Toyota apresenta protótipo de cidade do futuro

Projeto terá ecossistema conectado à base de hidrogênio

Foto: Toyota/Divulgação
http://pcworld.com.br/toyota-apresenta-prototipo-de-cidade-do-futuro/
Clique para copiar

A Toyota anunciou durante a CES 2020 que construirá a Woven City, sua cidade inteligente, em um terreno de 175 acres (aproximadamente 710 mil m²) na base do Monte Fuji, Japão.

“Construir uma cidade completa, mesmo em uma escala menor como essa, é uma oportunidade única de desenvolver tecnologias para o futuro, incluindo um sistema operacional digital focado na infraestrutura urbana. Com pessoas, construções, e veículos todos conectados e se comunicando entre si por meio de dados e sensores, com os quais seremos capazes de testar a Inteligência Artificial nos domínios físico e virtual, maximizando seu potencial”, afirmou Akio Toyoda, presidente da Toyota.

Designada para ser um laboratório vivo, a Woven City – ou Cidade Entrelaçada – receberá um ecossistema totalmente conectado que funcionará à base de hidrogênio. Para cuidar do design do projeto, a Toyota convidou o arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels, CEO do Bjarke Ingels Group (BIG). A equipe dele foi responsável pelo design de vários projetos de alto padrão, como o 2 World Trade Center (Nova York), a Casa Lego (Dinamarca), o Google’s Mountain View e a sede do Google em Londres.

Planejada para ser totalmente sustentável, a cidade possuirá edificações feitas principalmente de madeira tradicional japonesa – para reduzir a pegada de carbono –, telhados cobertos por painéis fotovoltaicos geradores de energia solar e ambientes a céu aberto com vegetação nativa e hidroponia.

Sua população inicial será composta por 2 mil pessoas, mas a intenção é aumentar o número de habitantes conforme o andamento do projeto. A Toyota fará um convite aberto colaborativo para parceiros comerciais e chamará pesquisadores e cientistas de todo o mundo para que esses profissionais possam testar tecnologias autônomas, robótica, mobilidade pessoal, casas inteligentes e inteligência artificial nessa incubadora do mundo real.

Os residentes terão acesso à tecnologia de ponta, como sensores capazes de verificar sua saúde e tomar conta das necessidades básicas cotidianas. Para deslocamento, apenas veículos autônomos e sem emissão de carbono serão permitidos nas vias principais.

“Serão bem-vindos todos aqueles que se sintam motivados a melhorar a maneira que vivemos, aproveitando esse ecossistema de pesquisa único e nos acompanhar em nossa jornada para criar uma vida melhor para todos”, disse Toyoda.

tags

Relacionadas

CES 2020 | Samsung apresenta Neon, seu projeto de avatares humanos

Os Neons são avatares humanos dotados de inteligência artificial

CES 2020 | HyperX apresenta nova linha de acessórios gamers para PCs e consoles

Dispositivos visam tornar a experiência do usuário mais completa

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site