BlackBerry quer renascer em 2016 com aposta em smartphones Android

PC World / EUA
07/01/2016 - 15h33 - Atualizada em 07/01/2016 - 15h45
Empresa vai trocar o seu sistema BlackBerry 10 pela plataforma do Google neste ano em uma tentativa de voltar a ser relevante (e lucrativa) no mercado móvel.

A BlackBerry espera lançar pelo menos um – e talvez dois – novos smartphones em 2016. Mas nenhum deles vai rodar o próprio sistema da empresa, o BlackBerry 10. Em vez disso, o CEO John Chen diz que a empresa canadense vai focar em produzir novos aparelhos Android nos próximos 12 meses, segundo entrevista concedida à CNET durante a CES 2016, em Las Vegas.

Depois que a BlackBerry lançou o seu primeiro smartphone Android – o Priv – em novembro do ano passado, parecia ser uma questão de tempo antes de a empresa abandonar o BlackBerry 10.

No entanto, os comentários de Chen não significam necessariamente uma sentença de morte para o BB10. O executivo disse à CNET que espera que a qualidade dos aparelhos Android da empresa, como o Priv e os lançamento de 2016, aumentem o peso da marca BlackBerry no mercado atual.

Caso isso aconteça, a BlackBerry pode ter um negócio forte o bastante para poder apostar no BlackBerry 10 mais uma vez. 

A história por trás da história: em outubro, Chen deixou que 2016 seria o ano do “vai ou racha” para a divisão de aparelhos móveis da BlackBerry. Caso a companhia não consiga tornar o segmento lucrativo novamente, é muito provável que abandone a área.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado