Falha Stagefright volta para assombar milhões de aparelhos Android

IDG News Service
18 de março de 2016 às 14h48
Especialistas em segurança continuam a encontrar problemas na biblioteca de multimídia do Android, a Stagefright

Milhões de aparelhos Android se encontram novamente vulneráveis depois que pesquisadores descobriram uma nova forma de explorar uma antiga vulnerabilidade que já havia sido reparada anteriormente pelo Google.

A NorthBit, empresa de segurança baseada em Israel, publicou um artigo descrevendo a “Metaphor”, um apelido para a nova brecha encontrada no Stagefright, biblioteca multimídia do Android.

O ataque tem efeito em aparelhos que rodam versões desde a 2.2 a 4.0 e 5.0 e 5.1, disse a companhia.

Segundo a empresa NorthBit, o ataque funciona “melhor” nos aparelhos Nexus 5 do Google e com algumas modificações para o HTC One, G3 da LG e Samsung S5.

O ataque é uma extensão de outros desenvolvidos para o CVE-2015-3864, uma vulnerabilidade de execução de código remoto que o Google já havia reparado duas vezes.

A companhia de segurança Zimperium encontrou as primeiras falhas no Stagefright no início de 2015, quando milhões de dispositivos foram afetados. Desde então, o Google tem direcionado repetidamente patches para as brechas no Stagefright que analistas continuaram a encontrar. 

A NorthBit publicou um video onde mostrava um ataque bem sucedido, que exige um pouco de conhecimento em engenharia social. A vítima é levada a clicar em um link e a permanecer em uma página específica da Web por algum tempo enquanto o exploit roda. Pode levar desde apenas alguns segundos a dois minutos para o exploit terminar o seu trabalho.

No vídeo, a vítima que usa um Nexus 6, abre um link que a direciona para uma página com fotos de gatos, enquanto o NorthBit mostra a atuação do exploit. 

A companhia estima que cerca de 235 mil aparelhos Android rodam as versões 5.0 e 5.1 e cerca de 40 milhões rodam a versão 2.2.

Chris Eng, vice-presidente de pesquisa na Veracode, disse que é provável que o Google resolva a questão rapidamente. Mas a distribuição dos patches do Stagefright tem sido irregulares.

“Reparar vulnerabilidades de aplicações é especialmente desafiador para a comunidade Android com um número de diferentes fabricantes e operadoras encarregadas com a responsabilidade de direcionar os reparos para os dispositivos”, disse Eng.

O Google não foi encontrado imeditamente para comentar o assunto.

 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

A Economia dos Aplicativos já é realidade - A sua abordagem de monitoramento da TI já está preparada?

Tenha um monitoramento ágil de sua infraestrutura de TI para obter velocidade em suas operações e respostas rápidas às demandas dos clientes

6 requisitos fundamentais para obter sucesso na Economia dos Aplicativos

Este white paper oferece uma visão geral dos principais requisitos que devem ser atendidos para que as equipes de TI possam estabelecer um monitoramento proativo eficaz e obter sucesso na economia dos aplicativos.

5 passos para adotar um monitoramento ágil da infraestrutura de TI em um mundo orientado para o cliente

Acesse este ebook e confira 5 passos necessários para adotar um monitoramento ágil de sua infraestrutura de TI.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado