Canon EOS 60D: uma DSLR excepcional para quem quer controle absoluto

Derrick Story, PC World EUA
03 de março de 2011 às 07h00
Sem algumas das características de sua antecessora, câmera ainda assim traz modos e recursos que a tornam única.

A Canon tende a ser conservadora nos upgrades de suas DSLR, mas fugiu do padrão com o lançamento da EOS 60D (R$ 5.199,00 no Brasil, em média). Ela é uma nova classe de câmeras DSLR da Canon que é bem diferente da EOS 50D e outros modelos da empresa. E como em toda grande mudança, as modificações na 60D irão empolgar alguns fotógrafos e frustrar outros.

A 60D não tem o corpo de magnésio da 50D, que foi substituído por um corpo em alumínio e resina de policarbonato. Também estão faltando o soquete para sincronia do flash, micro-ajuste de foco automático e o joystick. Mas ela ganhou um sensor melhor e um novo conjunto de recursos que deve interessar a muitos dos fotógrafos entusiastas atuais. De fato, muitos irão gostar da 60D porque ela é diferente.

Especificações básicas

A 60D tem um sensor APS-C de 18 megapixel acompanhado por um processador DIGIC 4. O sensor é um upgrade em relação ao da 50D, e é o mesmo usado na T2i e 7D. Na resolução máxima, esta câmera produz fotos com tamanho de 5184 x 3456 pixels.

A 60D tem um sistema de autofoco em cruz com medição em 9 pontos e pode fazer 5.3 fotos por segundo no modo de disparo contínuo (Burst). O ISO vai de 100 até 12800. E o novo LCD com ângulo variável de 3 polegadas tem mais de um milhão de pixels. No quesito memória ela aceita cartões SD, SDHC e os novos SDXC. A câmera funciona com lentes EF e EF-S com um campo de corte de 1.6x.

canon_60d-360px.jpg

Canon EOS 60D: uma DSLR com recursos únicos

A 60D também grava vídeo em Full HD com controles automáticos ou manuais e resolução de 1920 x 1080 (a 24 ou 30 quadros por segundo) ou 1280 x 720 (a 50 ou 60 quadros por segundo) pixels. Ela também pode gravar em definição padrão (SD) a 640 x 480 pixels a 50 ou 60 quadros por segundo. Você pode selecionar o modo de gravação e taxa de quadros em um menu após ativar o modo de vídeo.

Em termos de tamanho, a 60D cabe perfeitamente entre a Rebel T2i e a EOS 7D. A empunhadura texturizada deve encaixar se confortavelmente na maioria das mãos, e no topo da câmera há um LCD iluminado para exibição de informações que é facilmente visível mesmo em locais com pouca luz. 

Os controles são ainda mais fáceis de ver se você usar a “Q Screen” no LCD traseiro, que mostra todos os principais ajustes na brilhante tela de 3 polegadas. Uma combinação de multi-controle/seletor na traseira é usada para navegar pelo bem projetado sistema de menus. Um seletor de modo à esquerda do painel superior tem um botão “Unlock” que deve ser pressionado para mudar o modo de captura.

No geral, a 60D pesa cerca de 8% a menos que sua antecessora. Ela é frugal no consumo de bateria, sobrevivendo a um dia inteiro de fotografia com uma única carga, e usa a mesma bateria LP-E6 de Lítion-Ion que é encontrada na Canon 7D e na 5D Mark II.

Recursos notáveis

A Canon 60D tem as especificações esperadas em uma câmera com seu preço. Mas se você olhar com atenção, poderá notar alguns recursos únicos que lhe dão personalidade. Além das características comuns nas quais você deve prestar atenção ao comprar uma DSLR, veja também estes recursos da 60D.

LCD com ângulo variável: após alguns minutos brincando com esta tela (também chamada de “LCD articulado”), fica clara a direção que a Canon está tomando com esta câmera: gravação de vídeo e fotografia criativa. Você pode posicioná-lo angulado para cima, para baixo ou girá-lo completamente travando-o atrás da câmera. A resolução é ótima tanto para o enquadramento (Live View) quanto reprodução das imagens. Quando terminar, inverta a tela e feche-a voltada para a câmera para protegê-la durante o transporte.

Controle integrado para flash sem fio: se você tem um flash externo sem-fios da Canon, como o Speedlite 430 EXII, pode dispará-lo diretamente com a 60D sem um controlador separado. Entre as opções estão o disparo de apenas um flash remoto, combinar o flash remoto com o flash interno da 60D ou a operação de múltiplos flashes. Uma vantagem é que com apenas um flash externo e uma 60D você tem um grande número de opções de iluminação bastante flexíveis.

Limitador de velocidade máxima do ISO Automático: fotógrafos vão apreciar este recurso, que permite limitar o ISO automático entre 400 e 6400. Se você é mais conservador, pode escolher um número como 800 como limite máximo. Mas como esta câmera se sai muito bem mesmo em ISO alto, você pode facilmente deixar o limite em ISO 1600 ou 3200 e ainda assim conseguir uma qualidade de imagem muito boa. A escolha é sua.

Processamento de imagens RAW e filtros na própria câmera: você não precisa mais de um computador para processar arquivos RAW se estiver fotografando com a 60D. Usando o processamento de imagens RAW integrado você pode visualizar imagens RAW, escolher entre 10 ajustes como exposição e balanço de branco e criar um arquivo JPEG que é gravado no cartão de memória. Outras opções de edição integradas incluem filtros criativos como Toy Camera e Soft Focus.

canon_60d_lado-360px.jpg

A saída HDMI (na lateral) permite a conexão direta da câmera a TVs de alta definição

Controle de áudio durante a filmagem: além do microfone mono integrado, a EOS 60D inclui um plugue estéreo de 3.5mm com controle manual de áudio. Entre no modo vídeo e pressione o botão Menu na traseira da câmera para acessar a aba Sound Recording, que permite escolher entre gravação de som manual ou automática. Se você escolher Manual, poderá definir o ganho do áudio. Há até um filtro para o ruído do vento.

Informações de Copyright: Acessando a aba Copyright Information no Menu o usuário pode definir o nome do autor e detalhes de copyright de cada foto que é feita com a câmera.

Prumo eletrônico: a 60D tem um prumo eletrônico que pode ser exibido no LCD superior, no visor óptico ou no LCD traseiro. Você pode ativá-lo ou desativá-lo com um toque de um botão.

Menu Eye-Fi: Usuários de cartões Wi-Fi irão gostar de ver um menu que mostra o SSID da rede à qual o cartão está conectado, estado da conexão, MAC Address do cartão e até a versão do firmware Eye-Fi. Além disso, a conectividade do cartão pode ser ligada ou desligada neste menu, o que te dá controle absoluto.

Software incluso: há muito software bom incluso com a câmera, incluindo o Digital Photo Professional para processamento de arquivos RAW, o EOS Utility, o PhotoStitch para panoramas e mais. Imagens RAW também podem ser processadas nas versões mais recentes do iPhoto e Aperture, da Apple, no Mac OS X 10.6.5, ou no Adobe Camera Raw 6.2 e Lightroom 3.2.

Qualidade de imagem e desempenho

A EOS 60D produz excelentes imagens em até ISO 1600, e muito boas em ISO 3200. Embora haja ruído nos ISO mais altos, se você olhar atentamente as áreas de sombra notará que ele está sob controle, sem prejudicar os detalhes mais delicados. A cor é geralmente boa, com exceção das imagens fez sob iluminação de lâmpadas de tungstênio com a câmera no modo Auto White Balance (balanço de branco automático), uma fraqueza tradicional das Canon.

Em nossos testes subjetivos de qualidade de imagem em nosso laboratório, a 60D foi classificada como “Muito Boa” nos quesitos Exposição, Cor e Distorção, e “Superior” em Nitidez. Os vídeos feitos com a 60D também são de primeira. A qualidade de vídeo foi classificada como “Superior” e a de áudio, testada com o microfone mono integrado, como “Muito Boa”.

Pontos fracos

Para uma câmera tão bem pensada, é uma surpresa descobrir que o modo de Vídeo está “lá na ponta” do seletor de modo. Se você está fotografando no modo Programa, tem que dar nove “cliques” para chegar ao modo de Vídeo. Pode não parecer um problema tão sério, até que você tente fazer isso com pressa.

O problema é exacerbado pelo fato de que você tem que segurar o botão de seleção de modo enquanto isso. Isto é surpreendente em uma câmera que foi claramente projetada para gravar vídeo de primeira. Quem gosta de usar o modo Live View também não irá notar melhorias na velocidade de foco enquanto compõe a cena no LCD. Parece que desperdiçaram uma boa oportunidade para o uso de uma excelente tela.

Nosso veredito

A Canon EOS 60D é uma ótima opção para os donos de Rebel que querem mais controle, um LCD articulado, flash sem fios e um corpo maior. Se você estiver interessado em gravar vídeo, esta DSLR é uma escolha natural e com bom preço. Já proprietários de câmeras Canon 40D ou 50D que procuram um upgrade e valorizam o peso do corpo da câmera e a alta velocidade no modo de disparo contínuo devem considerar a Canon 7D.

Canon EOS 60D

PRÓ

LCD com ângulo variável
Unidade de controle para flash sem fio integrada
Vídeo excelente, entrada para microfone externo e controle de áudio
Processamento e redimensionamento de imagens RAW na câmera
Inclui um bom conjunto de softwares
Boa autonomia de bateria
Excelente qualidade de imagem, mesmo com ISO alto

CONTRA

Balanço automático de branco ruim sob lâmpadas de tungstênio
Foco lento no modo Live View
Acesso ao modo Video é desnecessariamente complicado

Fabricante: Canon

Preço: R$ 5.199,00 em média

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Dados Corporativos no Brasil – Mais Em Risco Do Que Nunca

Em pesquisa realizada com profissionais de segurança de TI, foi possível identificar os desafios que as empresas enfrentam para proteger seus dados. Este relatório apresenta as razões estimadas pelas empresas entrevistadas sobre os gastos com seguraça em 2017, a visão da empresa em relação a adesão de novas tecnologias versus a vulnerabilidade de segurança que podem ter e mostra como as organizações enxergam o uso da tecnologia de criptografia para a proteção de seus dados e dos ambientes tecnológicos emergentes.

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.

Social Media @PCWorld