Google lança tablet de 7” equipado com processador Tegra K1 e visão 3D

Florence Ion, Greenbot
05/06/2014 - 18h23 - Atualizada em 05/06/2014 - 18h25
Aparelho é um kit de desenvolvimento do “Project Tango”, que visa criar gadgets capazes de mapear e melhor compreender o espaço ao seu redor.

Desenvolvedores, se vocês tem US$ 1.024 sobrando, podem entrar na lista para comprar um kit de desenvolvimento do Project Tango, da Google. O Kit é baseado em um tablet com tela de 7” e equipado com um processador quad-core Nvidia Tegra K1, um dos poucos produtos a usar o chip desde que ele foi anunciado na CES no início deste ano.

Note que esta é a versão do K1 com quatro núcleos Cortex A-15, e não a com dois núcleos “Project Denver” de 64 Bits. Esta versão ainda não está no mercado.

O aparelho também tem 4 GB de RAM, 128 GB de memória interna, uma câmera frontal com ângulo de visão de 120 graus e capaz de rastrear movimentos, um sensor de profundidade integrado, LTE e roda o Android 4.4 KitKat. Interessados podem se inscrever e serão notificados quando o tablet estiver disponível, ainda neste ano.

Para quem não conhece, o Project Tango é liderado Grupo de Tecnologia e Projetos Avançados (ATAP, Advanced Technology and Projects) da Google. Seu objetivo é fornecer “recursos únicos de sensoreamento” que permitirão aos desenvolvedores “criar novas experiências de uso que não são possíveis em outros dispositivos móveis”. Os aparelhos associados ao projeto serão capazes de rastrear movimento em um espaço tridimensional e criar um modelo tridimensional do espaço ao seu redor, daí a necessidade de componentes poderosos.

Este é o segundo aparelho associado ao Project Tango. Anteriormente a Google distribuiu 200 smartphones a desenvolvedores interessados em criar ferramentas de mapeamento, jogos e algoritmos que tirem proveito dos variados sensores no aparelho. A disponibilidade do novo tablet poderá encorajar mais desenvolvedores a expandir as possibilidades do projeto.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

10 principais tendências de Business Intelligence para 2017

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado