Novo smartwatch da LG garante visual, mas peca em recursos

Michael Simon, Greenbot
16 de março de 2017 às 16h50
Testamos o LG Watch Style, modelo da fabricante com Android Wear 2.0. Saiba se vale a pena investir no acessório que chega ao mercado a US$ 250

Existem muitos adjetivos que você pode usar para descrever o LG Watch Style: Simples. Básico. Modesto. 

Enquanto a LG posicionou o Style como uma alternativa menor e mais acessível ao Sport, os dois modelos não poderiam ser mais diferentes. Com o Sport, o seu dinheiro será melhor investido, enquanto com o Style o foco da LG parece estar mais dedicado à moda.  

Embora custe US$ 100 a menos do que seu irmão mais velho, o Style não convence muito. 

À primeira vista, o relógio em questão parece valer o quanto custa, no caso US$ 250. Com caixa baixa de aço inoxidável, tela de 1,2 polegadas e pulseira de couro, o acessório ganha a aparência sofisticada de um modelo clássico. 

Mas uma vez que você o tira da caixa, a ilusão começa a desaparecer. Com apenas 46 gramas e 10,8 milímetros de espessura, o Style é substancialmente mais leve e mais fino que o Sport. Mas mesmo com menos massa e volume, não sentimos que se trata de uma substancial peça de joalheria.

Ao virá-lo, vemos que ele não conta com um sensor de frequência cardíaca, um recurso que você pode encontrar em pulseiras fitness pela metade do preço. Em seu lugar, está um suporte de plástico frágil, que desvaloriza gravemente a caixa. O uso de alumínio ou mesmo apenas um policarbonato de alta qualidade teria proporcionado um melhor caminho aqui.

Dito isto, a pulseira do Style é confortável, especialmente depois de passar alguns dias gastando a faixa de couro um pouco rígida. No geral, o estilo é confortável o suficiente para usar todos os dias. 

Os alertas e as vibrações de notificação aborrecem quando em comparação com o Sport, e uma vez que o Android Wear ainda não oferece uma maneira de aumentar a intensidade, você precisará ficar atento ao seu pulso ou fazer o download de um aplicativo de terceiros.

lg-watch-style-faces

Bateria

O Style foi construído em parceria com o Google, mas é difícil ver exatamente o que a fabricante do Pixel contribuiu com a LG aqui. Enquanto o Sport é uma verdadeira vitrine para recursos livres do telefone com o Android Wear 2.0, o Style funciona principalmente como wearables da última geração, que faltam com tecnologia NFC, LTE ou GPS. Assim você pode ter certeza que você vai ter que manter seu telefone próximo de você todo o tempo. 

Talvez essas decisões foram tomadas tendo em vista a vida da bateria. Com uma bateria 240mAh, deve haver energia o suficiente para passar um dia com notificações, rastreamento fitness e uso leve, mas meu uso variou muito. 

Nos dias em que eu tratava-o como um dispositivo passivo, olhando para ele quando os alertas chegavam e verificando o tempo, ele facilmente chegou até a noite. Mas uma vez que eu fiz um uso relativamente extenuante do relógio, como começar um treino ou fazer o download de alguns aplicativos, houve uma perceptível perda de bateria. Em um dia de uso particularmente pesado, precisei desligá-lo após cerca de 8 horas.

O relógio vem ainda com um carregador magnético por indução.

A razão inteira para a existência do Style é Android Wear 2.0. Ele foi revelado quando o Google lançou formalmente o novo sistema operacional, e mais de um mês depois, ele e o Sport ainda são os únicos relógios que o executam.

Mas o principal recurso do Android Wear 2.0 nem sequer é representado aqui. Sem um chip NFC, o Style não pode tirar proveito da nova funcionalidade do Android Pay, com ou sem um telefone nas proximidades. Os pagamentos são um recurso há muito aguardado em relógios Android Wear (Apple e Samsung tiveram por um longo tempo), para não tê-lo aqui, o que é francamente bizarro.

Igualmente estranho são as suas capacidades fitness. Com o novo aplicativo Google Fit, o relógio pode fazer muito mais para rastrear seus exercícios no Android Wear - contagem de repetições, monitorar a escalada, calcular distâncias percorridas a pé ou de bicicleta, etc., mas o recurso mais legal do app Fit, o Strength Training, não está disponível no Style. Enquanto o relógio consegue manter o controle de seus abdominais e agachamento, ele só fará isso se você lhe dizer que tipo de exercício que você está fazendo.

No Sport, o recurso reconhece automaticamente o exercício que você está fazendo e acompanhá-lo, tornando-se uma ferramenta indispensável para aqueles que se dedicam à academia, mas enquanto o Style tecnicamente tem os sensores necessários para apoiá-lo (acelerômetro e giroscópio), a opção não está lá.

Presumivelmente, é outra decisão alimentada por bateria, mas é apenas mais uma maneira de o Style ser limitado. E os nadadores devem notar que o acessório também não é resistente à água como o Sport (IP67 vs. IP68), então você provavelmente deve mantê-lo fora da piscina.

O Android Wear 2.0 é uma melhoria definitiva em relação ao seu antecessor, mas está longe de ser perfeito. Enquanto coisas como mensagens e fitness certamente melhoraram, tudo ao longo da interface apresenta pequenos aborrecimentos que não são específicos ao Style, mas destacam a imaturidade do Android Wear.

A navegação melhorou muito, e muito do que é devido à nova coroa que ajuda na rolagem. 

Enquanto a LG certamente deve gratidão para a Apple aqui, a implementação não é tão boa quanto é sobre o watchOS. Com apenas um botão no Style, eu naturalmente assumi que o apertando, ele me traria de volta uma tela até que eu alcancei a face do relógio. 

Eu estava errado - ao pressioná-lo, a tela do relógio traz o seletor de aplicativos, pressionando-o em qualquer outro lugar, ele instantaneamente retorna para o relógio. Eu perdi o controle de quantas vezes eu instintivamente pressionei para voltar a uma tela, só para ter que iniciar qualquer processo que eu estava fazendo.

E quando você está no relógio, o mostrador também é confuso. Se você girar o dial up, você abrirá o painel de notificação, mas girá-lo para baixo não diminui o menu de configurações rápidas. 

Você deve comprá-lo?

O Android Wear 2.0 acabou de ser lançado e os upgrades de outros relógios ainda não estão disponíveis, mas suas duas principais torcedoras não estão fazendo muito para aumentar a multidão. Por um lado, o Sport faz tudo, mas é um gigante de um relógio, e o Style é muito mais esbelto, mas aleijado em suas funções.

A mensagem que o Google parece estar enviando com o relógio Style é que é um acessório “fashion-first” só deve ser usado para o mais básico das necessidades de um smartwatch. Mas a US$ 250, o Style não é exatamente uma compra de impulso, e por esse valor, você deve pelo menos esperar por um que apresente tecnologia NFC e GPS.

 

 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

10 principais tendências de Business Intelligence para 2017

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado