Home > Dicas

6 razões para abandonar seu velho PC e comprar um novo notebook

A razão óbvia é que o novo notebook será muito mais rápido que o antigo. Mas separamos outros seis motivos mais convincentes para comprar um novo PC

Por Mark Hachman, PC World USA

18/12/2018 às 16h06

pcs modernos - pcworld
Foto: Adam Patrick Murray / IDG

A Intel, a Microsoft e todos os fabricantes de PCs geralmente usam o argumento de que seu PC de cinco anos atrás perde feio em velocidade para um modelo novo. Mas embora velocidade bruta seja uma boa razão para trocar um computador velho por um notebook novo, achamos que há muitas outras razões para comprar um computador mais moderno.

Interatividade, segurança, facilidade de uso - esses são recursos críticos que não aparecem nas listas de especificações convencionais. E até mesmo a portabilidade de um equipamento moderno é uma vantagem importante e menos aparente. Se você tem um velho PC e quer um motivo bom para abrir a carteira e comprar um novo, separamos logo seis para não deixar você sem argumentos.

1. "Thin-and-light" para uma vida mais leve

A Intel apresentou pela primeira vez o conceito de um ultrabook fino e leve (thin-and-light) em 2011, mas foi só cinco anos atrás que os fabricantes realmente o adotaram. Hoje, a maioria dos notebooks de primeira linha para uso pessoal se enquadra na categoria "thin-and-light" (muito fino e muito leve), deixando de ser literalmente um "peso nas costas" do usuário.

Um exemplo é o Acer Swift 7, que estressa o conceito com meros 0,88 cm de espessura, pesando 1,12 quilo. Compare isso com algo como o Toshiba P845T-S4310 de vários anos atrás: ele pesa mais de 2,5 quilos com 2,54 cm de espessura! Há vários notebooks com mais de cinco anos cuja tampa é mais grossa que a espessura total de um novo notebook atual.

Os notebooks 2-em-1, que se convertem em tablets, também oferecem alternativas para jogar o peso abaixo de 1 Kg quando você remove o teclado opcional, por exemplo. O Microsoft Surface Pro 6 chega a 780 gramas. E mesmo que você opte por um notebook 2-em-1 no modelo de concha, com um display articulado não destacável que pode girar 360 graus, o peso vai ficar muito abaixo da média dos modelos antigos. E isso quer dizer melhor qualidade de vida.

2. Fast Startup e SSDs para boots incrivelmente velozes

Os PCs antigos usam um combinado de tecnologias que tornam o boot um processo longo: processadores lentos, discos rígidos pequenos e um procedimento extensivo de desligamento / inicialização. Dá para ir tirar um espresso e levar para a mesa enquanto seu PC inicializa. Mas os computadores pessoais mais novos usam uma técnica chamada Fast Startup, que mantém seu computador em um modo de suspensão profunda. Em essência, o seu PC hiberna em vez de desligar completamente.

Um SSD (unidade de armazenamento em estado sólido) pode ser um upgrade poderoso para um notebook antigo, mas nos notebooks modernos ele é padrão. Sem peças mecânicas, um SSD "voa" quando o computador é inicializado depois de ter sido desligado, levando você para a tela de login do Windows em questão de segundos. Acordar do modo soneca pode ser ainda mais rápido, especialmente quando combinada com um SSD. Se você não está disposto a pegar uma chave de fenda, comprar um SSD e fazer um upgrade no seu velho computador, comprar um PC com o Windows 10 Fast Startup e um SSD é sua garantia de acelerar no trabalho.

3. Windows Hello: Seu rosto é sua senha

No filme hacker "Sneakers", de 1992, um dos personagens utilizava um código biométrico de identificação usando a mensagem literal "minha voz é minha senha" (“my voice is my password”). Pois o Windows Hello é esse filme, só que realidade. Só que, ao invés de usar sua voz para autenticação de segurança, o Windows Hello usa uma “câmera de profundidade” embutida na frente do notebook ou tablet, ou um leitor de impressões digitais que digitaliza sua impressão digital como muitos smartphones fazem.

Com os notebooks mais recentes, a configuração do Hello leva literalmente um segundo ou dois, que é o tempo da câmera gravar seu rosto no Windows. Os leitores de impressão digital, por outro lado, levam um pouco mais de tempo para aprender todas as linhas e espirais de sua impressão digital. Sabemos que não há esquema de autenticação inteiramente perfeito - uma barba espessa ocasionalmente atrapalha a câmera para reconhecer seu rosto, e os leitores de impressão digital podem ficar sujos - , mas em cada dez tentativas de fazer o login, 9 precisam que você simplesmente olhe para a câmera, e pronto.

4. PCs modernos são construídos para segurança

Uma das razões mais negligenciadas para comprar um novo computador é que a segurança continua a evoluir com o tempo. A Microsoft continua a atualizar o Windows 10, aplicando correções (patches) para derrotar os ataques em constante evolução de cibercriminosos. E o Windows 10 inclui um recurso chamado “acesso controlado a pastas” para limitar o acesso a seus documentos e fotos, e permite recuperar dados do OneDrive no caso de um ransomware passar pelas defesas do seu PC. O ransomware é particularmente problemático, porque ataca seus arquivos e pastas, “travando-os” via criptografia até que você pague um resgate para torná-los utilizáveis ​​novamente.

A outra razão para comprar um PC novo com Windows 10 é simples: o relógio está correndo para o Windows 7. Mais especificamente, em janeiro de 2020 cessa o suporte da Microsoft para o Windows 7 Service Pack 1 irá expirar. Isso quer dizer que se alguma vulnerabilidade aparecer depois dessa data você não terá mais correções da Microsoft para ele e vai ter de confiar unicamente no seu software antivírus e em um navegador bem corrigido para sobreviver sem ataques.

5. Novos jeitos de interagir com a máquina

Você até pode sobreviver sem um mouse, os atalhos de teclado e as setas de cursor podem ser suficientes para navegar, com muito boa vontade, mas vamos ser honestos, quem quer isso? Mas, e se você tivesse outros métodos de entrada no seu arsenal?

Notebooks novos com Windows 10 permitem que você escreva ou desenhem com uma caneta e interaja por toque, comandos de voz e até rastreamento ocular. Muitos desses recursos são projetados para agir como tecnologias inclusivas para pessoas que não conseguem digitar ou controlar um mouse.

Mas eles também são muito convenientes para o seu trabalho, se quiser usá-los. Veja por exemplo o caso dos comandos de voz. Você provavelmente não consegue calcular de cabeça quanto é 39% de 273, mas com os comandos de voz habilitados, você pode solicitar - e conseguir - a resposta da Cortana em um instante.

6. Uma bateria que dura (mesmo) o dia todo

Uma bateria com vida útil de um dia inteiro parece um sonho, se seu notebook tem mais de cinco anos de idade. Mas o sonho vira rapidamente realidade se você tem a chance de passar o dia com um notebook que aparentemente "se recusa a morrer".  Se comprar um notebook moderno não terá uma, mas sim duas vantagens com a bateria.

Primeiro, as baterias dos laptops mais antigos simplesmente não são tão eficientes quanto as das novas máquinas. Pior ainda, a capacidade de carga da bateria diminui com o tempo. Embora existam maneiras de prolongar sua vida útil - não a carregue até a capacidade total e nunca a deixe ficar completamente sem energia - a verdade é que sua capacidade de manter uma carga irá diminuir gradualmente, até o ponto em que ela pode simplesmente recusar-se a carregar.

Em segundo lugar, os processadores e chipsets mais recentes encontrados nos PCs modernos são projetados para minimizar o consumo de energia, tanto na arquitetura quanto no processamento, oferecendo um tempo de vida útil fantástico.

Notebooks como o Samsung Galaxy Book 2, que usam um processador Snapdragon da Qualcomm, oferecem tempo de bateria real de mais de 17 horas. Isso quer dizer trabalho das 6 da manhã até perto da meia-noite. E notebooks como o HP Spectre x360 13 ganham cerca de 22 horas de vida útil da bateria só aproveitando o projeto da Intel que, em parceria com a Sharp e a Innolux, está reduzindo a potência do painel do display para 1 watt.

Dito isso tudo, finalizamos lembrando que os novos notebooks simplesmente oferecem muito mais opções do que os mais antigos. Sim, você sempre pode usar o argumento da velocidade nos novos notebooks, mas acho que mostramos que você estará perdendo muito mais do que velocidade se não fizer um upgrade.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail