Google finalmente revela o nome do novo Android O: Oreo

Da Redação
21/08/2017 - 16h12 - Atualizada em 21/08/2017 - 16h15
Nova versão do sistema móvel chega para substituir o Nougat, lançado em 2016. É a segunda vez que empresa usa nome de uma marca na sua plataforma.

O Google confirmou as expectativas de muita gente e anunciou oficialmente nesta segunda-feira, 21/8, o seu novo sistema móvel, o Android Oreo (8.0). 

Chamado até então apenas de Android O, o novo Oreo marca a segunda vez que o Google usa um nome de uma marca para nomear sua plataforma mobile. Para quem não lembra, a gigante de buscas lançou o Android KitKat (4.4) em 2013. 

Ainda sem uma data oficial de lançamento para o público geral, o Android Oreo chega para substituir o atual Android Nougat (7.0), que foi liberado no ano passado pelo Google, mas ainda é usado por pouca gente – a plataforma roda em pouco mais de 12% dos aparelhos Android, segundo o Google.

A empresa destaca que o Oreo está disponível a partir de hoje, 21/8, por meio do Android Open Source Project. O lançamento deve acontece primeiro nos próprios smartphones da Google, Nexus e Pixel.

Android e os doces

O Google sempre nomeia as suas versões Android em homenagem a doces. Apesar de os primeiros lançamentos da plataforma não possuírem nomes, o Android 1.5 foi chamado de Cupcake. E, a partir daí, toda nova versão do Android recebeu um nome de doce, sempre começando com a letra seguinte do alfabeto - a lista inclui Donut, Eclair, KitKat e Marshmallow. 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Alcance a inovação que sua empresa precisa com a computação em nuvem

Empreendimentos realmente transformadores demandam softwares eficientes e modernos. Por isso a computação em nuvem já vem sendo adotada por inúmeras empresas de diversos segmentos e diferentes portes. Novas abordagens para o desenvolvimento de softwares são necessárias para superar desafios. Para encarar esta jornada com sucesso, acesse este guia.

Mapa estratégico de 2017 para dispositivos móveis e endpoints

Uma estratégia de endpoint deve se alinhar com as metas do negócio e apoiar o acesso de uma ampla variedade de plataformas, pois a agilidade está se tornando um requisito cada vez mais importante. Líderes de infraestrutura e operações responsáveis por estratégias para dispositivos móveis e endpoints devem se apressar em direção à independência de plataformas.

Janelas de oportunidade. Pesquisa global revela cinco principais tendências de adoção e migração para o Windows 10

O Windows 10 apresenta aos clientes uma oportunidade de aplicar melhor o gerenciamento a um grupo mais amplo de casos de uso e dispositivos, incluindo tablets, smartphones e pcs. A abordagem holística de gerenciamento unificado de endpoints (EUC, Unified Endpoint Management) permite que os clientes unifiquem o gerenciamento móvel e de desktops em um único modelo.

Reviews

Mais reviews

Belo design, capas coloridas permitem personalizar o aparelho
Tela grande e de ótima qualidade
Bom desempenho e autonomia de bateria
Tem slot para cartões microSD

Câmera traseira tem foco fixo
Não tem flash
Não tem câmera frontal
Só 4 GB de memória interna

Desempenho excepcional
Excelente autonomia de bateria

Tela tem péssima qualidade de imagem
Grande e desengonçado