Home > Dicas

10 dicas para acabar com panes do iPhone

Saiba como sincronizar com vários computadores, encontrar conexões perdidas, acelerar a navegação e recuperar aplicativos que deram pau

Macworld - EUA

30/04/2009 às 12h10

Foto:

A Apple se empenhou muito para que o iPhone fosse o mais fácil de usar possível. Mesmo assim, muitos desafios podem atravessar seu caminho, desde anexos enigmáticos a opções de sincronização confusas. A boa notícia é que a maioria destes problemas tem solução. Veja as respostas para algumas das charadas mais comuns.

Conexões
Sincronizar o iPhone com o iTunes é a única maneira de colocar esta mídia no seu player de bolso. Também é a maneira mais conveniente de adicionar informações de contato, favoritos e eventos do calendário. Se o modo como o iPhone sincroniza deixa você confuso, podemos ajudá-lo.

>Acompanhe a Macworld Brasil no Twitter

new_iphone_160.jpg1) Sincronize com vários computadores
É verdade que o iPhone é um dispositivo movido a sincronização. Mas ele também é um sincronizador flexível. Se o seu computador no trabalho contém todos os seus contatos e dados do calendário e o seu computador doméstico contém todas as suas músicas, o iPhone pode sincronizar conteúdo diferente com os dois computadores.

A Apple, convenientemente, dividiu os dados do iPhone em blocos distintos, cada um podendo ser sincronizado com computadores diferentes: Info (contatos, calendários, favoritos, contas de correio), Música e Vídeo (que precisam ser sincronizados juntos), Fotos, Podcasts e Aplicativos. Para que isso funcione, você tem que percorrer cada aba no iTunes e desmarcar os itens que não deseja sincronizar no novo computador. Por exemplo, para manter as músicas e os vídeos que você sincronizou com seu computador doméstico, desmarque as opções de sincronização nas abas Música e Vídeo no computador do escritório.

Embora você não possa plugar um iPhone em outro computador e fundir mídias — música, vídeos, fotos e podcasts — deste computador, o iPhone pode combinar dados encontrados na aba Info, incluindo contatos, calendários, contas de e-mail e favoritos. Funciona assim: desmarque as opções de sincronização nas abas Música, Fotos, Podcasts e Vídeo. Depois, clique na aba Info e selecione os itens que gostaria de fundir com o iPhone, como Contatos e Calendários.
Quando você clica no botão Aplicar para atualizar o iPhone, surge uma caixa de diálogo perguntando se você gostaria de substituir as informações no iPhone pelas informações deste computador ou combiná-las. Para a segunda opção, clique em Combinar Informações.

2) Insira áudio no iPhone sem apagar a biblioteca
Este é um bom artifício para você, usuário do Mac, colocar arquivos de áudio no iPhone a partir de um computador diferente daquele com o qual sincroniza músicas. Para acrescentar áudio ao iPhone sem apagar sua biblioteca de músicas, antes você terá que habilitar a sincronização de podcasts no computador secundário. Tendo em vista que o iPhone é capaz de sincronizar podcasts separadamente de músicas e vídeos, você pode encher o iPhone com áudio no trabalho, contanto que seja sob a forma de podcast.

Parece ótimo, mas como criar um falso podcast contendo arquivos de áudio a partir do seu próprio disco rígido? Baixe o Typecast gratuito (macworld.com/3037) da Red Sweater Software e use-o para criar podcasts fictícios repletos de arquivos de áudio com seu Mac do trabalho. Depois de arrastar os arquivos de áudio do disco rígido do Mac para a janela do Typecast, clique na opção Enviar para o iTunes. Agora, tudo que você tem a fazer é sentar e observar os arquivos aparecerem magicamente dentro do iTunes como um podcast.

3) Sincronize com calendários do Google
O Google trabalhou bem ao tornar seus calendários amigáveis com o iPhone no Safari, mas muitos usuários prefeririam manter calendários do Google sincronizados com o iCal ou Outlook e o aplicativo de calendário do iPhone. Isso agora é fácil. Crie um calendário no Google se você ainda não tiver (calendario.google.com). Usuários do Mac devem baixar a ferramenta Calaboration (é assim mesmo que se escreve!)  (macworld.com/4354) do Google. Rode o Calaboration e entre nome de usuário e senha do Google. Quando for solicitado, escolha os calendários do Google que gostaria de adicionar ao iCal. Agora, quando você entrar eventos no iCal ou no Google, estes eventos serão sincronizados. Quando conectar seu iPhone, ambos os conjuntos de eventos serão transferidos.

Se você usa o Windows, pode baixar o Google Calendar Sync para sincronizar calendários do Google com o Microsoft Outlook. Depois de iniciar e entrar no programa, você pode personalizar suas opções de sincronização, incluindo se vai sincronizar nos dois sentidos ou apenas em um e com que frequência.

4) iPhone não aparece no iTunes
Se seu iPhone não aparece na lista Dispositivos do iTunes quando você conecta ao computador, primeiro verifique a conexão e certifique-se de que seu iPhone está carregado. Se ele estiver carregado, experimente reiniciá-lo e, em seguida, reiniciar o computador. Se não der certo, troque os cabos do iPhone. Se, mesmo assim, o computador não reconhecer o dispositivo, você
deve reinstalar o iTunes.

Domine os aplicativos
Com a App Store, o iPhone deu um grande passo para ser um “Mac de bolso” ao invés de apenas um smartphone. Contudo, embora a ênfase esteja nos benefícios de ser um Mac, existem alguns pontos negativos a considerar. Em particular, os aplicativos de terceiros podem travar, pifar ou afetar seu iPhone de alguma outra forma. Felizmente, as soluções para estes problemas são bastante simples.
Veja nossos melhores conselhos sobre aplicativos:

5) Apague programas indesejados
Se um aplicativo está causando problemas ou simplesmente a novidade passou, talvez você queira removê-lo. Para isso, precisa tirá-lo tanto do iPhone quanto do iTunes antes da próxima sincronização. Embora a Apple afirme que basta apagar o aplicativo no iTunes (o que deveria resultar em apagá-lo do iPhone na próxima sincronização), muitos usuários descobriram que estes aplicativos “apagados” são transferidos de volta do iPhone para o iTunes após uma sincronização sem a mensagem de alerta que deveria ser exibida.

Para eliminar um aplicativo do iPhone, mantenha pressionado o ícone de qualquer aplicativo na tela Início até os ícones começarem a mover-se. Toque no símbolo X no canto superior esquerdo do ícone do aplicativo que você deseja apagar e pressione o botão Início. Para remover um aplicativo do iTunes, vá à janela Aplicativos, acesse o menu contextual para o aplicativo em questão e selecione Apagar.

Alternativamente, com o iPhone conectado, vá até a aba Aplicativos e, presumindo que você esteja usando a opção Aplicativos Selecionados, desmarque o aplicativo que não quer mais ter no iPhone. Isso impedirá que ele retorne ao iPhone sem que você o remova do iTunes.

Se você apagar um aplicativo totalmente e, mais tarde, decidir que o quer de novo, não se preocupe. Basta ir à iTunes Store e baixá-lo outra vez. Caso tenha comprado o aplicativo, a loja se lembrará que você já pagou por ele e oferecerá um download gratuito.

++++

6) Atualize seus aplicativos
A probabilidade de panes de aplicativos no iPhone aumentou significativamente com a explosão de software de terceiros disponível na App Store. A maioria das falhas resulta de bugs nos aplicativos e a maior parte destes bugs será “esmagada” nas versões atualizadas de software que forem liberadas. Por isso, vale a pena checar a existência de atualizações.

Para buscar e instalar atualizações via iTunes, selecione Aplicativos na Biblioteca do iTunes e clique no botão Verificar Atualizações. Aqui você pode baixar atualizações uma por uma ou todas ao mesmo tempo (veja “Atualizações Frequentes”). Para alcançar os melhores resultados, recomendamos atualizar do iTunes para o iPhone sempre que possível. Entretanto, se você está em trânsito, pode checar via iPhone: vá à App Store e toque no botão Atualizações. Se houver atualizações listadas, você tem a opção de instalá-las.

7) Deixe o aparelho quieto
O ideal durante uma atualização é não fazer mais nada com o telefone até ela terminar. O iPhone continua operacional durante uma atualização, mas qualquer coisa que você tentar fazer com ele será em um ritmo mais lento, às vezes a ponto de você, pensando que ele parou de funcionar, reiniciá-lo. O mais impressionante é que o processo de instalação sobrevive à reinicialização e retoma de onde parou. De qualquer modo, tudo será mais suave se você atualizar do iTunes.

8) Deu pau no aplicativo
Se um aplicativo atualizado está congelando ou falhando, experimente seguir os passos detalhados na dica anterior na ordem: em caso de travamento, mantenha pressionado o botão Início até voltar à tela de Início. Se o aplicativo continuar se comportando estranhamente, reinicie o iPhone. Em seguida, reinstale os aplicativos. Em primeiro lugar, exclua um deles do iPhone e baixe-o novamente no iTunes. Sincronize o iPhone e instale a nova cópia do programa. Atenção: você perderá todos os dados que salvou junto com o programa, tais como texto acrescentado, progresso de jogos e assim por diante.

9) Encontre conexões perdidas
Se você acha que seu iPhone não conectará a redes EDGE ou 3G, apesar de o telefone informar que há força de sinal suficiente, ative o modo Avião (localizado no alto da tela Ajustes) e depois desative-o, para encontrar conexões. E se você está com dificuldade para conectar a redes Wi-Fi locais, vá a Ajustes, Geral, Redefinir e toque em Redefinir Ajustes de Rede. Isso limpa sua lista de redes Wi-Fi conhecidas e apaga as configurações de VPN. Entre novamente todas as informações de rede necessárias.

10) Acelere o Safari
O iPhone tem problemas para carregar páginas web? Experimente limpar os arquivos cache do Safari. Em Ajustes,  Safari, toque em Limpar Cache. Se não der resultado, selecione Limpar Histórico e Limpar Cookies. Mas lembre-se de que alguns recursos da web não funcionam com o iPhone, por mais que você se esforce. A versão do Safari para o iPhone, em especial, não suporta Flash. É impossível reproduzir vídeos como os do site da CNN.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail