Home > Notícias

Acordo entre Oracle e Sun será investigado pela Comissão Europeia

Após multar Intel e Microsoft, UE analisará compra da Sun pela Oracle, que levantou suspeitas sobre monopólio no setor de banco de dados.

IDG News Service

03/09/2009 às 9h02

Foto:

A Comissão Europeia conduzirá uma investigação sobre a planejada aquisição da Sun Microsystems pela Oracle, anunciada em abril deste ano pelo valor de 7,4 bilhões de dólares, afirmou o órgão nesta quinta-feira (3/9).

A confirmação da investigação vem após a aprovação da compra tanto pelos acionistas de ambas as empresas envolvidas no negócio como pelos órgãos de regulamentação do mercado norte-americano.

Segundo comunicado publicado pela comissão, uma investigação inicial de mercado indicou que "a aquisição proposta levantaria sérias dúvidas" em relação à competição no mercado de bancos de dados.

O setor, argumenta a Comissão, tem uma tradicional alta concentração, com as três principais empresas em software proprietário, Oracle, IBM e Microsoft, controlando cerca de 85% de toda a receita. A Sun compete diretamente contra a Oracle com seu banco de dados aberto MySQL.

"A Comissão tem que examinar com muita atenção os efeitos na competição na Europa quando a maior companhia de banco de dados proprietários do mundo se propõe a comprar a empresa líder em banco de dados abertos. Em particular, a Comissão tem a obrigação de assegurar que clientes não terão menos escolhas ou preços maiores como resultado da fusão", detalhou a comissária de competição do grupo, Neelie Kroes.

Após o anúncio, a Comissão Europeia afirmou que tomará sua decisão final sobre o potencial risco ao mercado de banco de dados na Europa até 19 de janeiro de 2010. Não será a primeira investigação da Comissão Europeia envolvendo empresas norte-americanas no ano. A Intel foi multada em 1 bilhão de euros (1,4 bilhão de dólares) por práticas que prejudicavam a competição.

Simultaneamente, a Comissão procura alternativas à distribuição do Internet Explorer junto com o Windows, prática que viola a competição dentro do bloco econômico, na avaliação do órgão e que já rendeu à Microsoft duas multas que, somadas, ultrapassam 1,6 bilhão de euros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail