Samsung culpa baterias ruins por problemas com o Galaxy Note 7

Da Redação
23/01/2017 - 10h45 - Atualizada em 23/01/2017 - 10h46
Empresa contou com equipe dedicada de 700 pessoas para testar 200 mil aparelhos e 30 mil baterias extras para descobrir o que houve de errado com o aparelho.

A Samsung revelou na noite deste domingo, 22/1, as causas dos problemas todos que levaram ao fim prematuro do seu smartphone Galaxy Note 7, que foi descontinuado após poucos meses no mercado.

Segundo a Samsung, foram descobertas duas falhas diferentes com as baterias do Note 7, como tinha-se suspeitado na época que os primeiros modelos do aparelho começaram a pegar fogo e soltar fumaça.

Como aponta o Recode, a primeira bateria tinha uma falha de design no canto superior direito que podia causar um curto-circuito - daí os aparelhos pegarem fogo e soltarem fumaça.  Já a bateria usada nos modelos substitutos, após o primeiro lote ser retirado do mercado, tinham um problema de produção que podia causar incêndios por conta de um defeito de solda - além disso, algumas unidades desse segundo modelo não possuíam a fita de isolamento.

No total, a Samsung contou com uma equipe dedicada de 700 funcionários para testar 200 mil aparelhos e 30 mil baterias extras para descobrir o que houve de errado com o Note 7.

A empresa sul-coreana também contratou três empresas independentes, UL, Exponent e TUV Rheinland, que registraram resultados parecidos sobre o caso.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Sua TI está preparada para o próximo desastre?

Garantir a segurança e proteger os recursos de TI, assegurar alta disponibilidade dos dados e ter um plano para retomar as operações rapidamente no caso de desastres inesperados são prioridades para líderes de TI de empresas que pensam no futuro. Acesse este white paper e entenda como é possível evitar tempo de inatividade e garantir disponibilidade à sua empresa com DRaaS.

Uma Nova Geração do BI: confira análises self-service que seu time de negócio e de TI vão amar

Este white paper mostra como o BI Self-Service deve funcionar e os benefícios desta nova geração de BI - uma geração que oferece um ambiente abrangente e análises sofisticadas o suficiente para satisfazer seus cientistas de dados, sendo fácil de usar e acessível para usuários de negócios.

A Próxima Era da Inteligência Analítica: A Inteligência Artificial

Apresentando sete artigos, esse relatório mostra o quão diferente pode ser o uso de IA por indústrias visando atingir uma vantagem competitiva e adequar-se melhor aos seus objetivos e aos seus clientes. Acesse este relatório e confira o que a IA pode significar para os negócios e como a IA pode agregar valor para a inteligência analítica.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado