips,. Uma versão de 64-Bit pode lhe dar uma vantagem sobre rivais como a Qualcomm e STMicroElectronics, que já anunciaram processadores ARM de 64-Bit, e a Samsung, que não está muito longe disso. 

O processador Merrifield será produzido em um processo de 22 nanômetros. Em Novembro a Intel atualizou seu “roadmap” de futuros produtos e incluiu nele novos processadores para smartphones que devem chegar ao mercado na segunda metade deste ano.

Na CES a empresa disse que tablets baseados no processador Bay Trail rodando uma versão de 64-Bit do Windows 8.1, estarão disponíveis no primeiro trimestre deste ano. Já os tablets equipados com processadores da família Haswell rodam nativamente a mesma versão de 64-Bit do Windows usada em PCs desktop e notebooks.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

A Economia dos Aplicativos já é realidade - A sua abordagem de monitoramento da TI já está preparada?

Tenha um monitoramento ágil de sua infraestrutura de TI para obter velocidade em suas operações e respostas rápidas às demandas dos clientes

6 requisitos fundamentais para obter sucesso na Economia dos Aplicativos

Este white paper oferece uma visão geral dos principais requisitos que devem ser atendidos para que as equipes de TI possam estabelecer um monitoramento proativo eficaz e obter sucesso na economia dos aplicativos.

5 passos para adotar um monitoramento ágil da infraestrutura de TI em um mundo orientado para o cliente

Acesse este ebook e confira 5 passos necessários para adotar um monitoramento ágil de sua infraestrutura de TI.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado