Estudo aponta que Xbox One e PS4 consomem energia demais sem necessidade

Mark Hachman, PCWorld EUA
19 de maio de 2014 às 07h00
Consumo é de duas a três vezes maior que os últimos modelos de seus antecessores. Para reproduzir vídeo em HD via streaming o Xbox One consome 36 vezes mais que uma Apple TV.

Segundo um estudo publicado na última sexta-feira pela Natural Resources Defense Council (NRDC, Conselho para Defesa dos Recursos Naturais), uma organização norte-americana sem fins lucrativos, tanto o Xbox One quanto o PlayStation 4 consomem de duas a três vezes mais energia do que seus antecessores, e a maior parte disso simplesmente esperando por algo para fazer.

O consumo do Xbox One, da Microsoft, foi especialmente chocante, chegando a 289 kilowatt-hora por ano, contra os 70 kWh/ano consumidos pelo modelo mais recente do Xbox 360. O Wii U, da Nintendo, foi o único console que nadou contra a corrente, com um consumo de 37 Kwh/ano contra os 40 kWh/ano do Wii. O estudo do NRDC também aponta que o sistema de recarga dos controles via USB usado no PlayStation 4 da Sony é muito ineficiente.

XboxPS4_Consumo_Anual-580px

Somando tudo, a energia consumidora pela base instalada dos três consoles modernos irá custar aos consumidores norte-americanos US$ 1 bilhão neste ano, e segundo a estimativa do NRDC seria o suficiente para iluminar todas as casas de Houston, a quarta-maior cidade dos EUA com mais de 2 milhões de habitantes.

“A maior parte desta energia será consumida no meio da noite, quando o console está em espera (standby) mas ainda atento a comandos de voz, como o Xbox One, ou usando mais energia do que o necessário para manter as portas USB ativas, como o PS4”, disse o NRDC.

E se você quiser usar o Xbox One para assistir a um filme? Não faça isso. Uma Apple TV consome cerca de 2 watts para reproduzir um filme em HD via Streaming, enquanto um Xbox One consome 72 Watts e o PlayStation 4 89 Watts, de acordo com os testes do NRDC.

XboxPS4_Consumo_Streaming-580px

Outro golpe contra o Xbox One

Mas foi o Xbox One o alvo da maior parte da ira do NRDC. Simplesmente usá-lo para controlar uma TV adiciona 72 Watts ao consumo tradicional. “Você realmente quer um controle remoto de 72 Watts, quando um controle remoto convencional a pilhas consome menos de 1 Watt?”, disse Pierre Delforge, diretor de eficiência energética para o setor de alta tecnologia no NRDC.

“Quase a metade do consumo anual de energia do Xbox One é no modo “connected standby”, quando o console consome continuamente mais de 15 Watts enquanto espera o usuário dizer “Xbox On” mesmo no meio da noite ou quando não há ninguém em casa”, escreveu Delforge. “Se isso não mudar e todos os Xbox 360 em uso forem substituídos por Xbox One, só este recurso seria responsável por mais de US$ 400 milhões anuais em contas de energia e o consumo equivalente à produção anual de uma usina elétrica de 750 megawatt - e toda a poluição associada”. 

Segundo o NRDC a Microsoft deveria reduzir o consumo de energia do Xbox One quando no modo Connected Standby e permitir que os usuários optem por não usar os comandos de voz. Da mesma forma a organização recomenda que a Microsoft desligue o restante do console quando no modo TV. A Sony, por sua vez, deveria desligar as portas USB quando elas não estão em uso. E ambos os consoles deveriam otimizar o consumo durante a reprodução de vídeo.

A Microsoft direcionou nossas perguntas sobre o estudo à Entertainment Software Association (ESA), que emitiu este comunicado:

“Ainda não tivemos a chance de analisar o relatório do NRDC, então não podemos responder especificamente aos resultados publicados”, disse a ESA. “Todos os três fabricantes de consoles vem há muito demonstrando um compromisso com a redução no consumo de energia, o que fica evidente pelo fato de que os consoles se tornam cada vez mais eficientes ao longo da vida de uma geração, que os primeiros modelos desta nova geração consomem menos energia, em todos os modos de operação, que os modelos de lançamento da geração anterior, apesar de adicionar uma variedade de novos recursos.

Vamos deixar aqui uma recomendação nossa: parece claro que o recurso de “Horário de Silêncio” do Windows Phone 8.1 pode ser adaptado para o Xbox One. Basta permitir que os usuários definam um horário durante o qual o console deve entrar em um modo de baixo consumo. E se um insone entrar na sala de estar às 3 da manhã, deixe que ele espere um minuto ou dois até que o console acorde. Ou então use o Windows Phone do usuário para detectar quanto ele está trabalhando e então colocar o console para dormir.

O Wii U foi o único console que se saiu bem no relatório, recebendo elogios por melhorar a qualidade gráfica enquanto reduz o consumo.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

O que é transformação digital?

A quarta onda de mudanças disruptivas nos negócios já se estabeleceu na América Latina. Durante o último ano, ouviu-se repetidamente as palavras “modernização”, “disrupção” e “inovação”. Mas afinal como estes conceitos realmente impactam os negócios? Sua empresa já iniciou o processo de transformação digital? Acesse este white paper e se aprofunde sobre o conceito.

Entenda como ter ganhos financeiros ao ter controle de seu parque de impressão

Em um momento econômico de retomada, as empresas que priorizaram o crescimento mesmo em um cenário adverso, buscaram parceiros em diversos setores que suportassem e apoiassem este movimento. A Le Biscuit encontrou na Simpress, empresa líder no mercado de outsourcing de impressão, o parceiro ideal para auxiliá-los na otimização de custos e processos neste segmento. Acesse o case e veja em mais detalhes como a Le Biscuit obteve controle de seu parque de impressão reduzindo seus custos e aumentado sua eficiência.

5 vantagens da clonagem de banco de dados para a criação de ambientes de teste

Em todos os projetos que envolvem a criação de ambientes de desenvolvimento e homologação existem desafios de tempo e custo operacional. Confira neste white paper 5 vantagens da clonagem de banco de dados e os benefícios que a solução DBClone pode oferecer para acelerar a criação de ambientes de desenvolvimento.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado