Home > Dicas

10 questões sobre como copiar um DVD no Mac

Toda vez que escrevemos sobre como converter seus DVDs para o iPod ou para assistir no disco rígido do Mac surgem novas e novas dúvidas. Preparamos um guia com as principais.

Cristopher Breen, Macworld/EUA

06/02/2009 às 14h56

Foto:

1) Comprei um filme em DVD e quero reproduzi-lo no meu iPod ou iPhone. Como eu faço isso?
Existem diversas ferramentas disponíveis para isso, como o HandBrake, o MacTheRipper 2.6.6, que são gratuitos, e o RipIt, que custa 19 dólares.

2) Qual a diferença entre os três programas?
O HandBrake é o mais configurável do pacote. Tem diversas pré-definições para “ripar” seu disco para determinados dispositivos e destinos – Apple TV, iPhone/iPod touch, QuickTime e iPod em resolução alta ou baixa, por exemplo. O HandBrake detecta automaticamente o filme principal do disco para extração. Você pode ripar outras partes do disco também, como extras e trailers. E você escolhe o formato de saída do arquivo, que pode ser MPEG-4, MKV, AVI ou OGM (para usuários de Mac, o MPEG-4 é a melhor opção, já que é compatível com Mac, iPod, iPhone e Apple TV).

A versão do MacTheRipper (a 2.6.6, gratuita) facilmente encontrada em sites é desatualizada e incompatível com novos métodos de proteção contra cópia. O programa apenas copia o conteúdo do DVD para seu disco rígido. Você pode obter uma versão atualizada ao participar de fóruns do RipDifferent e comprar uma cópia do MacTheRipper 3.x.  O programa copia o filme principal ou qualquer outra parte que você quiser do disco. E cria duas pastas com o nome Audio_TS e Video_TS.

O Reprodutor de DVD do Mac OS reproduz os arquivos dessas pastas como se fosse um DVD convencional (abra o programa e escolha Abrir Mídia do DVD e escolha a pasta Video_TS). O conteúdo da pasta Video_TS pode ser convertido no Handbrake ou no Roxio Toast Titanium (100 dólares) para outros dispositivos.

O RipIt é o menos configurável dos três, mas copia tudo que você colocar nele. Insira o disco e ele vai ripar tudo em um arquivo .dvdmovie. Dê um clique com o botão direito e verá uma pasta Video_TS dentro dele, que pode ser vista com o Reprodutor de DVD ou exportada via HandBrake ou Toast Titanium. Leia o review do RipIt.

3) Baixei a última versão do Handbrake e ele não copia DVDs comerciais. O que faço?
Para que a cópia de uso pessoal do seu DVD seja feita com o Handbrake, você precisa instalar o programa gratuito VLC (VideoLan Client), que instala componentes que lidam com as tecnologias de proteção. Desse modo, o HandBrake consegue converter seu disco.

4) Quando copio meu DVD e faço uma cópia de segurança para outro DVD, o código da região continua?
DVDs comerciais não são protegidos apenas contra duplicação, mas também têm códigos de região inseridos. Esses códigos são usados pelos DVD players para indicar em quais países o disco pode ser reproduzido. O Brasil usa a região 3, Estados Unidos e Canadá usam a Região 1, por exemplo. O Mac permite trocar de região até cinco vezes antes de travar na última região utilizada.

Como o Mac tem essa restrição, é útil remover a codificação de região, e os três programas – HandBrake, MacTheRipper e RipIt – fazem isso.

5) Tenho o Toast Titanium, como faço para ripar meus DVDs?
O Toast e seu irmão de 50 dólares, o Popcorn 3, não conseguem remover a proteção contra cópias de um DVD. Mas eles têm ferramentas incríveis para copiar DVDs sem proteção e converter vídeo para outros formatos. Como o Toast, o DVD2One (39,99 euros) também pode ser usado para transformar discos dual ou single layer (e pastas Video_TS) em DVDs de camada única.

6) Já vi na web diversos fóruns exaltando as virtudes de programas que vocês não listam aqui. Por que não usá-los?
Os três programas que listamos aqui fazem bem o serviço. Quando outros desenvolvedores começam a invadir fóruns com instruções para ripar discos ou converter arquivos com a ferramenta X, Y ou  Z, isso fala bastante sobre a qualidade do produto.

7) Baixei o HandBrake, ripei um DVD com um filme pessoal e o resultado foi um arquivo com extensão . m4v. Gostaria de editar esse vídeo no iMovie, mas o editor não importa o arquivo. O que fazer?
Tudo que você precisa fazer é mudar a extensão de .m4v para .mov. Importe o vídeo no iMovie (File | Import | Movies no iMovie ’09 ou ‘08)  ou arraste o arquivo no iMovie HD.

8) Onde encontro instruções sobre como ripar DVDs?
Já falamos disso em um artigo chamado Converta vídeos para qualquer dispositivo.

9) No artigo citado acima, vocês falam de um outro programa chamado VisualHub. Tentei baixá-lo e o software não está mais disponível. E agora?
O VisualHub passou para a outra dimensão do software e não existe mais. Uma alternativa é usar dois novos projetos criados em open source, chamados FilmRedux e PunyVid. Ambos têm versões de teste ainda.
Outros programas podem ser usados para converter vídeo, como o Roxio Toast Titanium, o Popcorn, o Crunch (40 dólares) e o gratuito MPEG Streamclip, da Squared 5.

Se você já converteu um filme para formato MPEG-4 ou .mov, pode convertê-lo com o iTunes para reproduzir em um iPod ou Apple TV. Adicione o filme à sua biblioteca do iTunes e, em Avançado, clique em Criar Versão para iPod ou iPhone ou Criar Versão para Apple TV.

10) Tudo isso não é ilegal?
Lembramos que é uma zona nebulosa, legalmente falando. “Ripar” DVDs comerciais significa burlar os métodos de proteção contra cópias usados nesses discos e a legalidade de usar esse tipo de software é questionável – mesmo se você comprou o DVD e está apenas “transformando-o” em um novo formato para uso pessoal. Os riscos são seus.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail