Home > Notícias

Acordo leva Polícia Federal e CEF a investigar juntas fraudes online

PF vai centralizar em Brasília as ocorrências de fraudes online de todas as agências da Caixa e diminuir inquéritos redundantes.

Redação do IDG Now!

11/02/2009 às 11h10

Foto:

A Polícia Federal e a Caixa Econômica Federal fecharam um acordo na última terça-feira (10/02) para agilizar a investigação de fraudes online que vitimizaram clientes do banco.

Antes do acordo, todos os crimes de desvio de dinheiro, feitos pela internet, que afetassem contas bancárias de determinada agência eram submetidos a investigação da unidade da Polícia Federal mais próxima. A PF, então, precisava abrir um inquérito diferente para cada uma das ocorrências.

Observou-se que muitas vezes há inúmeras comunicações de fraudes online relacionadas a uma mesma quadrilha e isso gerava a abertura de inquéritos redundantes.

O convênio vai centralizar todas as informações em um único banco de dados, localizado na sede da Polícia Federal em Brasília.

Para o chefe da Unidade de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Federal, o delegado Carlos Eduardo Miguel Sobral, a assinatura do acordo resultará em uma redução de até 90% na instauração de inquéritos policiais em todo Brasil.

A centralização dos dados em um número menor de inquéritos vai facilitar a identificação dos criminosos que atuam em diferentes regiões do País.

Para Sobral, a expectativa é a de que outras instituições financeiras procurem a Polícia Federal para realizarem acordo semelhante.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail