Mozilla segue rivais e Firefox começa a bloquear Flash em agosto

PC World / EUA
21 de julho de 2016 às 17h28
Após iniciativas parecidas do Chrome, Safari e Edge, Mozilla decidiu fazer o mesmo com o seu browser, que fechará ainda mais as portas para a linguagem em 2017.

Seguindo os passos de outros navegadores conhecidos, como Chrome, Safari e Edge, o Firefox está tomando medidas para reduzir drasticamente o uso do Adobe Flash no futuro próximo.

A Mozilla anunciou recentemente que o Firefox vai “bloquear determinados conteúdos em Flash que não são essenciais para a experiência do usuário”. Em outras palavras, publicidade e qualquer operação por trás das câmeras que use o Flash.

A empresa afirma que bloquear esse uso não essencial do Flash deve diminuir os travamentos e problemas com o navegador em até 10%.

O conteúdo bloqueado inicialmente será restrito a uma lista específica que a Mozilla disponibilizou no Github, com planos de adicionar mais alvos de bloqueio com o tempo.

Em 2017, o Firefox tornará todo conteúdo Flash “clique para reproduzir” por padrão. Ou seja, nenhum conteúdo Flash será iniciado automaticamente quando você abrir uma aba, incluindo vídeos e games. Será preciso autorizar manualmente o início desse conteúdo.

Por que isso importa

O Flash já foi um elemento crucial da web há algum tempo. Hoje em dia, no entanto, a maioria das funcionalidades, se não todas, podem ser substituídas por tecnologias web nativas como HTML5.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado