5 jogos para zerar antes da chegada da próxima geração de consoles

A nova geração de consoles está chegando em breve

Foto: Shutterstock
https://pcworld.com.br/5-jogos-para-zerar-antes-da-chegada-da-proxima-geracao/
Clique para copiar

O ano de 2019 foi ótimo para a indústria de games, ainda mais que, possivelmente, será o último ano dos consoles da atual geração. A Sony, Xbox e Nintendo já preparam seus próximos produtos, mas enquanto as empresas não fazem nenhum anúncio oficial, é hora de jogar os títulos disponíveis para o que temos disponível no mercado .

Para te dar uma força na hora de decidir o que jogar, reunimos os cinco jogos que você deve aproveitar e zerar antes que os novos consoles estejam no mercado.

5. God of War (PlayStation 4)

God of War é a continuação da clássica saga da Sony, que começou no PlayStation 2 com a história de Kratos e os deuses da mitologia grega. A maior diferença do novo jogo é que a história se passa dentro da mitologia nórdica e, dessa vez, Kratos tem a ajuda de seu filho, Altreus.

Além da história, o que mais conquistou os jogadores foi a jogabilidade reformulada, principalmente porque a mecânica dos três primeiros jogos da franquia envelheceu em relação ao jogos que estão disponíveis atualmente.

O jogo é quase como um remake da trilogia clássica, porém, não é. A fórmula de God of War ao lado de uma jogabilidade moderna funcionou muito e é um título da atual geração que deve ser aproveitado por todos os jogadores.

4. The Witcher 3: Wild Hunt (PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch)

The Witcher 3: Wild Hunt é o jogo mais popular da saga, talvez até mais popular que a série de livros que deu origem aos jogos. Recentemente, a Netflix produziu um seriado também baseado na história de Geralt de Rívia, o bruxo personagem principal da saga.

Wild Hunt não é tão diferente esteticamente dos outros jogos da série, porém, a jogabilidade foi aprimorada e o sistema de batalhas foi completamente renovado. Na época de lançamento, em 2015, o jogo foi aclamado pela crítica e considerado um dos melhores jogos de todos os tempos.

O desenvolvimento ficou por conta do estúdio polonês CD Projekt Red. Wild Hunt é considerado o jogo mais premiado da história, já que venceu 257 premiações ao redor do mundo e em diversos casos na categoria de “Melhor Jogo”. Por isso, todos os jogadores devem aproveitar da aventura de Geralt antes da nova geração chegar com outras histórias do bruxo.

3. Resident Evil 2 (PlayStation 4 e Xbox One)

Resident Evil 2 é um clássico do PlayStation original, lançado na década de 90. Depois do remake do primeiro jogo da saga para Game Cube, que foi relançado para as plataformas atuais, a Capcom anunciou que estava desenvolvendo um remake do segundo título.

Assim, foi lançado Resident Evil 2 – Remake. O jogo é uma versão atualizada do clássico para PlayStation 1, porém, com nova jogabilidade, novos gráficos e algumas adições interessantes em relação a história dos personagens Leon S. Kennedy e Claire Redfield, irmã de um dos protagonistas do primeiro jogo, Chris Redfield.

A popularidade do jogo foi tão grande que ele entrou na lista de melhores jogos do The Game Awards 2019, concorrendo com títulos totalmente novos. Resident Evil 2 – Remake é um ótimo jogo e você não precisa jogar o primeiro título para entender a história, porém, é uma ótima adição.

2. Uncharted 4: A Thief’s End (PlayStation 4)

Uncharted é uma das sagas clássicas do PlayStation, a série de jogos foi produzida pela Naughty Dog, a mesma desenvolvedora da série Crash Bandicoot, e publicada apenas para as plataformas PlayStation.

O quarto jogo vendeu cerca de 3 milhões de cópias ao redor do mundo e foi um dos jogos mais aclamados no ano do seu lançamento, em 2016. A trama conta a história final de Nathan Drake, o caçador de tesouros charmoso que conquistou uma geração de jogadores.

Assim como os outros jogos, o mecanismo é de tiro em terceira pessoa, mas com algumas mudanças na jogabilidade. Agora, Drake se move mais fluidamente e interage com o ambiente de uma forma mais real. O jogo também é repleto de cutscenes e, por isso, muitos jogadores comparam a aventura com a narrativa de um longa-metragem. A jogatina não oferece muitas opções ao decorrer do game, já que a história é fechada e, também por isso, comparam a sua linearidade com o enredo de um filme.

Uncharted 4: A Thief’s End pode ser aproveitado como um jogo standalone, porém, é mais interessante jogar todos os outros títulos da saga e entender a história de Nathan Drake por completo. Sem dúvidas, é um jogo que não pode ficar para a próxima geração.

1. Red Dead Redempetion 2 (PlayStation 4 e Xbox One)

Red Dead Redempetion é um jogo de mundo aberto lançado pela Rockstar Games, mesma produtora responsável pela saga Grand Theft Auto e, por isso, os jogadores consideram a aventura como um GTA do faroeste. Ambientado em uma versão ficcional da região oeste dos Estados Unidos e noroeste do México, o game coloca o jogador em tiroteios, viagens a cavalo e outras aventuras de faroeste.

O segundo jogo da saga foi lançado oito anos depois da primeira aventura e foi aguardada por anos por fãs da saga. A história se passa em 1899 e também coloca o jogador dentro do Velho Oeste, com um mundo aberto e perspectiva de tiro em terceira pessoa. A mecânica é bem semelhante ao primeiro título da saga, porém, refina a jogabilidade e inclui novos sistemas e possibilidades.

Red Dead Redemption 2 foi muito aclamado pela crítica, principalmente pela narrativa, nível de detalhes e mundo aberto. Por isso, foi vencedor de diversas premiações especializadas em games. São mais de 60 horas de jogabilidade e muita história que os fãs de games não podem deixar para a próxima geração.

tags

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site