Home > Notícias

Ações da Apple caem mais de 6% com afastamento de Jobs

Após anúncio do licenciamento de Jobs até final de junho, papéis da empresa caem além dos 6% após fechamento do mercado.

Redação do IDG Now!

14/01/2009 às 20h48

Foto:

As ações da Apple vêm experimentando queda no after market após o CEO da empresa, Steve Jobs, anunciar que se afastaria do comando diário para tratar de questões de saúde.

Logo após o anúncio, publicado oficialmente no site da Apple, os papéis já experimentavam descenso de 6,5%, fazendo com que cada um dos papéis tenha preço de 79 dólares.

Antes do anúncio, as ações fecharam valendo 85,3 dólares, queda de 2,71% em relação ao pregão anterior.

A queda tem relação direta com a desconfiança que investidores nutrem sobre o estado de saúde de Jobs.

O executivo, que se submeteu à retirada do pâncreas em 2004 por um raro câncer, afirmou na nota que seus problemas de saúde são "mais complexos" do que havia imaginado anteriormente.

Para se focar no tratamento de sua condição, algo que nem Apple nem a Jobs especificam, o executivo se licenciará da rotina da Apple até o final de junho.

No lugar de Jobs, quem assumirá o comando diário da Apple é o diretor de operações, Tim Cook.

Não é a primeira vez que a saúde de Jobs tem impacto direto nas ações da companhia.

Em dezembro, logo após anunciar que faria sua última participação na feira Macworld Conference & Expo, em São Francisco, a consultoria Oppenheimer & Co rebaixou as ações da companhia e começou a desaconselhar a compra em médio prazo até que a empresa divulgasse um plano de sucessão.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail