Home > Dicas

7 dicas para conectar o iPhone à web com segurança

Sabia como configurar as várias formas de acesso e como proteger navegação com recursos como a criação de uma VPN

Macworld - EUA

15/04/2009 às 12h03

Foto:

Para usufruir plenamente de grande parte dos melhores recursos do iPhone — navegar na web, obter itinerários e mapas, acompanhar a cotação de ações e baixar mensagens de e-mail, entre outros  — você precisa de acesso adequado à internet.

1) Conheça suas opções
O iPhone 3G fornece três opções de acesso à internet: irritantemente lento e disseminado (EDGE), muito veloz e disponível apenas em algumas cidades (3G) ou veloz e bastante irregular (Wi-Fi).
   EDGE - Este padrão para transferência de dados celular é bastante disseminado. Infelizmente, é lento demais, apenas duas a três vezes mais rápido do que os modems para conexão dial-up, na melhor das hipóteses, e bem mais devagar, na pior.
   3G - É o padrão para rede de dados celular mais moderno em muitas cidades, embora não tão disseminado quanto EDGE. Se você conseguir um sinal 3G, verá que ele é bem veloz – não tanto quanto uma conexão banda larga Wi-Fi, porém mais difundido.
   Wi-Fi - Por outro lado, o Wi-Fi é extremamente veloz e as redes
desse tipo são relativamente comuns — estão na sua casa, no seu trabalho e em centenas de milhares de pontos de acesso Wi-Fi. Mas não estão disponíveis em toda parte e você depende da velocidade da conexão da rede Wi-Fi com a internet. Felizmente, há milhares de hotspots espalhados pelo mundo.

iphone_390

2) Usando Wi-Fi
Felizmente, o iPhone alterna de maneira integrada entre EDGE, 3G e Wi-Fi. Há sempre um plano reserva quando um tipo de rede se encontra indisponível. Entretanto, provavelmente você vai querer conectar a uma rede Wi-Fi sempre que possível, por ser a opção mais rápida... e particularmente útil se você está em algum lugar que não possui um bom sinal de celular. Com ele você pode, por exemplo, usar o Skype para iPhone (não disponível em 3G).

Os ajustes Wi-Fi podem ser acessados de dois lugares: o menu Wi-Fi no alto da tela Ajustes ou a tela Rede no ajuste Geral. Aqui você ativa ou desativa Wi-Fi. Quando está ativado, aparece a seção Selecionar uma Rede. Por padrão, o iPhone mostra todas as redes sem fio que estão no raio de alcance. As que exigem senha exibem um cadeado ao lado. As redes abertas não têm cadeado. Linhas de radiação (ao lado do ícone de cadeado) mostram a intensidade do sinal Wi-Fi.

Você pode conectar a uma rede rapidamente tocando no nome dela. Se a rede for protegida, será solicitada uma senha. Para ver ajustes para qualquer rede listada, pressione a seta azul à direita do nome da rede. Na tela resultante há a opção Esquecer esta Rede. Dê um toque nela se não quer mais que o iPhone conecte a esta rede automaticamente quando a vê (é útil, por exemplo, se você conecta a uma rede desprotegida e descobre que, na realidade, ela não provê conexão com a internet).

A opção Outra nesta lista permite que você conecte a uma rede oculta. Toque nela para entrar o nome da rede e especificar que tipo de segurança ela emprega. Ao terminar, dê um toque em Entrar para conectar à rede. Na parte inferior da tela Redes Wi-Fi você verá a opção Perguntar para Entrar em Redes. Com esta opção ativada, se você não estiver conectado a uma rede Wi-Fi conhecida, seu iPhone exibirá automaticamente uma lista de redes ao seu redor. Caso você desative esta opção, terá que ir ao menu Wi-Fi em Ajustes para selecionar uma rede. É o dilema entre o aborrecimento de ser constantemente solicitado a conectar a redes que você não quer e ter que dar alguns passos a mais toda vez que quer conectar a uma nova rede.

3) Localizando um Ponto de Acesso (Hot Spot)
Muitas empresas e cidades optaram por oferecer acesso à internet via
Wi-Fi para incentivar as pessoas a irem para as lojas, os centros de comércio das cidades ou os bairros comerciais menos frequentados.   Você encontrará uma lista das localizações em duas fontes de informação: JiWire.com (www.jiwire.com) traz um catálogo abrangente de hotspots e os usuários do iPhone podem baixar o aplicativo JiWire na iTunes App Store.    Wi-Fi Free Spot (wififreespot.com) é especializado em localizar acesso Wi-Fi sem custo. É organizado por estado e locais como aeroportos, e lojas de varejo, como Apple Store. Em muitas cidades há parques centrais e de bairros ou praças centrais com serviço gratuito.

++++

4) Segurança
iphoneseg150A ânsia do iPhone em conectar a redes não é necessariamente boa quando você está tentando assegurar que seus dados não acabem parando nas mãos de outras pessoas. Tudo indica que alguns bisbilhoteiros de rede passam um bom tempo vasculhando mensagens de e-mail e informações privadas. O iPhone entrega facilmente senhas de e-mail de contas desprotegidas, conteúdo de mensagens de correio eletrônico sem proteção e conteúdo de páginas web não criptografadas (normalmente, sites que não envolvem operações bancárias ou comércio eletrônico).
   Quando você estiver em uma rede Wi-Fi desprotegida, vai querer saber qual informação corre o risco de escapar. Veja algumas das atitudes mais importantes que você pode tomar:

5) Use a porta certa
Se seu provedor de internet utiliza uma porta pouco comum para e-mail seguro, você pode ajustar o programa Mail do iPhone para suportá-la (os números das portas são como os cubículos numerados das salas de separação de correspondência nos correios: cada cubículo corresponde a um serviço específico, como chat, FTP ou e-mail). Para configurar sua conta, toque em Ajustes: Mail, Contatos, Calendários, Adicionar Contas, Outra. Ao invés de entrar apenas o nome do servidor de mail (por exemplo, pop.gmail.com), acrescente o sinal de dois pontos e o número da porta – digamos, pop.gmail.com:995.

6) E-mail seguro
Por padrão, o iPhone utiliza criptografia SSL (Secure Sockets Layer) para e-mail POP, IMAP e SMTP. Conexões de e-mail SSL funcionam como sessões web seguras: o software de e-mail do iPhone troca informações de certificado digital com o servidor de mail e cria um túnel criptografado que não pode ser violado com o uso de nenhuma técnica conhecida.
   Para contas AOL, Gmail, Yahoo! Mail e Mobile Me que você configura na tela Mail, SSL é a opção padrão e não deve ser mudada. Para outras contas, você terá que verificar junto ao seu provedor de internet se ele suporta conexões SSL. Se seu provedor não lhe der uma opção segura, talvez você possa contornar o problema ajustando sua conta de e-mail para encaminhar ou copiar mensagens recebidas automaticamente para um serviço seguro como o Hushmail (www.hushmail.com). Você pode, então, configurar uma conta Mail no iPhone para recuperar e-mail do Hushmail com segurança.

7) Redes seguras via VPN
Como os usuários de laptops, os donos de iPhones devem utilizar uma VPN quando conectam a redes Wi-Fi desconhecidas. O iPhone suporta três tipos de conexões VPN e permite que você configure múltiplos perfis VPN, cada um com informações exclusivas. Isso é ótimo para usuários que necessitam de duas ou mais VPNs para o trabalho.

Alguns serviços fornecem uma VPN amigável com o Mac por uma taxa mensal.   Para configurar a VPN, vá a Ajustes: Geral, Rede, VPN e toque em Adicionar Configuração VPN. A janela de diálogo Adicionar Configuração exibe os três protocolos suportados: L2TP, PPTP e IPsec. Consulte o administrador da sua rede se você não tiver certeza de qual deve usar.

Se você usa L2TP, por exemplo, entre uma descrição que está na página de ajuste principal de VPN, o nome do host do servidor VPN e o nome da sua conta. Alguns servidores VPN requerem apenas uma senha, enquanto outros usam autenticação em dois fatores. No segundo caso, entre também um código aleatório que aparece em um gerador de senhas (token) RSA SecurID que você leva aonde for (fará isso sempre que ativar a conexão VPN). Se sua empresa o exigir, ative a opção RSA SecurID. Se uma senha for solicitada, você pode optar por entrá-la no setup (neste caso, o iPhone vai utilizá-la automaticamente) ou deixar o campo em branco (o iPhone lhe pedirá toda vez que você conectar à VPN). Conexões L2TP também exigem um código compartilhado que um administrador de sistemas lhe passará. Recomendamos que você selecione Enviar Todo Tráfego, o que faz o iPhone criptografar todas as conexões.

Quando terminar, toque em Salvar. O perfil aparece na tela de ajuste VPN. Toque no perfil para selecioná-lo como padrão.Você pode habilitar sua VPN através da chave On/Off na tela de ajuste VPN. Se você só tiver um perfil de VPN ajustado, esta chave também aparecerá na tela Ajustes principal sob o modo Avião e as entradas Wi-Fi. Se você tiver vários perfis, verá a mensagem “Não Conectado”, que, quando pressionada, o leva para a tela de ajuste VPN.   Infelizmente, o recurso VPN do iPhone não é tão integrado quanto deveria. As conexões VPN caem quando o iPhone alterna entre as redes Wi-Fi, EDGE e 3G. Você precisa desativar e reativar a VPN manualmente quando passa de uma conexão de rede para outra.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail