Vídeo mostra Lua se afastando da Terra ao longo dos anos

O satélite natural já esteve 16 vezes mais próximo de nós

Foto:
http://pcworld.com.br/video-mostra-lua-se-afastando-da-terra-ao-longo-dos-anos/
Clique para copiar

Uma hipótese astronômica diz que há 4,5 bilhões de anos, a colisão entre a Terra e um objeto espacial do tamanho de Marte deu origem à Lua. Na época, pedaços da crosta terrestre cobertos por magma caíram na órbita do nosso planeta formando o grande satélite natural, que, logo após o nascimento, ficou bem próximo daqui – quase 16 vezes mais perto do que é hoje. Entretanto, com o passar do tempo, ele se afastou milhares de quilômetros e, agora, um físico planetário criou um vídeo para ilustrar o fenômeno.

James O’Donoghue, o autor da animação, trabalha na Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) e possui um canal no YouTube, no qual publica, com frequência, vídeos sobre a mesma temática. “Minhas animações foram feitas para mostrar o mais instantaneamente possível todo o contexto do que estou tentando transmitir. Quando fazia revisões para meus exames, costumava desenhar conceitos complexos à mão apenas para realmente entender, e é isso que estou fazendo aqui”, contou o físico.

Ao portal de notícias Business Insider, O’Donoghue disse que pretendia criar uma imagem precisa da criação da Lua, mas acabou se empolgando e animou a história. O vídeo, que tem menos do que 30 segundos, mostra a Lua em sua posição atual, faz uma regressão no tempo até o momento de sua criação, há 4,5 bilhões de anos, e finaliza com o satélite voltando para a sua posição atual ao longo do tempo.

Por que a Lua se afasta da Terra?

Atualmente, a Lua se afasta cerca de 3,8 centímetros por ano – mas nem sempre foi assim: no início de seu “retiro lunar”, o satélite se afastava 20,8 centímetros por ano e esse número variou muitas vezes desde que o fenômeno começou.

Em sua maioria, essas mudanças se devem a impactos de meteoritos e grandes mudanças geológicas aqui, na Terra. Para se ter ideia, há 3,2 bilhões de anos, mesma época da qual provêm as primeiras evidências de marés no oceano, a Lua passou a recuar 6,93 centímetros por ano após um período de menor movimentação. A razão pela qual as mudanças no clima da Terra podem afetar o recuo da lua é que a formação e o derretimento das geleiras afetam os oceanos que, então, afetam a Lua.

“Uso as principais taxas médias para evitar oscilações nos valores que as pessoas não conseguem ler a tempo”, explicou O’Donoghue. É por isso que os pesquisadores olham para as impressões das antigas marés do oceano para determinar a velocidade com que a Lua recuou em diferentes períodos no tempo.

Via Business Insider

tags

Relacionadas

NASA detecta cometa que pode ser novo visitante interestelar

Cientistas tentam descobrir qual é a origem do objeto

Asteroide gigante passou perto da superfície da Terra

O asteroide passou próximo da terra, mas sem chance de atingí-la

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site