WhatsApp deixará de funcionar em vários smartphones em fevereiro de 2020

O seu aparelho está na lista?

Foto: Shutterstock
http://pcworld.com.br/whatsapp-deixara-de-funcionar-em-varios-smartphones-em-fevereiro-de-2020/
Clique para copiar

Não é de hoje que você deve ler notícias sobre o fim do suporte ao WhatsApp em modelos mais antigos de smartphone. Mas como lembrar nunca é demais, aqui vai mais um alerta: a partir de fevereiro de 2020, diversos celulares não poderão mais rodar o mensageiro, obrigando esses usuários a adquirir um dispositivo mais recente que seja compatível.

A medida vale tanto para aparelhos Android quanto iOS, além de telefones que ainda utilizam o Windows Phone. Os primeiros a serem atingidos são donos de smartphones com Windows 10 Mobile, que perdem o suporte já em 31 de dezembro de 2019. Mais tarde será a vez de usuários do Android 2.3.7 e iOS 7, que não serão mais compatíveis com a plataforma em 31 de janeiro de 2020.

No caso do iOS 8, o suporte não se encerrará por completo. Quem já tiver baixado o WhatsApp, poderá continuar utilizando o mensageiro, porém o app não vai permitir a criação de novas contas em 1º de fevereiro, que é quando se encerra de vez a compatibilidade da ferramenta nesses sistemas operacionais.

Para checar se o WhatsApp roda a versão mais atual no seu aparelho, basta abrir a seção de apps na Play Store ou App Store, e procurar pelo aplicativo do Android – logo abaixo do nome é exibida a versão mais recente. Também verifique se o seu dispositivo está com o software atualizado. No Android, acesse Configurações > Sistema > Atualização de Software. Já no iOS, abra o app Ajustes > Geral > Atualização de Software.

Caso seu aparelho seja um pouco mais antigo e não tenha compatibilidade com versões mais recentes do Android ou iOS, então não vai ter jeito: será necessário adquirir um smartphone mais moderno.

Fonte: Daily Mail

Relacionadas

WhatsApp quer proibir envio massivo de mensagens durante eleições no Brasil

Aplicativo fez sugestão da medida ao TSE

WhatsApp testa função de mensagens autodestrutivas em grupos

Donos de grupos no aplicativo poderão definir autodestruição de conteúdos em períodos que vão de uma hora a um ano

Golpe do falso emprego cresce 174% e atinge vítimas no WhatsApp

Ao todo, foram registrados quase 2,4 milhões de ataques em 2019

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site