Home > Dicas

A janela do XP também fecha para Macs

XP é melhor alternativa para rodar Windows no Mac. Veja porque comprar uma cópia antes do fim das suas vendas.

Por Rob Griffiths/Macworld.com

25/06/2008 às 16h08

xp-adeus_100.jpg
Foto:

É estranho dizer isso, mas é hora de comprar uma versão do Windows. Quer dizer, do Windows XP, e isso não significa que eu vá abandonar o Mac OS X por um sistema operacional da Microsoft.

Mas é que o tempo do XP está acabando, e isso afeta todo mundo que precisa do Windows para rodar no Mac. Se você não sabia ainda, a Microsoft vai parar de vender o XP depois de 30 de junho de 2008. Com menos de uma semana de prazo e se considerava a compra do Windows XP para usar com o Parallels Desktop ou o Vmware Fusion, é hora de agir.

Leia também:

> Abaixo assinado para salvar o XP? A Microsoft diz que não

> Clique aqui para baixar o Windows XP SP3 (Português)

> Afinal, o que esperar a última atualização do Windows XP?

> Como obter o DVD de recuperação depois do downgrade para o XP?

> Venda do XP será prorrogada para atender PCs de baixo custo

> Visite o Especial sobre o Final do Windows XP

Não se preocupe se vai comprar um sistema prestes a ser abandonado. Embora a Microsoft não vá mais vender o XP, ele ainda será um sistema com suporte técnico por muitos anos. A Microsoft se comprometeu a manter um suporte base até 14 de abril de 2009, seguida por um suporte estendido até 2014.

O “suporte base” significa que o XP terá novas atualizações, incluindo novos recursos, entre agora e abril, e a garantia vai lidar com os problemas que surgirem. No modo estendido, não serão lançados novos recursos, e a Microsoft pode cobrar por serviços relacionados à garantia.

(Se estiver com tempo de sobra, leia a política de ciclo de produtos da Microsoft, que explica isso com detalhes).

++++
Mas por que comprar o XP para usar com o Fusion ou o Parallels, em vez do Vista, que é o sistema operacional padrão da Microsoft? Alguns motivos para dar sentido à escolha: O XP é mais “leve”, não demanda tanto da CPU quanto o Vista e nem precisa de tanta RAM.

Como resultado, você terá máquinas virtuais rodando XP muito mais rápido que o Vista no mesmo hardware, e mais recursos de processamento e memória estarão liberados para rodar no OS X (e outros programas para Mac, claro). Tendo usado tanto o XP e o Vista com o Parallels e o Fusion, há uma óbvia – embora difícil de quantificar – diferença de velocidade entre os dois sistemas.

Além disso, o XP tem uma compatibilidade maior com hardware e software de terceiros. Ainda existem programas e dispositivos que não funcionam direito (ou não funcionam por completo) com o Vista.

O XP não tem esses problemas – com seu longo histórico, ele tem drivers para a maioria do hardware existente. Só vai ser um problema se quiser rodar um programa muito antigo ou usar um periférico pré-histórico no Windows – mas novos aplicativos e dispositivos devem funcionar direito no Windows dentro do Mac.

++++

E, finalmente, o XP é um sistema operacional sólido e estável que teve seus principais problemas resolvidos por service packs lançados nos últimos anos. O Vista ainda está na sua infância, e ainda há muito o que melhorar nele.

Claro, a preferência da redação Macworld é o Mac OS X, mas o XP acaba sendo nosso favorito ainda para virtualização – o desempenho dele é bom até em um Mac mini de primeira geração.

Se você está em cima do muro sobre qual versão do Windows comprar para sua solução de virtualização, meu conselho é comprar uma cópia do XP antes do fim do prazo. Seja a versão Home ou Professional, vá logo, mas acredito que muitos revendedores ainda tenham cópias dele depois de 30 de junho.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail