Para conferir em 2017: as 10 tendências e tecnologias quentes em PCs

PC World / EUA
02/01/2017 - 08h00 - Atualizada em 05/01/2017 - 06h48
Destaques do ano vão ficam com Realidade virtual, SSD mais caro, assistentes virtuais ativadas por voz, 4K e HDR e disputa entre AMD e Intel

Apesar de alguns críticos gostarem de apontar os PCs como dinossauros, os laptops e os desktops ficaram mais rápidos e inteligentes e até mais bonitos. Para cada “tela azul da morte”, há muitas e muitas melhorias tecnológicas impulsionando os PCs para a era da realidade virtual, vídeo 4K e conectividade 5G.

Confira abaixo 10 tendências e tecnologias de PCs para ficar de olho em 2017.

PCs VR na sua cabeça

Aparelhos de realidade virtual (VR) estão disponíveis em muitos novos tamanhos e formatos, com alguns deles atuando essencialmente como PCs que cabem na sua cabeça. Dell, Asus, Acer, Lenovo e HP vão lançar headsets de realista mista, que permitirão aos usuários interagir com objetos em 3D que aparecem como imagens flutuantes se sobrepondo sobre o segundo plano da vida real.  

Os aparelhos fornecerão um novo nível de interação entre seres humanos e computadores, tornando mais divertido do que nunca o processo de criar objetos 3D, jogar games, assistir a filmes e realizar chamadas interativas com o Skype. Esses “computadores holográficos”, como estão sendo chamados, terão chips Intel, GPU integrada e provavelmente uma câmera RealSense 3D para identificar objetos, medir distâncias e fornecer novas perspectivas sobre os arredores.

Preços do armazenamento vão subir

Os precos dos SSDs (drives de estado sólido) estão subindo por conta da falta de componentes, e isso pode ter um impacto nos preços de laptops, computadores 2 em 1 e armazenamento. O Dell XPS 13, com chips Intel Kaby Lake e 512GB de SSD, por exemplo, não está disponível no momento. Outros laptops com SSDs de 512GB estão com os preços muito altos. A maioria das fabricantes de PCs está oferecendo SSDs de 128GB ou 256GB por padrão nas máquinas. Por isso, escolha seu armazenamento de maneira sábia, uma vez que não é fácil abrir um 2 em 1 ultrafino para trocar o SSD.

Fale com o seu PC

A disputa entre os assistentes ativados por voz da Apple, Amazon e  Google pode ficar mais interessante no ano que vem. Os usuários poderão gritar comandos para Cortana em PCs Windows 10 de uma distância maior, graças a uma tecnologia chamada “far-field speech recognition” em que a Microsoft e a Intel estão trabalhando. 

Até então, a Cortana funcionava melhor se um usuário estivesse perto de um PC, mas milhões de PCs Windows 10 vão se transformar em rivais diretos do Amazon Echo com esse novo recurso. A Cortana pode fazer muito mais do que o Echo, como acessar informações na nuvem, conversar com chatbots, verificar e-mails e outras tarefas.

AMD e Intel

A Intel tem sido a rainha não desafiada dos PCs há mais de uma década, mas a AMD resolveu entrar de vez na briga com o seu novo processador para PCs chamado Ryzen, que chegará aos computadores em 2017. 

Uma rivalidade saudável entre as duas gigantes será uma boa notícia para os usuários de PCs, que poderão escolher ir da Intel para a AMD. A AMD alega que o Ryzen é 40% mais rápido do que seus chips atuais para PCs, o que é algo impressionante no papel. Os chips chegarão primeiro aos PCs para games, e então laptops e desktops mais populares no final de 2017. O Ryzen vai concorrer com o Intel Kaby Lake no começo de 2017 e depois com o Cannonlake mais para o final do ano.

Laptops baseados em ARM com Windows (de novo) 

A primeira tentativa com PCs ARM, que rodavam o Windows RT, foi um belo desastre, e deixou muitos usuários céticos com a ideia. Mas a Microsoft não desistiu da ideia, especialmente com o 5G ficando mais próximo de se tornar uma realidade e a conectividade celular tornando-se essencial em PCs.

A empresa de Redmond anunciou que os PCs estarão disponíveis em 2017 com o Snapdragon 835, baseado em ARM, que é primariamente voltado para smartphones. Laptops ultrafinos receberão modems integrados e uma grande duração de bateria com o chip. Os PCs baseados em ARM vão rodar aplicações Win32 que rodam em PCs x86 padrão via emulação.

Por enquanto, nenhuma fabricante de PCs anunciou computadores Windows baseados em ARM – as empresas podem estar cautelosas por conta do fiasco do Windows RT.  Também há outros desafios. O Snapdragon não é tão rápido quanto os chips tops de linha x86 Intel ou AMD, e não irá suportar aplicativos de 64-bit inicialmente. 

Bluetooth 5

Laptops e PCs 2 em 1 virão equipados com a mais recente especificação wireless Bluetooth 5, que é um upgrade com maior velocidade e alcance do que a atual e já antiga Bluetooth 4.2. 

O Bluetooth 5 permitirá que os PCs se comuniquem sem fios com aparelhos em 400 metros de distância – mas um alcance mais razoável é de 120 metros, apontam analistas. O Bluetooth 5 vai transferir dados em velocidades de até 2Mbps, que é duas vezes mais rápido do que seu antecessor.

bluetooth_520.jpg

Telas lindas, 4K e HDR

Laptops como o XPS 13 e o Lenovo Yoga 910 possuem telas bonitas de ponta a ponta, um recurso que pode ser incluído em mais laptops no ano que vem. Além disso, telas 4K e a tecnologia HDR farão com que filmes e games tenham um visual incrível. Os resultados incluem imagens mais vivas, e TVs, câmeras e monitores com suporte para a tecnologia já estão disponíveis. 

O Netflix também está adotando HDR. E uma guerra de padrões HDR está se montando com o DolbyVision e o HBR3, mas os fabricantes de GPU estão apoiando ambos. A AMD espera que o DolbyVision saia vencedor no final das contas.

Novas tecnologias de armazenamento e memória 

O Intel Optane, um substituto ultrarrápido de SSD e DRAM que poderia vir a unificar memória e armazenamento, pode causar uma mudança radical na arquitetura dos PCs.

Mas isso não acontecerá daqui pelo menos alguns anos, e as expectativas iniciais para o Optane são modestas. Os primeiros SSDs Optane estarão em PCs de entusiastas, e deverão custar uma pequena fortuna. Os SSDs Optane teriam alcançado velocidades até 10 vezes maiores do que os SSDs convencionais. Com o tempo, o Optane pode substituir DRAM DIMMs, com a vantagem adicional de também conseguir armazenar dados.

Mas esses SSDs não estarão em laptops no próximo ano uma vez que os usos da tecnologia ainda estão sendo explorados. O Optane é baseado em uma tecnologia chamada 3D Xpoint, que a Intel desenvolveu em parceria com a Micron. SSDs baseados na 3D Xpoint começarão a ser vendidos em 2017 sob a marca QuantX.

Mais mudanças para teclados

Nós vimos algumas mudanças interessantes para teclados neste ano. A Apple adicionou a Touch Bar ao MacBook, enquanto que a Lenovo trocou o teclado físico por um teclado virtual em um painel de entrada touch para o seu Yoga Book. A Lenovo quer levar o teclado virtual para mais Chromebooks e máquinas 2 em 1, em parte por conta da sua versatilidade. 

O painel de entrada sensível ao toque também pode ser usado para desenhos ou anotações com uma caneta stylus. A Lenovo aposta que os usuários acostumados a digitar em aparelhos móveis vão se adaptar rapidamente a esse teclado com painel touch, enquanto que os fãs de teclados físicos provavelmente não vão abraçar a ideia.

macbookpro201602.jpg

Algumas conexões não irão embora tão facilmente

As fabricantes de PC podem não ter coragem de retirar o conector de fone de ouvido e slots de cartões SD dos PCs agora, mas as entradas USB 2.0 podem estar com os dias contados. Algumas fabricantes podem também abandonar conectores de displays e outros com o crescimento do versátil USB-C, que pode ser usado para recarregar PCs e conectar telas, aparelhos de armazenamento e outros periféricos.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Os 10 critérios mais importantes para selecionar um Provedor de Serviços Gerenciados em Cloud Computing

Qual o papel da tecnologia no varejo atual?

Reinventar-se é crucial para permanência e sucesso no mercado e só uma TI estratégica pode conduzir essa mudança

TI do Futuro X TI do Passado

Quais tecnologias podem apoiá-lo para a transformação digital de sua empresa?

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado