Panasonic revela bateria flexível que pode levar a nova geração de wearables

IDG News Service
09 de janeiro de 2017 às 10h40
Baterias pesam entre uma grama e duas e são pequenas o suficiente para serem incorporadas em cartões de crédito

A Panasonic desenvolveu uma bateria íon lítio para uso em dispositivos vestíveis que mantém suas características elétricas até mesmo depois de ser dobrada repetidamente. 

A bateria significa mais liberdade para designers de wearables, que estão atualmente limitados às áreas inflexíveis que armazenam a bateria e outros componentes eletrônicos em produtos. 

Três protótipos da bateria foram apresentados durante a CES 2017, feira de produtos eletrônicos que aconteceu em Las Vegas na última semana.

A maior bateria conta com 40mm por 65mm, a de tamanho médio é de 35mm por 55mm, e a menor possui 28,5mm por 39mm. Todas as três contam com 0,45 mm de espessura, que é consideravelmente mais fino que um cartão de crédito, que conta com 0,76mm de espessura. Elas podem ser dobradas até um raio de 0,25mm ou torcidas em um ângulo de 25 graus. 

Pesando entre uma grama e duas e com 3,8 volts, as baterias são pequenas o suficiente para serem incorporadas em cartões de crédito ou sistemas que tenham tamanho similares a tais cartões.

Atualmente, baterias usadas em cartões como esses degradam mais rápido que o normal devido a flexibilidade que vivenciam ao estarem sempre na carteira.

As novas baterias, que ainda estão sob desenvolvimento, não sofrem com os mesmos problemas. Flexionar a 25mmm resulta em uma perda de apenas 1% da sua capacidade.

A Panasonic é uma das maiores fabricantes de bateria íon lítio, produzindo células para inúmeras aplicações, desde pilhas AA para consumidores a baterias usadas em carros elétricos, como os modelos da Tesla.

 

 

 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

10 principais tendências de Business Intelligence para 2017

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado