Sete dicas para quem quer começar um canal no YouTube

Pensando em investir na maior plataforma de vídeos do mundo? Conheça algumas sugestões para iniciantes e tire suas dúvidas

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/sete-dicas-para-quem-quer-comecar-um-canal-no-youtube/
Clique para copiar

O YouTube se tornou a principal fonte de renda de milhares de pessoas ao redor do mundo. Há dez anos, certamente era mais fácil se tornar um youtuber, mas hoje as coisas mudaram. Assim como em todo trabalho, é preciso ter disciplina e saber muito bem como desenvolver conteúdo e as melhores maneiras de direcioná-lo, já que o sucesso de um canal depende de fatores como a divulgação dos vídeos, construção de uma comunidade de fãs e da audiência. Isso tudo sem cair no marasmo.

Aqui vão algumas dicas de como iniciar uma carreira no YouTube.

1. Compre o equipamento certo

Se você deseja ganhar algum dinheiro, primeiro precisa gastar algum dinheiro. Felizmente, o equipamento que você precisa comprar para começar não é tão caro, e você pode encontrar muitas coisas de ótima qualidade a um preço relativamente baixo. A primeira coisa que você precisa é de uma câmera com boa resolução, e mesmo quem não conseguir desembolsar uma grana para comprar um dispositivo específico, a maioria dos smartphones atuais já oferece uma qualidade excelente.

Certifique-se de gravar apenas quando as condições de iluminação forem perfeitas. Se o seu quarto não estiver iluminado o suficiente, mesmo que o vídeo tenha sido gravado com a câmera mais cara, ele ainda parecerá ruim. Por isso, um bom kit de iluminação pode ajudar, e microfones, que não chegam a ser tão caros mesmo aqui no Brasil, também são super importantes.

2. Escolha o “tema” do seu canal

Alguns dos canais mais famosos do YouTube são focados em diversos temas – de estilo de vida e cotidiano a games e produtos de tecnologia. Mesmo com essa abrangência um pouco maior, todos têm pelo menos um nicho de atuação. E é nesse sentido que você deve decidir qual público deseja atingir com os seus vídeos, principalmente quem estiver começando: o mais importante é se focar em um único assunto, para só depois definir as demais ramificações.

Por exemplo, supondo que você goste de jogos de videogame, pode definir como subcategoria os games de ação e uma terceira categoria com algum título específico, como Call of Duty ou Fortnite. Vídeos com uma pegada mais vlogger não chamam tanta atenção quando o canal é pequeno, portanto talvez seja mais interessante investir em temas mais relevantes para só depois começar a fazer vídeos que mostrem sua rotina. A não ser que a sua rotina seja bizarramente distinta da maioria dos usuários.

3. Saiba vender seu canal

No YouTube, você é sua própria marca. E como qualquer outro produto, você precisa comercializá-lo corretamente se quiser ganhar dinheiro. Crie o próprio personagem, para que você seja único e interessante o suficiente para fazer a diferença. No entanto, não deixe esse personagem passar por cima de sua cabeça. Às vezes, algumas celebridades da internet deixam a fama falar mais alto e acabam perdendo seguidores. Além disso, tente permanecer humilde, não importa o que aconteça. Assim que você começa a ganhar popularidade, é fácil colocar a carroça na frente dos bois, e você pode acabar tomando más decisões que podem facilmente matar sua reputação.

4. Faça miniaturas legais para os seus vídeos

Eu sei o que você está pensando: “É apenas uma miniatura, quem se importa? O conteúdo de vídeo é o que realmente importa”. A verdade é que as miniaturas, também conhecidas como thumbnails, importam muito hoje em dia. Uma miniatura é a primeira (e geralmente a única) coisa que os espectadores verão ao se depararem com um vídeo do seu canal. Por isso, usar gráficos e cores vibrantes aumentam as chances de atrair um usuário a clicar no seu vídeo e assisti-lo.

Ter habilidades de design é importante, mas não chega a ser algo 100% essencial. Existem inúmeras ferramentas de design incríveis por aí, e muitas delas são fáceis de usar sem a necessidade de pagar por um designer profissional ou ter conhecimento prévio na área.

5. Conheça outros youtubers

Já reparou que youtubers costumam aparecer como convidados em outros canais com uma certa frequência? Essa prática não é usada apenas entre conhecidos, mas também para fazer contatos, podendo até servir para encontrar um novo emprego ou procurar novos clientes.

O primeiro passo é encontrar as pessoas certas que podem ajudá-lo a ampliar seus horizontes no mundo dos youtubers. Por exemplo, você pode encontrar pessoas que podem “impulsionar” seu canal ou interagir com outros youtubers e convidá-las para aparecer durante seus vídeos. Ao fazer isso, você atrai uma parte dos espectadores para o seu canal. Sempre que você retribuir o favor e aparecer em outros vídeos, você também será exibido em um canal que pode até pertencer a um nicho diferente.

6. Melhore seu posicionamento com o SEO do YouTube

A otimização para motores de busca, também conhecida como SEO, é um conjunto de práticas usadas para aumentar as chances de um conteúdo ser encontrado em mecanismos de pesquisa como o Google ou o mecanismo de pesquisa interno do YouTube. Ao trabalhar em SEO, você ajuda o algoritmo da plataforma a entender se o seu vídeo era relevante ou não para uma determinada consulta. Em termos mais simples, você facilita a descoberta de seu conteúdo pelas pessoas sempre que elas inserem uma consulta de pesquisa.

Embora você ainda possa promover seus vídeos por outros canais (como as mídias sociais), é essencial saber trabalhar com esse algoritmo. Um bom SEO é fundamental para “convencer” o algoritmo de que seus vídeos devem ser recomendados para muitas pessoas diferentes e um método à prova de balas para garantir que um fluxo constante de espectadores chegue ao seu canal.

7. Não perca o ritmo de publicações

Muita gente gostaria de assistir vídeos diariamente de um mesmo canal, e o próprio algoritmo do YouTube presta atenção na periodicidade de atualização. Porém, nem todos os criadores de conteúdo iniciantes conseguem seguir essa rotina todos os dias. Um número ideal é o de três vídeos por semana, no mínimo, mas quem ainda não atinge essa quantidade pode começar com somente um vídeo na semana.

Fontes: Hackernoon, Will A. (Vloggeer Pro)

Relacionadas

Quem são os 26 youtubers mais populares do mundo? Tem brasileiro na lista

Luccas e Felipe Neto, Whindersson Nunes e outros nomes aparecem no ranking

Quanto um youtuber famoso ganha por minuto?

Conheça os canais que mais fazem dinheiro em 60 segundos dentro do YouTube

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site