Home > Dicas

7 de setembro: Dicas para fotografar na praia durante o feriado

Um plano e enquadramento diferentes e até o flash podem resultar em imagens bacanas. E dá para fazer isso com câmeras compactas.

Nando Rodrigues, da PC World

03/09/2009 às 16h35

foto-praia-150.jpg
Foto:

foto-praia-150.jpgO feriadão de 7 de setembro chegou e muita gente se prepara para passar os três dias de folga de preferências na praia, para fugir do calor que atinge boa parte dos Brasil nos últimos dias e também descansar do estresse da vida diária. Tudo bem que a meteorologia prevê mudanças e até chuva a partir do final da tarde desta sexta-feira (4/9), pelo menos para as regiões sul e sudeste do País.

Se você é um dos milhares de felizardos que passarão o feriado prolongado à beira-mar, aproveite as dicas abaixo para que as fotos dos amigos e da família, clicadas durante esses dias,  fiquem ainda mais legais.

O melhor delas é que você não precisa ser dono de um câmera digital SLR cheia de recursos para conseguir bons resultados. As digitais compactas, em sua maioria, têm funcionalidades suficientes para que fotógrafos de final de semana, com um pouco de criatividade e alguma técnica, obtenham fotos  bem interessantes e que fogem do lugar comum.

Saia do plano convencional
A maioria dos fotógrafos amadores costuma levar a câmera fotográfica junto aos olhos, fazer o enquadramento que der e clicar. Fazem isso sentados ou, mais comumente, em pé, independentemente da posição em que motivo da foto esteja.

Ao fotografar crianças brincando na areia da praia ou na linha d’água, procure abaixar-se, tentando tanto quando possível, colocando a lente da câmera fotográfica na mesma altura do rosto das crianças retratadas, intervindo o menos possível na cena para que elas mantenham a naturalidade.

Leia também: 
>> Como lidar com condições extremas de luz em fotos externas
>> Regras básicas para fotografar pessoas
>> Fotografe à noite com sua câmera digital

O mesmo vale quando se fotografar elementos da paisagem. Note, na imagem abaixo, que o fotógrafo procurou alinhar a câmera à borda do bote, imprimindo um efeito de maior profundidade e perspectiva.

barco.jpg

Esculturas na areia, mesmo as mais simples como os castelos que as crianças fazem usam baldes plásticos, podem resultar em bonitas imagens, caso você consiga combinar uma plano mais baixo e a luz do sol, resultado em sobras que dão dramaticidade a uma foto muito fácil de fazer.

castelo.jpg

Faça do sol e do flash aliados
Fotografar na praia pode ser uma experiência frustrante se não levarmos em conta um fator primordial: a luz do sol. Se ele é um dos itens mais esperados por quem vai passar um final de semana na praia, ele também pode prejudicar a captura de algumas imagens, com excesso de luz ou sombras muito acentuadas.

Caso sua câmera ofereça, escolha o modo de cena Praia; ele corrige os problemas de iluminação mais comuns. Mesmo assim, evite fotografar pessoas com a luz do sol incidindo diretamente nelas - o resultado é uma imagem chapada e sem graça.

Em vez disso, posicione-se de tal forma que o sol incida em um ângulo lateral sobre o objeto ou pessoa a ser fotografada. Cuidado para que sua sombra não seja incluída na imagem, a não ser que você queira que isso aconteça. E para evitar a ocorrência de sombras em excesso, deixe o flash ligado; ele irá fornecer iluminação suficiente para preencher estas sombras de modo muito natural.

Nesta época do ano, a partir das 16h, o sol já se encontra numa posição mais baixe e o que permite capturar imagens com reflexos muito bonitos, caso o mar não esteja demasiadamente agitado.

reflexo.jpg

Experimente fotos em silhueta. Basta posicionar-se de tal forma que deixe o sol atrás do objeto a ser fotografado. Nesse caso, você deverá deixar o flash desligado. Este é um recurso bacana que pode aquecer uma foto que poderia ser muito simples.

silhueta.jpg

Observe tudo
Boas fotos podem resultar de coisas que normalmente não prestamos atenção. Pegadas deixadas na areia, conchas e pedras lavadas pelo mar são bons exemplos disso. Para um bom efeito, quanto mais próximo do objeto retratado o fotógrafo estiver, melhor.

pegada.jpg

No caso de conchas e pedras, pode ser necessário utilizar o recurso Macro da câmera e, assim, registrar o detalhes com mais precisão. O uso do flash pode ajudar a diminuir sombras em excesso.

conchas.jpg

Fotografar animais que vivem na praia não é fácil. Eles são ariscos e qualquer tentativa de aproximação irá assustá-los  Nesta situação, o melhor é fazer uso do zoom que a câmera oferece. Claro que para obter imagens como a que está abaixo, você vai precisar de um zoom poderoso e possivelmente de um tripé. Mas pode-se conseguir coisas bem bacanas com um pouco de sorte e muita calma.

fauna.jpg

Um dia de tempo ruim, sem sol e com muito vento pode também gerar situações interessantes para fotografia. O vento cria paisagens interessantes na areia, sugerindo movimento. Para registrá-las será necessário estar abaixado, mas o resultado costuma compensar o esforço.


areia.jpg

Cuide do seu equipamento
Os equipamentos fotográficos existentes hoje em sua maioria são muito resistentes. Mesmo assim, água do mar, areia, gordura de alimentos inimigos mortais deles.

Ao fotografar próximo ao mar ou mesmo dentro dele, tente evitar, tanto quanto possível, que a água salgada atinja seu equipamento. Caso isso aconteça, use lenço de papel para secá-lo, mas sem esfregar.

Se estiver ventando muito e quiser fotografar nesta condição, procure fazê-lo tendo o vento à suas costas. Isso impedirá, em partes, que a areia atinja lente.

Evite manusear a câmera enquanto estiver comendo. Pode parecer bobagem, mas a gordura na lente fará um estrago enorme, prejudicando a clareza das imagens, que ficaram embaçadas.

Ao voltar do feriado, sua câmera irá agradecer uma boa limpeza. Vale a pensa pagar pelo serviço por empresas especializadas. Só assim seu equipamento estará pronto para o próximo feriado e irá durar muitos anos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail