Intel lança segunda geração da placa Galileo para comunidade "maker"

Da Redação
23/07/2014 - 17h37 - Atualizada em 23/07/2014 - 18h01
A placa é a primeira compatível com Arduino e equipada com Intel® Quark SoC X1000, tecnologia para a Internet das Coisas e computação vestível

Notícias Relacionadas

A Intel anunciou hoje a nova versão da placa Galileo, um “single board computer” (computador em uma única placa) compatível com Arduino*, baseada em sua arquitetura. A nova Intel® Galileo Gen 2 foi criada para uso de desenvolvedores, estudantes, professores e entusiastas de tecnologia e é equipada com um system-on-a-chip da família Quark, de produtos com baixo consumo e núcleos pequenos.

A primeira versão da placa Intel® Galileo foi anunciada na Maker Faire 2013 evento que reúne entusiastas de tecnologia e inventores de todas as idades. Ela pertence a uma família de prototipagem e desenvolvimento de plataformas versáteis, concebidas para oferecer facilidade de programação para desenvolvedores iniciantes, artistas e uma comunidade de entusiastas que desenvolve suas próprias soluções de hardware, de robôs e monitores de saúde a sistemas de media center.

A Intel® Galileo Gen 2 combina a possibilidade de desenvolvimento para soluções simplificadas com o poder de um processador Intel® Quark™ SoC X1000. Para programação, o usuário usa o ambiente de desenvolvimento da Arduino, com a qual a Intel fechou parceria para a Galileo, e Linux*.

galileo_vs_galileo2

Diversas melhorias foram aplicadas na nova placa, considerando o feedback da comunidade ativa de usuários. Agora a Galileo tem melhor desempenho GPIO; sinalização PWM mais precisa, para um melhor controle motor; uma variedade de novas interfaces de entrada/saída, para conexões mais fáceis. E para os usuários que procuram expandir as suas capacidades ainda mais, a placa é compatível com Power-over-Ethernet.

No lançamento da Galileo, Mike Bell, vice-presidente e gerente geral do grupo de novos dispositivos na Intel, destacou o interesse da empresa em ampliar o contato com a comunidade maker e descobrir oportunidades de negócio nos mercados de “dispositivos vestíveis” e “internet das coisas”. "As pessoas querem ser capazes de usar nossos processadores para fazer coisas criativas”, disse Bell. “Todos os produtos mais legais estão vindo da comunidade maker”.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

10 principais tendências de Business Intelligence para 2017

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado