PC em forma de pendrive da Intel fica mais caro e ganha chip Core M

PC World / EUA
07/01/2016 - 15h19 - Atualizada em 12/12/2016 - 19h02
Fabricante de processadores anunciou a nova versão do Compute Stick rodando Windows 10. Dispositivo vai custar entre US$400 e US$500 nos EUA.

Os novos modelos dos computadores em forma de pendrive Compute Stick, da Intel, ficaram mais rápidos e sofisticados, mas também mais caros.

Dois novos Cumpute Stick – que podem ser conectados em TVs ou monitores – “entram em produção” no próximo mês com os processadores de sexta geração Core M3 e M5. Esses chips também estão presentes em alguns dos laptops e híbridos novos apresentados nesta semana durante a CES 2016.

O Compute Stick com o Core M3-6Y30 vai custar 400 dólares com Windows 10. Uma versão com Core M5-6Y57 vPro vai sair por 500 dólares e terá o sistema da Microsoft.

Os aparelhos contam com 802.11ac Wi-Fi, 64GB de armazenamento, 4GB de RAM e três entradas USB.

A Intel também anunciou um Compute Stick de baixo custo por 159 dólares. O aparelho terá chip Atom x5-Z8300, 32GB de armazenamento, 2GB de RAM, 802.11ac Wi-Fi, duas entradas USB e Windows 10.

Com esses preços mais altos, a Intel parece estar focando o mercado corporativo, especialmente com o modelo com o chip Core M5 vPro.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Dados Corporativos no Brasil – Mais Em Risco Do Que Nunca

Em pesquisa realizada com profissionais de segurança de TI, foi possível identificar os desafios que as empresas enfrentam para proteger seus dados. Este relatório apresenta as razões estimadas pelas empresas entrevistadas sobre os gastos com seguraça em 2017, a visão da empresa em relação a adesão de novas tecnologias versus a vulnerabilidade de segurança que podem ter e mostra como as organizações enxergam o uso da tecnologia de criptografia para a proteção de seus dados e dos ambientes tecnológicos emergentes.

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado