Preview: Lumia 640XL é um phablet sob medida para usuários iniciantes

Por Mark Hachman - PC World (USA)
02/03/2015 - 12h38 - Atualizada em 02/03/2015 - 12h40
Com preço estimado de até 219 euros (sem impostos) o novo phablet da Microsoft tem o equilíbrio certo de tecnologia e custo

O novo smartphone Lumia 640XL, anunciado pela Microsoft nesta segunda-feira (02/02) na Mobile World Conference (MWC) em Barcelona, com um display de 5,7 polegadas e recursos tecnológicos premium, tem todos os requisitos para ser chamado de um "phablet das multidões".  E deverá ajudar na estratégia da companhia de oferecer smartphones Windows sem se apoiar apenas no diferencial do sistema operacional, já que a briga com Android e iOS é dura para a plataforma.

A Microsoft ajudou a definir os parâmetros em torno dos grandes phablets e o 640XL não desaponta nesse quesito, mesmo não apresentando a gigantesca tela de 6 polegadas do famoso Lumia 1520. O display do Lumia 640XL tem confortáveis 5,7 polegadas na diagonal - o mesmo tamanho do concorrente Samsung Galaxy Note 4- mas com uma tela de 1280x720 ppt. Fisicamente, o Lumia 640XL mede 15,79cm x 8,15 cm e tem espessura de 9 milímetros, pesando 171 gramas. Isso o faz menor, mais leve e um pouquinho só mais espesso que o Lumia 1520.  

A câmera, sempre um diferencial na venda, também está um pouco atrás do irmão mais velho. No Lumia 1520, a câmera de 20 megapixel com estabilização óptica de imagem (AIS) chama a atenção, mas a Microsoft instalou no Lumia 640XL uma câmera de 13 megapixel que, apesar de não ter AIS, conta com o recurso do Lumia Camera, que facilita tirar fotos com o recurso de autofoco contínuo. E a câmera frontal de 5 megapixel para selfies ganha de longe do 1520 original.

lumia640XL 3G 469

Por dentro, o Lumia 640XL tem boa configuração. O sistema operacional Windows Phone e os aplicativos não exigem muito do processador, por isso a Microsoft optou por colocar um Qualcomm Snapdragon 400 (MSM8226), com 1GB de RAM e 8GB de memória flash (que com um slot para microSD pode suportar cartões de até 128GB). A bateria de 3,000 mAh é boa para 37 dias de standy ou 24 horas de uso contínuo com 3G e voz. Não testamos o tempo de uso, portanto vamos nos fiar no que a Microsoft informou.

O aparelho também inclui Bluetooth 4.0, GPS, NFC, Miracast, 802.11b/g/n e a tecnologia SensorCore que faz com que o smartphone possa ser usado como um pedômetro. A Microsoft vai liberar o aparelho a partir de abril, sem definir datas para diferentes países. O preço estimado do Lumia 640 XL é de 189 euros (600 reais) para a versão 3G e 219 euros para a LTE (685 reais), mais taxas e impostos locais. 

Assine a Newsletter. É rápido. É grátis.

White Papers

Dados Corporativos no Brasil – Mais Em Risco Do Que Nunca

Em pesquisa realizada com profissionais de segurança de TI, foi possível identificar os desafios que as empresas enfrentam para proteger seus dados. Este relatório apresenta as razões estimadas pelas empresas entrevistadas sobre os gastos com seguraça em 2017, a visão da empresa em relação a adesão de novas tecnologias versus a vulnerabilidade de segurança que podem ter e mostra como as organizações enxergam o uso da tecnologia de criptografia para a proteção de seus dados e dos ambientes tecnológicos emergentes.

Tendências em criptografia e gestão de chaves: Brasil

Grandes violações e ataques cibernéticos fizeram crescer a urgência das empresas em aprimorar sua postura de segurança. Diante deste cenário, a pesquisa conduzida pelo Ponemon Institute examinou o uso da criptografia como estratégia de segurança dos dados da empresa e qual o impacto dessa tecnologia na postura de segurança.

A Transformação Digital depende do gerenciamento de dados corporativos

Os dados são ativos valiosos para as corporações e imprescindíveis para manter sua competitividade no mercado. Conhecer estes dados e transformá-los em informação estratégica para o seu negócio é fundamental para gerar vantagem competitiva, manter e conquistar novos clientes. Mas como ver, controlar ou regular seus dados? Acesse este white paper para conferir os principais desafios enfrentados pelas organizações diante de seu grande volume de dados corporativos e como torná-los em ativos estratégicos.