Home > Notícias

70% dos compradores do iPad 2 nunca tiveram um tablet, diz pesquisa

Segunda versão do dispositivo teria vendido mais do que o iPad original no mesmo período; previsão é de mais 500 mil unidade em dois dias

PC World / EUA

14/03/2011 às 15h21

Foto:

As vendas do iPad 2 durante o fim de semana foram meteóricas, com aproximadamente 500 mil tablets vendidos, em sua maioria para clientes que nunca tiveram o aparelho, de acordo com a Piper Jaffray, empresa independente de pesquisa de mercado. As vendas do novo dispositivo da Apple foram 67% superiores, comparadas ao lançamento da primeira versão do aparelho, que alcançou 300 mil unidades comercializadas.

Esse comportamento reforça o domínio da Apple nas vendas de tablets, já que donos do primeiro iPad estão migrando para a versão mais nova, e não para outros tablets, como o Xoom da Motorola, que possui sistema Android.

A Piper Jaffray afirmou que passou todo o fim de semana entrando em contato com lojas com Best Buy, Target e as próprias Apple Stores perguntando a respeito da disponibilidade do iPad 2, e acabou descobrindo que, na maioria dos locais, o produto estava esgotado. “Não conseguimos encontrar nenhuma disponibilidade”, escreveu Gene Munster, um dos analistas da empresa.

As lojas online da Apple indicam atualmente que os pedidos do iPad 2 demorarão de três a quatro semanas para serem entregues. Na sexta-feira, o prazo de entrega era de apenas uma semana.

Novatos
Ao entrevistar 236 possíveis compradores do iPad 2 que estavam na fila das Apple Stores em Nova Iorque e Mineápolis, a Piper Jaffray determinou que aproximadamente 70% dos compradores não possuíam o tablet original, sugerindo o crescimento de uma nova base de compradores. 

 

ipad2handson.jpg

iPad 2: previsão de mais de 500 mil unidades vendidas

É fácil enxergar por que as vendas foram maiores comparadas ao iPad original: quando a Apple lançou a primeira versão, o iPad foi vendido somente nas Apple stores, diferentemente do iPad 2, que foi comercializado pela Apple e pelas revendedoras AT&T, Best But, Verizon Wireless e Wal-Mart.

Calcula-se que a Apple tenha vendido 500 mil dispositivos este fim de semana. Mas é preciso ir com calma com esses número. Em 2010, Munster previu que as vendas do primeiro iPad alcançariam montantes entre 600 e 700 mil aparelhos na primeira semana. Entretanto, a Apple vendeu somente metade disso. Em junho, todavia, o cenário foi inverso: enquanto o analista estimou vendas de 1,5 milhão para o iPhone 4 nos primeiros três dias, a Apple anunciou um total de 1,7 milhão de aparelhos vendidos nesse período.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail