ASUS FonePad é mais do que apenas um tablet

24/05/2013 - 07h00 - Atualizada em 02/07/2013 - 16h06
Gadget tem tela de 7”, processador Intel e pode fazer e receber chamadas, como se fosse um smartphone.

Antes aparelhos separados, os tablets e smartphones estão convergindo cada vez mais. Smartphones como o Galaxy Note II e o recém-anunciado Galaxy Mega 6.3 trazem telas cada vez maiores, ao ponto de nos questionarmos se eles devem ser considerados como smartphones gigantes ou tablets pequenos. 

O FonePad, da ASUS, é mais um fruto desta convergência. Trata-se de um tablet com tela de 7” que se destaca por dois motivos: em primeiro lugar porque é capaz de fazer e receber chamadas, como um smartphone convencional. Em segundo, porque é o primeiro tablet Android no mercado nacional equipado com um processador Intel.

fonepad_geral-360px.jpg
ASUS FonePad

Já vimos um smartphone com um processador Intel (o Motorola RAZR i), que nos agradou bastante. Como será que o chip se sai em um aparelho com uma tela maior?

Hardware

Eu tentei, mas é impossível não comparar o FonePad com outro tablet da ASUS, o Nexus 7. Eles tem praticamente o mesmo tamanho (19,6 x 12 cm, com pouco mais de 1 cm de espessura e pesando 340 gramas) e design básico, com lados retos e cantos arredondados, embora a posição do botões de força e volume seja invertida: eles ficam no lado direito no Nexus 7, e no lado esquerdo no FonePad. Se não fosse esse detalhe, e a posição também invertida do conector de fone de ouvido na parte de baixo, uma capinha para um serviria perfeitamente no outro.

O acabamento é menos elegante, mas ainda assim o tablet tem uma construção sólida: em vez da borda prateada, uma borda preta. Em vez da traseira texturizada e macia ao toque, plástico liso pintado de prata. Notamos também que a tela parece acumular marcas de dedos com muito mais facilidade que a do Nexus 7. Sim, todo tablet acumula marcas de dedos, mas o FonePad parece fazer isso “com gosto”. 

Mas o FonePad tem alguns truques que seu irmão mais velho não conhece: um deles é a câmera traseira, com resolução de 3 MP e capaz de gravar vídeos em HD (720p). A qualidade da imagem sob a luz do sol é aceitável, mas as fotos em ambientes internos iluminados por luz fluorescente, por exemplo, ficaram “lavadas” e com bastante ruído. Como não há flash, esqueça as fotos noturnas.

fonepad_sample_externa-360px.jpg
Foto diurna feita com o FonePad. Clique para ampliar

Mas isso tudo não é um problema grave, já que as câmeras dos tablets são em geral mais um “quebra galho” para uma foto de oportunidade quando não há outra câmera por perto, e nunca um substituto para sua câmera doméstica ou mesmo uma boa câmera em um smartphone. Também há uma câmera frontal (de 1.2 MP) para videochamadas.

Outros truques do FonePad são os slots para cartões microSD, para expansão dos 16 GB de memória interna (dos quais cerca de 12 GB estão disponíveis para o usuário) e para um SIM Card (no formato Micro SIM): além de poder navegar na internet usando uma conexão 3G, o FonePad funciona como um telefone, e é capaz de fazer e receber chamadas e enviar e receber mensagens SMS, como um smartphone comum.

fonepad_sample_indoors-360px.jpg
Foto feita com o FonePad em ambiente interno. Clique para ampliar

Ambos os slots ficam sob uma tampa na traseira, acima da lente da câmera. Ela é difícil de remover: é preciso deslizá-la para a frente, mas o plástico liso e a trava forte tornam isso uma tarefa difícil. E tenha cuidado com a tampa, já que ela também serve como a antena para a parte de telefonia

O FonePad tem uma ótima tela LCD IPS de 7”, com resolução de 1280 x 800 pixels. À primeira vista parece ser a mesma tela do Nexus 7, com boa fidelidade de cor, bom contraste e excelente ângulo de visão. A sensibilidade ao toque é boa, e ela é capaz de reconhecer com precisão até 10 dedos simultâneamente. 

fonepad_slots-360px.jpg
Slots para os cartões Micro SIM e microSD ficam na
traseira, sob uma tampa acima da lente da câmera

Também há Wi-Fi (nos padrões 802.11 b/g/n), 3G e GPS integrados, além de Bluetooth 3.0. É possível usar o aparelho como um “hotspot Wi-Fi”, compartilhando a conexão 3G com múltiplos aparelhos, recurso integrado ao sistema operacional.

Software

O FonePad roda o sistema operacional Android 4.1.2. A interface é praticamente a mesma do Android “padrão”, com algumas pequenas modificações: a ASUS mudou os ícones no rodapé da tela que representam os botões Back, Home e Multitarefa e adicionou um quarto ícone, que abre uma lista com 12 “mini apps”, que vão de calendário e Media Player a um player de vídeo e bloco de notas, entre outros.

Estes apps rodam em uma janela que flutua sobre os apps tradicionais, permitindo uma forma de multitarefa: você pode fazer uma anotação usando o “Sticky Memo” enquanto consulta o Google Maps. 

fonepad_miniapps-360px.jpg
Um exemplo de mini app rodando sobre o navegador.
No rodapé da imagem há mais opções de mini apps.

Também há bastante software pré-instalado, de utilitários para ajustes de som (AudioWizard) e imagem (ASUS Splendid) a dicionários, bancas de jornais (Press Reader) e revistas (Zinio). O Backup do Aplicativo permite fazer backups dos seus apps, e o App Locker permite proteger apps com senha, o que é bastante útil se você pretende compartilhar o tablet com outras pessoas na família, mas não quer que elas tenham acesso a informações pessoais suas, como o e-mail.

Vale lembrar que cada FonePad dá direito a 5 GB de espaço gratuito para armazenamento de arquivos na “nuvem” da ASUS, a ASUS Webstorage. Os arquivos poderão ser acessados no tablet, ou em qualquer computador com acesso à internet.

Assim como nos testes com o RAZR i, não notamos nenhuma incompatibilidade do FonePad com aplicativos causada por causa de seu processador, que é completamente diferente dos chips de arquitetura ARM usados na vasta maioria dos aparelhos. O sistema de comportou como em qualquer outro tablet Android, o que é muito bom.

Telefonia

Como disse, o FonePad tem um slot para um cartão Micro SIM. Mas ao contrário da maioria dos tablets com 3G integrado, que só podem usar a conexão de dados, ele também é capaz de fazer e receber chamadas e enviar e receber mensagens SMS. 

fonepad_discador-360px.jpg
O discador. FonePad pode ser usado como um smartphone comum

Funciona exatamente como em um smartphone: há um discador e um app de mensagens. Para atender a uma chamada você pode levar o tablet ao ouvido, como um smartphone, embora a ergonomia não seja das melhores. Ou então usar um fone de ouvido com microfone (infelizmente a ASUS não inclui um na embalagem) ou um headset Bluetooth.

Não há uma opção nativa para videochamadas, mas você pode usar o Google Talk ou Skype para isso.

Desempenho e autonomia de bateria

No AnTuTu, nosso teste padrão de desempenho de aparelhos Android, o FonePad chegou à marca de 9.119 pontos, cerca de metade do desempenho do tablet Nexus 7, da Google. Ainda assim é uma marca impressionante, considerando que o Nexus 7 usa um processador ARM Nvidia Tegra 3 com quatro núcleos rodando a 1.2 GHz, enquanto o FonePad usa um processador Intel Atom Z2420 com um único núcleo, também rodando a 1.2 GHz. 

Mas os benchmarks contam apenas parte da história: o FonePad se sai muito bem nas tarefas do dia-a-dia, sejam elas navegação na web, streaming de vídeo em alta definição ou mesmo jogos. Joguei uma longa partida de Need for Speed: Most Wanted e fiquei impressionado com duas coisas, e a primeira delas foi o desempenho: o game rodou “lisinho”, praticamente sem engasgos durante quase uma hora de jogo e com ótima qualidade gráfica, embora não tão bonito como no Nexus 7 (que infelizmente troca o desempenho pela beleza e “engasga” em vários pontos). A outra surpresa foi que durante este período o tablet praticamente não esquentou, algo MUITO raro em um smartphone ou tablet moderno, ainda mais durante jogos. 

fonepad_moderncombat-360px.jpg
Até mesmo jogos mais complexos, como Modern Combat 4,
rodam bem no FonePad. Clique para ampliar.

A autonomia da bateria também mostrou bons resultados. Em nosso teste de reprodução de vídeo, feito com o aparelho em modo avião, nós conseguimos uma autonomia de cerca de 10 horas, mais do que as 9 horas indicadas pelo fabricante. Na navegação web, com o aparelho conectado via Wi-Fi, conseguimos pouco mais de 9 horas. E na navegação web via 3G conseguimos cerca de 7 horas e 40 minutos.

Já no teste com jogos, rodando Need for Speed: Most Wanted e com o aparelho conectado a uma rede Wi-Fi, conseguimos pouco mais de 7 horas de autonomia com uma única carga da bateria. Todos os testes são feitos com o brilho da tela definido manualmente para 50%. Vale mencionar que o FonePad tem um modo de “Economia Inteligente” que promete aumentar ainda mais a autonomia.

Veredito

O ASUS FonePad se sai bem nos três pontos mais importantes em um tablet: a autonomia de bateria, a qualidade da tela e o desempenho. E o preço sugerido, de R$ 1.099, o torna ainda mais interessante. É uma boa opção para quem procura um tablet, especialmente entre os modelos com 3G integrado.

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Quero migrar para a nuvem, mas como devo começar?

Desenvolvido pelos especialistas em TIC da Algar, este guia irá esclarecer todas as suas dúvidas sobre o processo de migração para a nuvem e mostrará como é possível reduzir custos de infraestrutura e manutenção. Descubra por que as empresas estão aderindo ao Cloud. Acesse o guia agora e veja 8 passos importantes para realizar a migração de aplicações e serviços de sua empresa para a nuvem.

8 dicas para reduzir os custos de TI da sua empresa

Os especialistas em TIC da Algar Telecom desenvolveram um E-book exclusivo para os gestores de TI. As dicas que serão apresentadas a seguir têm o propósito de ajudar os gestores no caminho de revisão estrutural do negócio, tendo como meta a redução de custos, mas com a manutenção da qualidade e eficiência. Acesse agora o e-book e veja como aumentar a performance de seu TI economizando.

Webinar: Elastic Cloud na prática

Os especialistas em TIC da Algar apresentam um Webinar interativo para mostrar como funciona a migração para a nuvem e os benefícios da Nuvem Flexível da Algar. Entenda o que são unidades de processamento e como contabilizá-las, como decidir qual a melhor configuração para o seu negócio, aprenda também como fazer o setup do ambiente de Cloud de sua empresa, monitoramento do ambiente e controle das configurações. Neste webinar entenda como a nuvem flexível da Algar Telecom funciona.